FOMC – Federal Open Market Committee
O que é o FOMC? Qual sua atuação? Por que ele é importante?
(by Breno Bonani) 

O FOMC em tradução livre é Comitê Federal de Mercado Aberto. Já que a tradução facilita, a melhor forma de se entender o que é o FOMC se dá pela comparação: ele nada mais é do que algo muito parecido com o nosso COPOM (Comitê de Política Monetária) do Brasil. É o braço direito do FED que determina qual o rumo das políticas monetárias nos Estados Unidos.

FOMC se reúne várias vezes ao ano, comento abaixo a periodicidade e suas decisões acerca dos rumos de política monetária americana são deveras importantes.

Em suma, o FED controla 3 ferramentas que ele pode usar como forma de determinar uma determinada política monetária, sendo elas:

  • As operações de mercado aberto;
  • As taxa de descontos e exigências de reservas bancárias;
  • As taxas de juros da economia;

Através das decisões do FOMC e do uso das diferentes ferramentas,  o FED consegue calibrar a quantidade de dinheiro e o seu custo na economia…ele consegue adotar políticas expansionistas que visam estimular o crescimento econômico ou contracionistas que visam controlar a inflação e o superaquecimento da economia.

E dado a relevância da economia americana (a maior do mundo) suas decisões são de extrema importância e repercutem no mundo todo pois influencia bastante a cotação do dólar pelo mundo.

ESTRUTURA

O comitê possui 12 membros, sendo 7 deles membros do Conselho de Governadores do FED, 1 membro é o presidente do Federal Reserve Bank de Nova Iorque e 4 são escolhidos entre 11 presidentes dos  “Reserve Banks” (Banco da Reserva). As decisões de política monetária tomada por eles se dão através de votações.

O Comitê se reúne 8 vezes ao ano, em reuniões, embora possam se reunir com mais frequência, se necessário. As reuniões, que são secretas, são objeto de muita especulação em Wall Street e no mundo. Durante as reuniões eles:

  • Analisam as condições econômicas e financeiras;
  • Determinam a orientação apropriada da política monetária;
  • Avaliam os riscos para as metas de longo prazo;

Vale ressaltar, que as ferramentas da política do FED são usadas para determinar as taxas das “FED Funds”, ou seja, a taxa de juros da…[…]

 

Leia o texto na íntegra no blog BUGG – Análises Econômicas e de Investimentos, de William Castro Alves.

 

Autor

William Castro Alves

Economista pela UFRGS, iniciou sua carreira em 2004 na Solidus Corretora, tendo passado pelo Koliver Merchant Bank e Banco Alfa. Atuou como analista de Investimento na XP e responsável pelas gestão das Carteiras Recomendadas.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *