Análise: VULC3 – Olha o balanço do balanço

 

Tenho VULC3 (Vulcabras Azaleia) minha maior posição….vcs sabem disso.

Papel sofreu muito nos últimos 2 meses…estava ganhando dinheiro e agora não estou mais….e isso não é legal.

Resultado foi mais ou menos…muita gente já sabia disso….e na minha humilde opinião foi sim bem mais ou menos mesmo…não tem o que dizer.

O que teve de bom: 

  • Queda de vendas não não foi nada absurda…1,3%.
  • Apesar dos pesares o lucro cresceu 28% com melhora do resultado financeiro.

O que foi ruim:

  • Foi ruim e incomoda a queda de margem bruta de 2,2 p.p.
  • E como reflexo o Ebitda também sofreu com queda de 14%.

Volumes caíram 6,7% essencialmente pelo lado dos calçados femininos da Azaleia e Opanka (quadro 1), além do arrefecimento na Argentina (quadro 2) . Na verdade muito dessa queda se dá também pela transferência da capacidade produtiva de calçados femininos para calçados esportivos.

Na questão da perda de margem a explicação me pareceu bem plausível: férias coletivas. Mercado fraco, eles deram férias coletivas em dezembro e janeiro pra não aumentar muito o nível de estoques e com isso afetar preços e ainda mais a margem. Ruim, mas sábia decisão.

Empresa enxugou e investiu na otimização das vendas de Azaléia e…[…]

 

Leia o texto na íntegra no blog BUGG – Análises Econômicas e de Investimentos, de William Castro Alves.

Autor

William Castro Alves

Economista pela UFRGS, iniciou sua carreira em 2004 na Solidus Corretora, tendo passado pelo Koliver Merchant Bank e Banco Alfa. Atuou como analista de Investimento na XP e responsável pelas gestão das Carteiras Recomendadas.

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. Pedro Hurwicz    

    qual a expectativa, preço alvo para VULC3?

  2. Pedro    

    você e avestruz, mete a cabeça na terra pra não ler e responder???????

    1. Luana Neves    

      Oi Pedro!

      Para ter uma resposta do William Alves, que contribui com seus conteúdos aqui no Blog de Valor, sugiro contatá-lo por meio do Blog Bugg, que é o blog pessoal do autor.

      Abraços,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *