O BTG Pactual reiterou, em relatório enviado a clientes na noite da última terça-feira (20), a recomendação para compra de ações da resseguradora IRB Brasil Resseguros SA (IRBR3). O documento destaca, ainda, a manutenção dos ganhos do papel na B3 (antiga BM&FBovespa) e o rendimento atrativo de 6% dos papéis.

No relatório, assinado por Eduardo Rosman e Thiago Kapulskis, o banco de investimento ressalta o avanço das ações da companhia e a possibilidade de bons rendimentos para o ano.

“Embora acreditemos que os índices de rentabilidade atuais (muito altos) serão muito desafiantes no médio a longo prazo, ainda vemos o poder de receita do IRB como muito protegido em 2018 e 2019. Portanto, neste ponto, reiteramos nossa visão positiva sobre o estoque como acreditamos que o impulso dos lucros continua forte, e com um atrativo rendimento de 6% para 2018”, diz o documento.

Novas perspectivas e novo preço-alvo

Diante das perspectivas positivas para a IRB Brasil, a equipe de analistas do BTG Pactual optou por elevar o preço-alvo das ações da IRBR3 em 12 meses, partindo de R$ 38,50 na análise anterior para R$ 44,00.

As projeções de resultados para 2018 também foram revisadas após o encontro dos analistas do BTG Pactual com membros da diretoria da IRB, que ocorreu também na última terça-feira (20). A nova perspectiva para a IRB Brasil inclui a entrega de um lucro de quase R$ 1 bilhão em 2018 – montante 8% superior ao apurado no ano passado.

“Depois de incorporar o forte quarto trimestre de 2017, e levando em consideração o guidance para 2018, estamos revisando nossas estimativas para o lucro líquido de 2018, 2019 e 2020 em 6%, 5% e 1%, respectivamente”, finalizam os analistas.

No início da tarde desta quarta-feira (21), as ações da IR Brasil Resseguros SA subiam 0,47% no pregão da B3, sendo negociadas a R$ 38,85.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *