O banco de investimentos BTG Pactual manteve, na última segunda-feira (27), o rating de compra para ações Gerdau (GGBR4), após a siderúrgica anunciar a venda de suas operações na Índica – consolidada sob sua divisão de ações especiais. De acordo com o BTG Pactual, a transação foi avaliada em US$ 120 milhões – que devem ser utilizados para desalavancagem.

Em relatório enviado a clientes da instituição, os analistas Leonardo Correa e Gerard Roure destacaram os efeitos positivos da decisão da Gerdau em realizar um desinvestimento na Índia – que deve ser concluído até o final de 2018. O anúncio chega após a divulgação de resultados sólidos da companhia para o segundo semestre do ano.

“Ficamos satisfeitos em ver a administração entregar outra venda de ativos em um momento em que as expectativas eram baixas para movimentos adicionais. A lógica desse desinvestimento é clara para nós: foco nas Américas, saída dos mercados asiáticos que não são mais uma plataforma de crescimento para a empresa e foco em unidades de maior retorno, aumentando a desalavancagem”, disseram os analistas.

Dividendos em foco

Para os analistas do BTG Pactual, as receitas de venda de ativos já anunciadas em 2018 (incluindo a Índia) deve gerar um forte Fluxo de Caixa Livre operacional que deve levar a dívida líquida da Gerdau para R$ 9 bilhões em 18 anos – “o que implicaria em uma dívida líquida de 1,3x/EBITDA”.

Segundo eles, este movimento e nova perspectiva para o futuro da empresa abririam “caminho para um maior pagamento de dividendos a partir de 2019”.

Rating de compra para ações Gerdau

Na visão da equipe do BTG Pactual, “o mercado dará boas vindas a este movimento” de venda das operações da Gerdau na Índia. Por conta desta perspectiva, o rating de compra para ações Gerdau foi reiterado pelos analistas do banco.

“Acreditamos que a Gerdau deverá continuar focando em ativos de maior retorno, desalavancagem e simplificação do negócio. Melhorar as perspectivas de recuperação de margem em sua divisão nos EUA, aumentar o poder de precificação e recuperação da demanda no Brasil devem impulsionar o EBITDA e a lucratividade da empresa de forma sustentável. Reiteramos nossa classificação de compra para longa data”, finalizaram os analistas.

O preço-alvo para as ações Gerdau fixado pelo BTG Pactual ficou em R$ 21,00. Na sessão desta terça-feira (28), os papéis da siderúrgica (GGBR4) eram negociados em R$ 16,07 – em queda de 0,25%.

Sobre o BTG Pactual digital

BTG Pactual digital é a plataforma digital do BTG Pactual – o maior banco de investimentos da América Latina e quinto maior banco brasileiro, com mais de 35 anos de expertise em investimentos e gestão de recursos atuando no Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Argentina, Estados Unidos e Inglaterra.

Além de disponibilizar diversas opções de investimentos de diversas instituições por meio de uma única conta – assim como fazem as corretoras, a plataforma aberta do BTG Pactual digital também oferece uma assessoria de investimentos gratuita aos pequenos e médios investidores.

Para ter acesso à assessoria e ao know-how da equipe BTG Pactual, basta que o investidor utilize a plataforma do BTG Pactual digital diretamente no seu computador ou smartphone, sem taxas ou tarifas mensais. Para fazer seu cadastro gratuito no BTG Pactual digital, clique aqui!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *