*Este artigo foi produzido pela Biva com exclusividade para o Blog de Valor.

 

Ao contrário do que muitas pensam, conseguir empréstimo tem se tornado cada vez mais fácil. Por um lado temos as fintechs, por outro as instituições financeiras tradicionais e, no meio do caminho, temos os brasileiros que estão mais dispostos a contrair algum tipo de empréstimo.

De acordo com o SerasaConsumidor, atualmente, 41 milhões de brasileiros estão interessados em pegar algum tipo de crédito. E, ainda, segundo o estudo, os consumidores que mais buscam crédito são os moradores da região Sudeste – São Paulo (28,3%), Rio de Janeiro (12,8%) e Minas Gerais (6,9%).

Indiferente dos fatores que levam alguém a sair em busca de um empréstimo financeiro, é necessário que a realização desse processo seja feita com cautela e atenção, evitando possíveis problemas e frustrações no futuro.

O universo de empréstimos financeiros é repleto de mitos e contradições. Em decorrência disso, muitas pessoas acabam cometendo deslizes justamente por não saberem como fazer a solicitação do empréstimo.

Se você é empreendedor e está avaliando a possibilidade de solicitar um empréstimo, mas não sabe como fazer ou tem receio de se enrolar com as parcelas ou confiar em uma empresa picareta, veja a seguir algumas dicas sobre empréstimos e entenda se a modalidade faz sentido para você e para o seu negócio.

O que analisar ao fazer um empréstimo empresarial?

Há certos cuidados que o dono do negócio precisa ter para realizá-lo como, por exemplo, o planejamento que deve ser a base dessa decisão, pois sem ele é impossível conseguir manter as contas em dia e lidar com os valores do crédito.

O administrador, gerente ou diretor, do empreendimento também precisa pensar a longo prazo quando escolhe essa forma para obter crédito, pois a partir do momento em que um empréstimo é feito, os valores das parcelas acrescidas de juros deverão ser adicionados aos custos da empresa, durante todo o período do contrato.

Além de se preocupar com a devolução do montante, não se esqueça das parcelas, juros, etc. Mas, não se preocupe, atualmente, existem muitas fintechs que fornecem o crédito com taxas acessíveis e facilitam a forma de pagamento, parcelas, boletos, etc.

Claro que é importante, mesmo assim, você precisa ter em mente  que empréstimo não é um bônus, nem uma antecipação de recebíveis, mas sim um dinheiro a ser emprestado, ou seja, a hora de pagar vai chegar.

Não caia em golpes!

Não faça pagamentos ou depósitos adiantados, mesmo com argumentos como, por exemplo,  “arcar com custos iniciais” ou “cobrir taxas e impostos”. Quando isso acontece, tenha atenção! Pode se tratar de fraude.

Empreendimentos com credibilidade e sólidos no mercado dificilmente pedirão algum valor adiantado. Caso tenha dúvidas, antes de depositar qualquer valor ou realizar qualquer transação, entre em contato diretamente com a empresa que você tem interesse em pegar o empréstimo.

Opte pelo empréstimo online…

Hoje, você não precisa ir até um banco para pagar contas, fazer transferências bancárias, solicitar empréstimo, cartão de crédito, etc. Com a internet é possível fazer tudo isso online, o que facilita a vida de muitos brasileiros que não podem sair do trabalho, no meio do dia, para ir ao banco.

Por isso, e, claro, por outros motivos, a possibilidade de solicitar empréstimo online é extremamente válida, pois o empreendedor não precisa se deslocar. Em alguns casos, o empreendedor pode assinar o contrato online, responder às solicitações por e-mail e pronto!

Com a correria do dia a dia, na situação em que estamos inseridos, é fato que a praticidade e economia de tempo são fatores muito valorizados. Assim como o contrato, o suporte também é online, isso permite reportar e resolver o problema no menor espaço de tempo possível.

Falando de valores, as taxas de juros são menores do que aquelas que se referem a empréstimos em empresas tradicionais.

Empréstimo coletivo?

Os empréstimos coletivos, peer-to-peer lending (P2P), é uma das novas alternativas no mercado para quem precisa contratar esse serviço financeiro.

A modalidade se baseia no empréstimo de recursos de investidores, pessoas físicas, para empresas, e tem como sua principal vantagem a eliminação da maior parte de burocracias envolvidas nesse processo.

Algumas plataformas já oferecem o serviço, o processo é 100% online, seguro e rápido. As taxas são mais acessíveis e o procedimento é menos burocrático, o que facilita o acesso ao crédito de qualquer região do país. Assim como a pesquisa, comentada inicialmente aqui, procure referências sobre o assunto e, antes de qualquer decisão, avalie se a modalidade se enquadra no perfil da sua empresa.

Além disso, o papel do empréstimo, geralmente, é contribuir para trazer lucros para o negócio e futuramente ajudar a quitar a dívida. Ou seja, ele precisa trazer retorno viável. Nesse contexto, buscar empréstimos que forneçam juros baixos é essencial para não se enrolar com as contas e entrar no prejuízo.

Pesquise

Existem diversas empresas que fornecem esse serviço, mas, em meio a tantas opções confiáveis e duvidosas, é muito fácil cair em armadilhas e se surpreender com condições impostas e até, por vezes, incabíveis. Por isso, é necessário ter muita atenção e cautela.

Quando começar a pesquisar o histórico das empresas e as modalidades de empréstimo, leve em consideração a alternativa que se encaixa melhor na situação atual da sua empresa. Por mais que a agilidade seja priorizada nessas horas, o estudo aprofundado é extremamente necessário para que todo o processo aconteça sem imprevistos e sustos.

Para que não haja problemas, faça uma lista com todas as suas dívidas como, por exemplo, taxas de juros (para que você possa se programar a longo prazo), prazo de pagamento das parcelas do empréstimo, e assim por diante. Esclareça qualquer dúvida que você tenha e após escolher a modalidade e definir a empresa, veja se as condições oferecidas, realmente, se encaixam em sua realidade. Se a resposta for sim, vá em frente!

Calcule

Ao estudar sobre as melhores práticas de como fazer empréstimo, é necessário fazer as contas e calcular a realidade financeira da sua própria empresa. Isso é algo indispensável a se fazer antes de considerar a contratação.

A oferta pode ser a melhor encontrada no mercado, mas o benefício não vai adiantar se você perceber que no final de tudo não terá condição de arcar com o valor, caso isso aconteça a situação, tanto sua quanto da empresa, pode ficar pior ou mais delicado do que a atual.

Agora que você entendeu o que deve ser evitado na hora de conseguir empréstimo para sua empresa e conheceu um pouco mais sobre essa modalidade online, acompanhe a gente nas redes sociais!

 

* Biva – Bancando Ideias, Valores & Ações: Fundada em 2015, foi a primeira plataforma online de empréstimos peer to peer lending (P2P) do Brasil. Líder de mercado com mais de R$ 40 milhões concedidos em empréstimos e mais de 1200 empresas beneficiadas.

Autor

Redação Blog de Valor

O Blog de Valor é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *