4 minutes

Você deseja abrir seu próprio negócio, ser dono de si mesmo e ganhar dinheiro com o que construiu? Então, antes de decidir o que deseja fazer, você precisa conhecer alguns negócios que não valem a pena apostar.

Por mais que amamos certos ramos e pensamos que nosso sonho pode dar algum lucro, isso pode não ser verdade. Inclusive, o que você deseja pode ser um negócio que tenha data para “morrer” ou cair em desuso.

Para evitar fazer uma péssima escolha, descubra agora 5 negócios que não valem a pena apostar e tenha uma ideia promissora para empreender!

1. Locadoras de filmes

Essa pode parecer óbvia para a maioria das pessoas, mas a verdade é que muitos não perceberam que as locadoras estão em baixa. Em algumas cidades, principalmente as menores, é possível ver locadoras de filmes abertas, algumas tentando sobreviver porque o proprietário não quer dar o braço a torcer.

As locadoras de filmes fizeram muito sucesso no passado e, até o início dos anos 2000, ainda eram lucrativas. Contudo, com o avanço da tecnologia, as pessoas passaram a baixar filmes e séries, assistir sob demanda, assinar serviços de streaming, como a Netflix, e até mesmo comprar pacotes de tv a cabo com valores menores.

Assim, assistir a filmes se tornou algo muito mais acessível e qualquer um pode alugar ou ver o que deseja sem precisar sair de casa (pelo Youtube, por exemplo).

Diversas locadoras fecharam, mas ainda é possível encontrar aqueles que pensam que pode ser um bom negócio. A sugestão, nos dias de hoje, é: saia dessa. Se você pensou em ter uma locadora de filmes, saiba que as chances de lucros são baixas.

2. Lojas de CD’s e filmes

Antigamente, era muito fácil encontrar nas ruas e nos shoppings lojas enormes de CDs e DVDs. Essas lojas acabaram perdendo espaço graças à possibilidade de ouvir diversas músicas em MP3 por um aparelho pequeno.

Depois disso, evoluiu-se para celulares que suportam a reprodução e inserção de diversas músicas e, hoje em dia, as pessoas acessam música de qualquer lugar, até mesmo de forma gratuita. Assim, é possível ouvir o que quiser sob demanda por aplicativos como o Spotify e Deezer ou gratuitamente pelo Youtube.

Você ainda irá encontrar quem compre CDs e DVDs, mas geralmente são pessoas que colecionam. Graças a essa modernização, vender esse tipo de produto não é mais vantajoso e muito menos lucrativo.

3. Livrarias

Essa pode ser uma das notícias mais desalentadoras de todas. Infelizmente, muitas livrarias não estão mais dando lucro.  Para começar, o brasileiro é um povo que não lê muito. De acordo com uma pesquisa feita pela Picodi, cerca de 31% dos brasileiros sequer leem livros!

Ainda, os livros digitais aparecem como uma forma mais barata ao livro físico. O consumo de livros também pode ter caído por causa da quantidade de informação gratuita que a internet oferece, sendo muito fácil encontrar diversas obras em PDF ou no domínio público.

Ainda, se uma pessoa deseja ler alguma obra, pode recorrer a bibliotecas, pegar emprestado ou comprar em Sebos.

Seja qual for o motivo, a verdade é que muitas livrarias estão fechando no Brasil!  Isso é triste e assustador, mas infelizmente é real. Pudemos observar grandes nomes como Saraiva e Livraria Cultura fechando algumas filiais pelo país, por exemplo.

Outras menores também acabaram não sobrevivendo à falta de procura por livros. O mercado editorial brasileiro encolheu cerca de 20% em uma década e houve perda de grandes valores em dinheiro.

Por isso, ter uma livraria pode não ser uma boa opção de negócio neste momento, a menos que você tenha uma ideia inovadora e se posicione no mercado com um diferencial, como uma livraria de nicho.

4. Compra de imóveis para alugar

Esse tópico mexe com o imaginário e crença de uma grande parte da população.  Muita gente ainda pensa que comprar um imóvel para alugar e viver da renda de aluguéis é uma ótima ideia para ter dinheiro no bolso.

Contudo, nem sempre isso é verdade! Houve uma época em que os imóveis valorizaram muito no país, mas isso não acontece mais nos tempos atuais. Imóveis sofrem, inclusive, depreciação, podem custar o triplo do valor caso seja financiado e acabam sendo um passivo em diversas situações, ou seja, algo que tira dinheiro do seu bolso.

Como qualquer outro objeto, o imóvel degrada-se com o tempo, precisa de manutenções constantes e cria diversas dívidas, seja com impostos como IPTU ou com taxas como lixo, contas de luz, etc. Além de, muitas vezes, o preço do aluguel não ser tão interessante, há sempre o risco de vacância existe, e pode gerar problemas ao proprietário.

Sem contar o fato de que há inquilinos que não pagam o que devem, e que geram ainda mais dor de cabeça para quem é dono de um imóvel. Por isso, cuidado com o que os outros dizem, com suas crenças e com as propagandas!

Se for interessante para você, comprar imóvel para alugar pode ser uma opção. Mas é importante entender os perigos e os custos e identificar se, na prática, isso é um negócio interessante para você.

5. Imobiliárias

As imobiliárias são empreendimentos muito importantes no setor imobiliário, podem estar com os dias contados. Hoje em dia, com o avanço das tecnologias, é comum encontrar pessoas anunciando por conta própria na internet. E quem deseja comprar ou alugar., muitas vezes, entra em contato diretamente com o dono do imóvel e concretiza o negócio.

Além disso, as redes sociais e outros aplicativos tornaram esse processo ainda mais fácil. E várias negociações são feitas hoje sem o intermédio de uma imobiliária ou de um corretor de imóveis.

Assim, ter uma imobiliária pode não ser a melhor opção de investimento neste momento para você. Contudo, assim como o investimento em imóveis para aluguel, é fundamental que você analise as oportunidades de empreendedorismo e verifique o que, de fato, faz ou não sentido para você.

Conclusão

Você acompanhou neste artigo 5 negócios que não valem a pena apostar se você quiser empreender e conseguir uma boa remuneração pelos serviços. Alguns deles poderão deixar de existir por causa do avanço da tecnologia e outros podem não ser viáveis devido aos novos hábitos e necessidades que as pessoas criaram.

Por isso, se você deseja muito empreender, tenha consciência e pense muito no que deseja para não aceitar qualquer ideia que lhe sugerirem. Analise as oportunidades e as fraquezas e riscos do negocio, fuja do que pode não dar certo e esteja sempre atento às novas mudanças para empreender em algo que realmente lhe traga retorno.

E você, concorda com essa lista? Deixe seu comentário!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Share.

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Leave A Reply