shadow


*Este artigo foi produzido pelo GestãoClick com exclusividade para o Blog de Valor.

 

Emitir boletos para sua empresa é uma das formas mais ágeis e seguras de receber valores das vendas de produtos ou da realização de algum serviço. Hoje vamos te apresentar um pouco mais sobre esse importante aliado de sua gestão financeira.

Empreendedores que iniciam sua jornada no mercado se deparam com algumas questões, entre elas destaca-se o recebimento. Para vendas corporativas é comum utilizar o boleto ou depósito bancário como forma de receber os valores da comercialização de mercadorias e dos serviços prestados.

O depósito bancário tem algumas desvantagens:

  • Rastreabilidade – é necessário fazer diferentes consultas para saber quem realizou o depósito, principalmente se sua empresa vende produtos com valores parecidos.
  • Dependência do cliente – no depósito por mais que combine um prazo, o cliente não tem nem instrumento que o penalize pelo atraso, por exemplo.

Por isso, o boleto bancário é, sem dúvida, a opção mais eficiente e segura para receber no final de um serviço ou depois de fechar vendas.

Entenda o que é um boleto bancário

Trata-se de um instrumento de cobrança vinculado a conta corrente da empresa, que é emitido por uma instituição bancária. Ele é devidamente enumerado, com valores estabelecidos pelo Sacador (quem emite o boleto). Nesse documento estão descritos os dados do Sacado (pessoa física ou jurídica que irá pagar o boleto), como também a data de vencimento e todas as tarifas que incidirão caso aja atraso no pagamento.

Veja que no boleto, ao contrário do depósito, conseguirá determinar um prazo para receber, e mesmo se existir um eventual atraso será calculado juros que minimizarão o impacto no fluxo de caixa. Outra coisa é que o boleto bancário tem código exclusivo, facilitando a conciliação do pagamento.

Pensando em lojas que fazem vendas online, por exemplo, e trabalham com o recebimento de cartões de crédito, o boleto tem uma condição atrativa: menor custo. As taxas cobradas por operadoras de crédito são bem maiores do que asda transação realizada por boleto.

E ainda falando de vantagens, o boleto poderá ser compensado em toda rede bancária, casas lotéricas e outras instituições financeiras até o vencimento.

E como gerar boletos bancários?

Conforme o próprio nome exprime (bancário) precisará ter uma conta corrente num banco, ou usar os serviços de intermediadoras. Mas, de qualquer forma precisará ter uma conta para os valores serem transferidos.

Pessoas jurídicas já podem deixar previamente acertado as condições para emitir os boletos. Esse serviço pode ser vinculado aosoftware de gestão financeira, por exemplo.

Já pessoas físicas (situação para quem é Microempreendedor Individual – MEI) devem seguir as suas agências e solicitar a habilitação do serviço. A emissão também pode ser associada a programa de controle financeiro, ou pela internet banking.

A vantagem para quem usa um software de gestão empresarial é que a emissão dos boletos ocorre junto a da nota fiscal eletrônica. Praticidade e segurança durante todo processo. Numa plataforma dessas conseguirá:

  • Configurar os boletos para diferentes formas de cobrança (valores com descontos para clientes específicos, abatimentos para quem pagar antecipado, etc.)
  • Fazer revisões antes de concluir a emissão do boleto (o sistema permite que analise todas as informações antes de confirmar a solicitação do boleto)
  • Acompanhar se o boleto foi pago (os bancos informam quando os pagamentos são efetuados)
  • Solicitar protesto dos boletos que não forem quitados

Gestão dos recebimentos

O contas a receber é uma parte do setor financeiro bem sensível, pois é quem vai atrás das receitas para empresa: se estiver trabalhando sobrecarregado ou com muita desatenção, o caixa enfrentará problema. O empreendedor precisa focar atenção nesse departamento, e quando preciso sempre fazer investimentos que mantenham um nível de confiabilidade.

Assim terá uma gestão de recebimentos dinâmica, que desde a venda, passando pela emissão de notas fiscais até a conciliação bancária acompanhará todos estes trâmites, o que facilitará montar previsões do fluxo de caixa, por exemplo. O software para emissão de boletos funciona dessa maneira, e ainda é homologado em diferentes bancos, o que garante que sua cobrança acontecerá sem maiores transtornos.

Com esses programas poderá criar pastas digitais para guardar todos os boletos emitidos, e também a confirmação do pagamento enviada pela instituição bancária. Controle total para sua gestão financeira!

 

*O GestãoClick é um software de gestão empresarial online, que oferece aos empreendedores e administradores diversos recursos para gerenciamento do negócio, como o controle financeiro e de estoque, emissão de notas e boletos, entre outras ferramentas. O sistema de gestão é direcionado a pequenas e médias empresa.

Autor

Redação Blog de Valor

O Blog de Valor é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *