*Este artigo foi produzido pela Juridoc com exclusividade para o Blog de Valor.

 

Se você está abrindo uma empresa, pensa em ter um negócio próprio no futuro ou se encontra na fase de expansão de um empreendimento que já administra há algum tempo, saiba que você precisa de um plano de negócios independente do segmento de atuação do negócio.

Esse planejamento funciona como um roteiro que orienta suas ações à medida que você executa a sua ideia. Muitas vezes, no entanto, esta importante ferramenta acaba sendo completamente ignorada pelos empreendedores.

Por isso, no artigo de hoje, vamos trazer 5 dicas para elaborar um plano de negócios para qualquer empresa e ajudar você a estruturar melhor o seu empreendimento a partir de simples passos previstos neste documento. Vamos lá?

O que é um plano de negócios?

Um plano de negócios é um documento que ajuda qualquer empreendedor a entender como sua empresa se encaixa no mercado e quais devem ser suas prioridades. Além disso, aponta os desafios que sua empresa poderá enfrentar, visto que, ao escrever um plano de negócios, você precisará pesquisar o mercado.

Essa análise lhe ajudará a ter uma melhor compreensão sobre o que realmente desejam seus clientes, como atraí-los e quem são seus concorrentes.Por tudo isso, o plano ajudará você a se concentrar e identificar prioridades, o que economizará um tempo precioso na condução dos seus negócios.

Uma vez escrito, além de uma referência para o desempenho do negócio, mostra aos investidores, financiadores ou possíveis parceiros o potencial da sua ideia. E é exatamente por conta destas características tão importantes que o plano de negócios se torna indispensável até mesmo para as micro empresas.

Agora que você entende como um plano de negócios pode ajudá-lo a ter sucesso, confira 5 dicas para elaborar um plano de negócios e descubra como colocá-lo em prática no dia a dia da sua empresa. Acompanhe!

1 – Pesquise a viabilidade de sua ideia

O primeiro passo é investigar se sua ideia é financeiramente viável. De fato, começar um novo negócio é sempre uma aposta, mas durante o estágio de planejamento é melhor ser realista.

Dessa forma, você olha objetivamente para seu produto ou serviço e entende seus pontos fortes e suas fraquezas. Ao fazer isso você estrutura sua ideia para realizar as ações necessárias e evitar contratempos no percurso.

Com um plano bem traçado, você terá capacidade para gerenciar desde fluxo de caixa e pessoal até marketing e proteção da sua marca.

2 – Determine suas metas e objetivos

Determinar suas metas e objetivos irá apontar sua empresa na direção certa. As metas informam onde você deseja levar seus negócios e os objetivos mostram como chegar lá.

Ou seja, as meta abrangem uma visão mais ampla do que você deseja realizar, enquanto os objetivos operam como um meio para um fim. Portanto, crie uma lista de metas para cada objetivo que seja abrangente, no mínimo, para três anos de atuação.

3 – Avalie pontos fortes e fracos e seja realista

Se você quer que seu negócio seja bem-sucedido, é importante dedicar um tempo para identificar não apenas seu potencial e seus pontos fortes, mas também suas fraquezas.

Seja realista, pois planos muito otimistas que ignoram pontos fracos ou ameaças podem prejudicar sua empresa em longo prazo, levando o inclusive ao excesso de despesas. O que pode prejudicar seu fluxo de caixa já no início dos negócios.

Ao escrevê-lo, certifique-se de avaliar os riscos. Ou seja, se algo der errado – como perder um cliente importante ou um fornecedor-chave, como sua empresa lidaria com isso?

Descreva também quais são suas vantagens e desvantagens em relação à concorrência, destacando, por exemplo, elementos como preço, qualidade e distribuição de seus produtos e serviços.

4 – Descreva com atenção seu produto e mercado

Essa é uma das etapas mais importantes do seu plano de negócios. Depois da sua análise de mercado, você deve focar na descrição de seu produto e/ou serviço.

Quais os benefícios que ele oferece? Quais são as suas desvantagens e como você vai resolver isso? Quais mudanças e melhorias você deve fazer para adaptá-lo ao mercado?

Do mesmo modo, precisa estar ciente do seu nicho de mercado, como tendências, crescimento e perspectiva em longo prazo. Além disso, é preciso uma análise contundente dos produtos ou serviços concorrentes.

5 – Pense o seu plano em etapas

Um plano de negócios é composto de várias etapas. Entre as quais se destacam:

1 – Resumo da proposta de valor da sua empresa;

2 – Visão geral da empresa – histórico, localização, atividades, etc;

3 – Análise de mercado;

4 – Organização empresarial;

5 –Escopo dos produtos e/ou serviços;

6 – Plano de marketing e vendas;

7 – Plano e projeções financeiras.

A dica é observar cada aspecto do seu negócio e criar um plano de ação passo a passo para cada item citado acima. No final, você verá como é importante ter um plano de negócios bem elaborado que inspirará, acima de tudo, confiança em suas ideias e em suas habilidades enquanto empreendedor.

 

*Juridoc é uma plataforma de automação e gerenciamento de contratos e documentos que permite um processo eficiente, com redução de tempo e custos. O software simplifica todo o ciclo de vida do contrato, agiliza o fluxo de trabalho e aprimora a conformidade.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado do Blog e Valor, com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *