*Este artigo foi produzido pela Juridoc com exclusividade para o Blog de Valor.

 

Todo empreendedor deseja que a sua empresa inicie da melhor forma possível, cresça e se torne um negócio bem-sucedido, não é mesmo? Mas começar um negócio não é uma pequena decisão.

Por isso, se você está pensando em abrir a sua empresa, há alguns passos importantes que você precisa dar primeiro.

E o primeiro passo é, sem dúvida, o conhecimento. Visto que para evitar contratempos e garantir que a execução do seu empreendimento seja tranquila é essencial obter compreender os principais aspectos que envolvem a jornada empresarial.

Para ajudá-lo, elaboramos um breve roteiro sobre tudo o que você precisa saber antes de abrir a sua empresa e o que você deve pesquisar antes de tirar a sua ideia do papel. Vamos lá?

1 – Pesquise o seu mercado e o perfil do seu cliente

Quando se tem uma ideia de uma empresa, a primeira coisa a fazer é pesquisar o seu nicho de atuação e, por conseguinte, o perfil do seu cliente. A pesquisa de mercado vai oferecer suporte para você analisar os seus concorrentes, o comportamento dos seus consumidores e avaliar a suas ações de marketing.

Do mesmo modo, você de ir fundo ao investigar o perfil do cliente que você idealizou para a sua empresa ou que acredita que se encaixa como consumidor de seu produto ou serviço.

Comece coletando dados sobre este cliente, analisando informações demográficas, como: onde mora, idade, se é homem ou mulher, se é casado, solteiro. A ideia é formar uma identidade real deste consumidor.

A partir desta definição, pense em quais os interesses, profissão, como gasta seu tempo de lazer e o que almeja para o futuro.

A pesquisa sobre o seu cliente influenciará inclusive na criação da sua marca, ações de marketing e posicionamento de sua empresa no mercado.

2 – Analise qual a melhor estrutura jurídica para a sua empresa

Antes de formalizar a sua empresa, é indispensável escolher com segurança a estrutura jurídica do seu negócio.

A saber, cada estrutura tem diferentes exigências legais e normas a serem cumpridas. Por isso, é muito importante conhecer a classificação e características de cada modalidade para o planejamento do negócio.

Há diversos tipos jurídicos para optar.  Se você está iniciando um negócio sozinho, pode optar pelo Microempreendedor Individual, Empresário Individual ou a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI.

Se você tiver parceiros de negócios, poderá optar pela abertura de uma sociedade limitada, empresa bastante conhecida pela sigla Ltda. e um dos tipos societários mais utilizados no Brasil.

3– Avalie os regimes tributários

De fato, o planejamento tributário é uma das etapas mais importante para o planejamento e estruturação do negócio. Mesmo que você conte com a ajuda de um contador é importante como empreendedor conhecer os diferentes tipos de tributação.

Existem três linhas gerais de regime tributário: Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional. Para a escolha adequada, é importante levar em conta o mercado e área de atuação, a estrutura e porte do negócio, assim como os rendimentos.

De modo geral, os fatores que vão pautar o planejamento tributário são a previsão de faturamento, despesas operacionais e com empregados e margem de lucro.

4 –Descubra a melhor forma de proteger a sua propriedade intelectual

Empreendedores de qualquer porte, seja microempresário ou proprietário de uma grande empresa, precisam entender os conceitos básicos sobre propriedade intelectual.

Dessa forma, se torna mais fácil proteger seus negócios da concorrência.A marca, por exemplo, é a identidade do seu negócio, o que diferencia seu produto ou serviço no mercado.

Proteger sua marca significa resguardar um dos seus principais patrimônios.Se você obtém o registro da sua marca, você pode utilizá-la de forma efetiva na divulgação de seus produtos e serviços.

A saber, a marca registrada garante ao seu titular o direito de uso exclusivo em seu ramo de atividade e o direito de cessão ou licença para fins lucrativos.

O primeiro passo ao criar sua marca é pesquisar se o nome que você deseja registrar já não foi registrado por outra pessoa. Essa pesquisa, assim como a solicitação do pedido, pode ser feita diretamente no site do Instituto Nacional de Propriedade Industrial –INPI.

Caso você contrate uma empresa ou um advogado para gerenciar este processo para você, a busca no INPI e o acompanhamento do processo serão feitas por esses profissionais.

5 – Consulte os trâmites para registrar a sua empresa

Sua empresa precisará ser registrada no Cartório de Registro de Pessoa Jurídica ou na Junta Comercial do estado, para que ela passe a existir juridicamente. Para fazer esse registro, serão exigidos documentos como contrato social (no caso de empresa Ltda.), CPF, RG, comprovante de residência do empresário, entre outros.

Após o registro da empresa, o CNPJ é obtido através do portal da Receita Federal, na internet. Além disso, é preciso obter a licença o alvará de funcionamento junto à prefeitura de seu município.

Recomenda-se ainda fazer uma pesquisa prévia na administração municipal da sua cidade para averiguar a viabilidade do local que você deseja instalar sua empresa.

É importante ficar atento também aos custos e obrigações fiscais, visto que aumentam conforme o porte do negócio. Ao se formalizar como MEI, por exemplo, o processo é mais simples e envolve custos mais baixos.

Já as taxas para abertura de uma empresa, como EI ou EIRELI, incluem:

DARE – Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais;

DARF – Documento de Arrecadação de Receitas Federais;

Junta Comercial – taxa destinada ao registro público da empresa;

Certificado Digital – para as empresas que emitem nota fiscal eletrônica.

6 –Estude diferentes estratégias de marketing

Graças à tecnologia e o mercado digital, existem diversas ferramentas que com algum conhecimento e esforço você poderá usá-las para divulgar a sua empresa no início de suas atividades.

Por isso, aprofundar-se um pouco mais no aprendizado das mídias digitais pode fazer uma grande diferença para alavancar o seu negócio.

Você pode, por exemplo, produzir e publicar conteúdos nas redes sociais. É importante também projetar e desenvolver um website, mesmo que seus serviços ou produtos não sejam comercializados de forma online.

7–Verifique se sua empresa vai precisar de algum software de gestão

Um software de gestão é um sistema ou uma solução baseada em tecnologia que tem como objetivo facilitar as atividades do dia a dia. Ao automatizar determinados processos de rotina de uma empresa, sobra mais tempo para se dedicar a atividades estratégicas.

Neste contexto, podemos citar as plataformas de CLM (Gestão do Ciclo de Vida do Contrato), CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes), entre outros sistemas como o de automação de marketing.

Em suma, existem ferramentas para comércios e pequenos varejos em geral, para prestadores de serviços e também de maior complexidade para grandes empresas.

Por isso, ao fazer sua escolha, leve em conta o porte do seu empreendimento e avalie os custos e se haverá a necessidade de suporte, assim como os principais processos e fluxos de trabalho que são prioridades para a sua empresa.

Chegamos ao fim da nossa lista, mas com certeza existem muitos outros aspectos importantes que você descobrirá e conhecerá ao longo da sua jornada como empreendedor.

Por fim, esperamos que essas 7 dicas tenham sido úteis para você que tem como projeto de vida o empreendedorismo e busca da melhor forma possível colocar suas ideias em prática.

E lembre-se que aqui você sempre encontra dicas que ajudam você a criar e guiar a sua empresa na direção certa. Até a próxima!

 

*Juridoc é uma plataforma de automação e gerenciamento de contratos e documentos que permite um processo eficiente, com redução de tempo e custos. O software simplifica todo o ciclo de vida do contrato, agiliza o fluxo de trabalho e aprimora a conformidade.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *