A popularização da internet facilitou a vida das pessoas de uma forma que não poderia ser imaginada há algumas décadas. Com poucos cliques, é possível fazer compras em lojas do mundo inteiro, pagar contas e até mesmo planejar a viagem dos seus sonhos.

Com os investimentos não é diferente: o investidor, no conforto de sua casa, pode ter acesso aos mais diversos tipos de aplicações financeiras e diversificar a sua carteira graças às plataformas de investimentos.

No entanto, como tudo no universo financeiro costuma gerar um certo receio inicial, sobretudo devido à falta de informação, muitos investidores ainda têm medo de colocar recursos nas plataformas de investimentos.

Pensando nisso, preparamos o post de hoje para desmistificar essas tecnologias e destacar as suas vantagens. Confira as principais informações sobre as plataformas de investimentos e saiba por que você não deve ter medo delas! Boa leitura!

O que são plataformas de investimentos

As plataformas de investimentos correspondem a um ambiente online ao qual o investidor tem acesso por meio do site de um banco ou de uma corretora de valores. Por funcionar de forma fácil e intuitiva, essa tecnologia permite o acesso rápido a diversos tipos de produtos financeiros de renda fixa e de renda variável.

Geralmente, uma plataforma de investimentos é composta por:

  • um site da instituição financeira com informações sobre as aplicações e solução de dúvidas sobre como investir;
  • um home broker, que é um sistema que conecta os usuários ao pregão eletrônico do mercado de capitais e permite que as ordens de compra e venda de ativos sejam enviadas;
  • algumas instituições também disponibilizam sistemas de negociação para operações mais avançadas e um aplicativo para acesso pelo smartphone.

Plataformas de investimentos e segurança

A escolha da plataforma pode fazer toda a diferença para que o investidor tome decisões acertadas e conclua suas operações com agilidade e precisão. Para quem investe na bolsa de valores em operações em day trade, por exemplo, uma diferença de segundos pode significar o sucesso ou o fracasso dos resultados da operação.

Da mesma forma, o quesito segurança é essencial para que o investidor não tenha suas informações e recursos desviados por hackers. Confira as plataformas de investimentos disponíveis no mercado:

Site

As plataformas disponíveis em sites funcionam da mesma forma que o sistema de Internet Banking. Por meio delas, o investidor pode aplicar em renda fixa nos títulos do Tesouro Direto, em LCAs, LCIs, CDBs e nos fundos de renda fixa.

Os bancos e as corretoras costumam investir no desenvolvimento de sites com design simplificado, para que o investidor não tenha dificuldades para comprar os produtos oferecidos. O Banco BTG Pactual, por exemplo, disponibiliza uma plataforma digital que permite aos seus clientes acessar uma grande variedade de títulos.

Entretanto, o quesito segurança pode deixar a desejar nessas plataformas se o usuário não tiver um antivírus potente e caso a instituição não disponibilize sistemas de segurança adicionais — como o IToken.

Aplicativos para celular

Os aplicativos para celular são uma versão simplificada dos sites desenvolvidos para aplicações financeiras. Por meio deles, o usuário tem fácil acesso à sua conta, acompanha sua carteira e realiza investimentos de onde estiver.

Por ser uma versão mais enxuta do site, algumas funções e gráficos não são disponibilizados. No quesito segurança, os apps podem ser considerados menos suscetíveis aos ataques externos do que a versão web.

Home Broker

Como comentamos, o home broker é um ambiente que permite que o cliente acesse a bolsa de valores e participe de pregões eletrônicos. Além disso, ele possibilita negociar ações, contratos de BM&F e fundos imobiliários.

Em geral, essa ferramenta é um software que oferece recursos adicionais bastante interessantes, como gráficos comparativos e acompanhamento das ordens. Alguns bancos e corretoras disponibilizam, inclusive, profissionais e robô advisors para prestar assistência em tempo real aos investidores.

Por operar online, essas plataformas também exigem cuidados extras do usuário: é necessário instalar o módulo de segurança do programa, além de contar com um bom anti-malware para evitar ataques de vírus.

Sistemas de negociação

Para quem opera na bolsa de valores — ou seja, para quem é um trader —, utilizar uma plataforma ágil e sofisticada é essencial para otimizar o tempo e evitar prejuízos. Os sistemas de negociação são softwares, também conhecidos como robôs.

Esses instrumentos são mais avançados do que os home broker, já que reúnem características como alto desempenho, funções de gerenciamento de riscos e baixa latência. Esses softwares costumam oferecer altíssima tecnologia no que diz respeito ao monitoramento antifraude e são considerados seguros.

7 motivos pelos quais você não deve ter medo de operar em plataformas de investimentos

Ainda está na dúvida se vale a pena abrir uma conta e aplicar em uma plataforma de investimentos? Então confira 7 vantagens dessa tecnologia que farão com que você mude de ideia de uma vez por todas!

1. Agilidade

As plataformas online oferecem ao cliente soluções rápidas para as suas negociações. Dessa forma, investidores de todos os níveis conseguem comprar e vender ativos com poucos cliques. Não há burocracia para investidores iniciantes, que podem realizar operações com ampla margem de liberdade.

2. Conveniência

O acesso online e os aplicativos desenvolvidos pelos bancos e corretoras permitem que o usuário realize suas operações financeiras a qualquer hora do dia e em qualquer lugar. Não é preciso enfrentar filas ou aguardar para falar com gerentes e consultores.

3. Auxílio especializado

Muitas instituições financeiras tradicionais não se preocupam em capacitar profissionais especializados em prestar consultoria na área de investimentos. Assim, são oferecidos ao consumidor produtos inadequados ao seu perfil e vantajosos apenas para a entidade.

Com as plataformas de investimentos, isso não acontece: esses serviços buscam empregar colaboradores com ampla experiência na área preparados para prestar o máximo de auxílio ao investidor.

4. Menores custos

Os custos para montar uma carteira de investimentos em uma plataforma digital são significativamente menores do que nas instituições tradicionais. Como a logística para manter canais virtuais exige muito menos das entidades, elas podem diminuir as taxas de corretagem e os custos de administração.

Além disso, o usuário faz praticamente tudo sozinho, o que minimiza o dispêndio com funcionários.

5. Maior autonomia

As plataformas de investimentos proporcionam ao cliente ampla autonomia para montar carteiras. O investidor conta com total liberdade para escolher os ativos que melhor se enquadram em seu perfil e não aqueles que são interessantes apenas para o gerente.

6. Facilidade de acesso

Vários desses sistemas operam online e podem ser acessados de forma muito fácil pelo usuário. Os bancos e as corretoras também costumam oferecer suporte 24 horas, garantindo auxílio em todas as etapas da criação da carteira de investimentos.

7. Visualização de gráficos e demonstrativos

Os produtos e serviços fornecidos pelas plataformas online também englobam cotações, análises, gráficos comparativos, notícias e as principais informações financeiras dos mercados mais importantes do mundo.

Esperamos que nosso conteúdo sobre plataformas de investimentos tenha sido útil para que você perca o receio e comece logo a montar uma carteira variada de investimentos. Se você gostou, não deixe de compartilhar este artigo com os seus amigos nas suas redes sociais e ajude-os a repensar como estão aplicando seus recursos!

 

Um grande abraço,

André Bona

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *