Os janeiros passam e, à medida que seu tempo de contribuição ou sua idade avança, aumenta a ansiedade pelo momento de se aposentar! Muitos planos de vida estão relacionados a essa época de sua vida: viagens, a compra de um imóvel num lugar de sua preferência, a realização de um sonho de consumo ou simplesmente a tranquilidade de sair do ritmo frenético de trabalho do dia a dia.

O momento é, sem dúvida, aguardado por todas as pessoas. Por isso, hoje vou lhe dar 5 dicas para se aposentar com conhecimento de causa.

Você vai saber como dar esse passo de um jeito que possa contornar qualquer dificuldade relacionada às mudanças nos planos de aposentadoria.  E você vai seguir em frente com confiança em seu planejamento pessoal, certo de que o momento de se aposentar com certeza está próximo, e não tão longe, como muitos de seus amigos dizem.

Acompanhe a partir de agora!

1ª DICA: Respeite seu plano de aposentadoria

Independentemente do tipo de planejamento para aposentadoria que você escolheu, respeite-o! Não crie expectativas antes do fim de seu plano. Muitas pessoas ficam ansiosas por pensar que podem de alguma forma se aposentar mais cedo do que imaginavam.

Esse pensamento ilusório mais prejudica do que ajuda. Sendo bem franco, é quase impossível imaginar que planos de aposentadoria, sejam privados ou públicos, tenham melhorias no quesito ‘idade de aposentadoria’ e ocorram antes do previsto.

Alimentar uma esperança de que você estará livre de seu trabalho antes da hora seria sadomasoquismo, porque a possibilidade de isso ocorrer é muito remota – para não dizer impossível.

Com o planejamento feito, trabalhe focado: faça planos profissionais e de férias de acordo com os limites possíveis do planejamento sem comprometer o objetivo principal.

Se fizer isso, você não ficará angustiado e conseguirá ter mais rendimento e concentração na sua profissão, que é de onde realmente vem o dinheiro para atingir o objetivo.

2ª DICA: Informe-se constantemente sobre ajustes nas regras previdenciárias

Respeitar seu plano de aposentadoria não significa que você precisa fechar os olhos às mudanças nas leis previdenciárias. Assim, sempre mantenha-se atualizado quanto ao tema e procure ajustar seu planejamento às novas realidades.

Se for o caso, procure um planejador financeiro e diga a ele que mesmo que não fique sonhando com melhorias surreais, você quer saber logo sobre possíveis ajustes que surjam nesse sentido. Marque uma hora com ele para entender como essas mudanças podem afetar o seu plano de aposentadoria e tira todas as dúvidas que tiver.

Fique ligado às notícias. Alguns jornais e sites da internet são bem específicos ao explicar essas mudanças. Alguns até produzem infográficos para ajuda-lo a entender o que mudou ou o que pode mudar e como isso pode impactar seu planejamento.

Faça download de materiais desse tipo e analise com calma os ajustes. Esse desejo de manter-se informado pode ajudá-lo caso você precise antecipar alguma atitude para garantir seus direitos como beneficiário.

Se por um lado você não deve ficar nas nuvens sonhando com a aposentadoria muito antes da hora, qualquer mudança que o beneficie deve sim ser vista com bons olhos. Isso é se aposentar com conhecimento de causa!

3ª DICA: Cuidado com a regularidade dos aportes

Muitos planos de previdência privada incluem a necessidade de aportes mensais. Alguns beneficiários não conferem seu extrato de contribuição e permitem que o pagamento automático continue sem conferência dos dados. Isso pode ser prejudicial, em especial para quem tem uma receita alta e não costuma controlar de perto o seu orçamento.

Imagine se, por uma falha bancária, você descobrisse que os aportes de seu plano privado de aposentadoria não estão sendo feitos? Essa chance é bem remota, porque os sistemas bancários são bem confiáveis; no entanto, verificar isso ajuda a te manter informado e com atenção especial aos custos que seu plano te cobra.

Qual é a dica? Confira todo mês se foi lançado o valor no seu plano, seja por pagamento via boleto ou débito automático. Lembre-se de que a aposentadoria será determinada pelos depósitos realizados de todos os valores que constam no contrato do plano.

Algumas pessoas suspendem os pagamentos em alguma fase da vida, por algum aperto financeiro. Porém, isso vai dificultar o processo de aposentadoria, pois o montante acumulado será menor ao final do período.

Da mesma forma, trabalhadores autônomos precisam ficar muito atentos com isso. O fato de muitas vezes precisarem realizar o pagamento de sua guia de recolhimento de forma manual aumenta o risco de esquecimento, o que pode igualmente dificultar o alcance do objetivo.

Assim, seja mais atento em relação aos seus aportes, sejam os regulares ou adicionais, que podem construir um plano de aposentadoria eficaz e efetivo no final do período de contribuições.

4ª DICA: Não se paute pelo que outros dizem

Muita gente por aí banca o expert em aposentadoria. Por isso eu gostaria de dar uma dica que vai fazer toda a diferença para você que pensa em ter sossego ao se aposentar:

  • Não se paute pelo que outros dizem sobre aposentadoria.

Informe-se da maneira certa e nos lugares certos!

Não há nada melhor do que acessar os sites oficiais do governo que determinam os detalhes mais atualizados dos planos de aposentadoria.

Além disso, pesquise em sites renomados de notícias sobre ajustes ou melhorias nos planos de aposentadoria.

Se guiar pelo que qualquer um diz por aí pode prejudicar a você mesmo e à sua família. Não concorda que uma atitude assim, precipitada e inocente, pode te trazer danos irreparáveis, levando você a tomar decisões equivocadas? Isso poderia ocorrer, em especial se tomar uma atitude da qual se arrependa amargamente depois.

5ª DICA: Acompanhe meu canal no Youtube

Você já deve ter percebido que, regularmente, tenho publicado vídeos instrutivos no meu canal no Youtube, o Blog de Valor. Ali é a porta de entrada de conhecimento apurado para muitos como você, que querem dar passos assertivos na hora de se aposentar.

Além disso, as diversas dicas sobre como usar bem seus recursos, sobre os melhores e os piores investimentos a fazer, podem ajudar você a chegar nessa época com mais recursos do que você planejou a princípio.

Que tal assinar agora mesmo o canal e receber notificações de novos vídeos, ampliando seu escopo do que significa ter uma boa gestão financeira de seu dinheiro?

Meus conselhos são gratuitos e podem levar você a um patamar bem mais seguro à medida que os janeiros vão passando e você for se aproximando da época tão desejada: sua aposentadoria!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

 

Artigo publicado em 23/03/2017. Atualizado em 15/05/2019.

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *