Clique e solicite a sua assessoria de investimentos »

O que é o índice bovespa?

O índice bovespa, também chamado de IBOV, é o principal indicador médio de desempenho do mercado de ações no Brasil.

É chamado o “termômetro do mercado de ações”. Se um investidor quer saber como está sua carteira de ações, ele compara com o desempenho do índice bovespa. Se ele está melhor, pior ou com desempenho similar ao do índice.

Como ele é formado?

Muitas pessoas pensam que o índice bovespa inclui todas as ações, mas não é verdade. Muitas pessoas pensam que o IBOV inclui as melhores empresas, o que também não é verdade. O principal item para que uma empresa esteja ou não no índice bovespa é a sua liquidez.

O IBOV é formado pelas ações das empresas com maior liquidez e maior volume financeiro negociado de todo o volume de negócios da bolsa. Vamos supor que num dia a bolsa tenha realizado uma quantidade de negócios Y. O IBOV pega as ações em separado e relaciona numa tabela com o código da ação e o volume negociado. Daí, ordena-se do maior volume para o menor e vai somando. Quando o total do volume negociado atingir a amostragem definida no critério da bolsa. As empresas que compreenderem esse somatório farão parte do índice. Dessa forma, não há um número definido de ações para o índice. Se 60 ações corresponderem ao critério, o indice contemplará essas 60. Se 55 empresas atingirem o volume, então essas 55 formarão o índice.

De quanto em quanto tempo ele é modificado?

O IBOV leva sempre em consideração o volume dos últimos 12 meses, sendo revisado trimestralmente. Dessa forma, o IBOV no início de janeiro, contempla os dados de janeiro a dezembro do ano anterior. Já o índice a partir de abril, contempla os dados de abril a março anteriores. E assim sucessivamente.

E todas as ações possuem o mesmo peso no índice?

Não. Se dentro do índice, 10% de todo o volume for em ações de uma empresa específica, então essa ação terá peso de 10% na composição do índice.

Petrobras e Vale:

É comum ouvirmos em noticiários a seguinte informação: “hoje o índice bovespa subiu X% puxado pela alta das ações da Petrobras. Hoje o índice subiu Y% puxado pela alta das ações da Vale.”

Essas duas empresas possuem maior peso no IBOV, já que são as com maior volume de negociação. Dessa forma, esse tipo de informação é possível. Não ouviremos, pelo menos no curto prazo, uma notícia assim: “hoje o índice bovespa subiu z% puxado pelas ações das Lojas Renner”. Porque o volume de negócios das Lojas Renner frente ao índice não é significativo como os da Petrobras e Vale.

Liquidez x qualidade das empresas:

É muito importante frisar que o fato da Petrobras ou da Vale possuírem grande liquidez, NÃO TEM ABSOLUTAMENTE NADA A VER com investir nessas empresas ser melhor negócio do que investir em outras empresas. Significa apenas que são mais negociadas, inclusive quando se desvalorizam.

O que significam os pontos do índice?

Ouvimos muito também o seguinte: “o IBOV fechou em 60 mil pontos”. Cada ponto equivale a 1 real. Então se o IBOV vale 60 mil pontos, é como se um investidor comprasse, com 60 mil reais, uma carteira de mais de 60 empresas nas proporções do IBOV. Se você fizer isso e multiplicar os preços das ações pela quantidade de cada uma delas conforme a proporção do índice, terá o valor, em pontos, do índice.

Veja abaixo um exemplo da composição do Índice Bovespa, numa data X:

Carteira teórica:

O IBOV é, portanto, uma carteira de investimentos teórica que serve para balizar os investidores.

É possível investir no IBOV?

Sim e não.

Sim, porque você poderia ter o trabalho de comprar as ações do IBOV nas proporções que estão aí em cima e montar sua carteira exatamente igual ao do IBOV.

Não, porque alguns fracionamentos são impossíveis. Portanto, com 60 mil reais é impossível.

Sim, porque você pode, via fundos de investimentos, estar posicionado exatamente com uma carteira diversificada com a do IBOV, sem ter que comprar tudo separadamente. Um exemplo disso está no artigo “Saiba a diferença entre gestão ativa e gestão passiva em fundos de investimentos” que mostra alguns fundos indexados.

Existe um fundo com ações em bolsa que pode representar exatamente o IBOV. Trata-se de BOVA11. Clique aqui e veja o artigo sobre ele!

Grande abraço!

André Bona

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. Sandra    

    Nossa, nem imaginava o que era esse IBOV, sempre tive muito interesse em aprender do que se tratava, pois pretendo investir em ações futuramente, muito bem explicado…parabéns!!!

  2. renata    

    André, entao este indice é muito importante. obrigada por dividir seus conhecimentos de forma tao clara e precisa.
    acompanho-o ha +- 1 ano e tenho aprendido muito. até ja criei coragem comecei com o TD. Abraços e parabens .

  3. João Batista    

    Estou sempre com muito interesse em aprender sobre Aplicação em Ações. sempre fico analisando as questões sobre Bolsa de Valores, Empresas mais rentáveis, Ações que pagam dividendos, etc. A verdade é que preciso aprender muito ainda para começar a aplicar nessa modalidade. Estou há tempos agarrado em aplicação em Poupança, mas sempre insatisfeito. Quero sair um pouco de aplicar em poupança. Leio todos os seus artigos e sempre tiro vantagens, aprendo muito. Parabéns pelas suas apresentações. Quero continuar recebendo.
    Obrigado!

  4. Lucas    

    Boa tarde. Então a Petrobras, nesse exemplo é 9% se a ação valer, por exemplo R$ 15,00… faço R$ 15,00 x 9% = 1,35 valor que contribui para os 60 mil pontos do IBOV??? Não entendi muito bem… desde já agradeço!

  5. Arleth    

    Muito boa a sua explicação. Aprendí muito com você. Obrigada pelas suas explicações sobre a IBOV.
    Arleth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *