Após três anos de vendas fracas no segmento dos tablets, a Apple finalmente voltou a desempenhar um papel de destaque entre os fabricantes de tablets de todo o mundo. A companhia, que se prepara para lançar o iPhone 8 – que marca os 10 anos de vida do smartphone – viu suas vendas de iPads crescerem no segundo trimestre de 2017 e animou o mercado.

Pela primeira vez desde 2014, as vendas do tablet iPad aumentaram, impulsionadas pelo lançamento de um novo modelo de iPad – com valor de comercialização mais baixo – e pela atualização da linha de iPads PRO, que ocorreu em junho. De acordo com a Apple, o aumento nas vendas de tablets no período foi de 15% – mantendo a Apple como líder no mercado de tablets.

O incremento nas vendas dos tablets em 2017 ajudou a companhia a alcançar um lucro de US$ 8,7 bilhões no período, e uma receita geral de US$ 45,4 bilhões no segundo trimestre. E a expectativa do mercado é de resultados ainda melhores para os próximos trimestres.

Lançamento do iPhone8

Um dos motivos das projeções positivas para a Apple para os próximos meses é o lançamento do iPhone 8, que deve ocorrer no próximo mês. Especula-se que o novo smartphone da companhia – que marca os 10 anos de lançamento do primeiro iPhone pela empresa de Steve Jobs  – chegue ao mercado em três versões, e ofereça ao consumidor, enfim, uma tela OLED de 5,5 polegadas em ao menos uma das versões do aparelho, além de curvaturas laterais.

Apesar da preocupação dos investidores da companhia quanto a um possível atraso no lançamento oficial do iPhone 8, a  divulgação dos resultados trimestrais no início do mês fez as ações da Apple baterem recordes, ultrapassando os inéditos US$ 157 por ação, e diminuindo a apreensão do mercado em relação ao lançamento do iPhone 8.

No ano, os papéis da Apple na bolsa dos Estados Unidos já valorizaram mais de 30%, e devem continuar avançando, principalmente se este cenário positivo for mantido nos próximos trimestres.

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *