*Este artigo foi produzido pelo App Renda Fixa com exclusividade para o Blog de Valor.

 

Boa parte das pessoas começa suas vidas profissionais em estágios. Se você está vivendo esse momento ou até mesmo já passou por ele sabe que, apesar da remuneração desse tipo de trabalho ajudar com alguns custos, acaba não sendo tão boa a ponto de dar estabilidade financeira para os iniciantes. A impressão é que para esses jovens o mundo dos investimentos está muito distante de suas realidades.

O que poucos sabem é que é possível investir com valores mais baixos em bons produtos financeiros, inclusive com um salário de estagiário.

Comece

Assim como qualquer investidor, o primeiro passo de todo estagiário que pretende começar a investir é criar o hábito de poupar. Anote os seus gastos com moradia, transporte, alimentação e lazer. Se você organizar as suas finanças, com certeza irá ter um valor no final do mês, e é justamente essa quantia que irá fazer a diferença na hora de investir.

Reserva de emergência

Antes de iniciar os seus investimentos, sempre comece pela reserva de emergência. Como o próprio nome diz, essa reserva é para imprevistos que possam acontecer como gastos médicos, perda ou roubo de celular ou computador, desemprego, etc.

Esses gastos emergências podem comprometer o orçamento mensal, então é melhor prevenir para não depender das altas taxas de juros dos bancos ou até mesmo do constrangimento de pedir uma ajuda financeira aos amigos e parentes.

É importante que, na hora de escolher os investimentos que irão compor a reserva, o estagiário tenha atenção naqueles que possuem alta liquidez e baixo risco. Existem três tipos de investimento que atendem esse requisito: O Tesouro Selic, CDBs com liquidez diária e Fundos DI. A boa notícia é que esses produtos possuem um aporte mais baixo, inclusive, é possível investir em CDBs a partir de R$1.

É importante lembrar que essas aplicações possuem a incidência de Imposto de Renda e nos fundos, em particular, existe o come-cotas, que funciona como uma antecipação do IR.

Segue a tabela regressiva do Imposto de Renda:

  • Até 180 dias de investimento, 22,5%;
  • De 181 a 360 dias, 20%;
  • De 361 a 720 dias, 17,5%;
  • Acima de 720 dias, 15%.

Depois de formada a reserva de emergência ou se o estagiário decidir formar a sua reserva em paralelo com os demais investimentos, uma boa alternativa para alocar parte do salário de estagiário é aplicar uma parte do seu salário em fundos de investimento. É possível encontrar bons fundos com a aplicação mínima de R$100. Nada mal,não é mesmo?

Confira algumas alternativas de fundos em que você pode investir.

Fundo de Renda Fixa

Os fundos de renda fixa são veículos de investimento. A aplicação em fundos se faz via a compra de cotas e a rentabilidade serão proporcionais à quantidade de cotas que o investidor possui.

A reunião dos recursos pela compra das cotas será o patrimônio líquido do fundo e a administração desse dinheiro será feita por um gestor profissional, que escolhe a composição da carteira e define estratégias. O dinheiro investido nos fundos de renda fixa é aplicado, em especial, em títulos dessa natureza, que podem ser públicos ou privados.

Em geral, investe-se em títulos públicos do Tesouro Nacional, CDB, Letra de Crédito Imobiliário (LCI), em Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI), em debêntures, entre outros títulos.

Fundo de Ações

Essa é uma boa forma de começar a investir na bolsa e, para quem tem curiosidade e menos sensibilidade ao risco, pode ser uma excelente porta de entrada para fazer aportes no mercado financeiro, mesmo com um salário de estagiário.

Os fundos de investimento em ações (FIA) possuem sua carteira focada no mercado de renda variável e, assim, como os fundos de renda fixa, contam com a gestão profissional. Será o gestor que fará a compra e venda dos ativos.

Essa é uma forma muito interessante de diversificar a carteira e se expor um pouco mais ao risco em busca de uma boa rentabilidade.

Fundo Multimercado

O Fundo Multimercado une estratégias de investimentos em ativos de renda fixa e de renda variável. Um fundo de renda fixa aloca seus recursos majoritariamente em títulos públicos e privados de renda fixa, enquanto o de ações aloca a maior parte de seus recursos em ativos de renda variável.

Por sua vez, os Multimercados mesclam ambas as estratégias. Logo, alocam os recursos em ativos tanto de renda fixa quanto de renda variável.

Tem Tributação?

Sim, há incidência de Imposto de Renda no momento do resgate sobre o lucro. No caso dos Fundos de Renda Fixa e Multimercado, a tributação muda de acordo com a classificação do fundo e o prazo de resgate.

Os fundos de curto prazo, cuja carteira de títulos tem prazo médio igual ou inferior a 365 dias, têm as seguintes alíquotas:

  • Até 180 dias de investimento, 22,5%;
  • Acima de 180 dias, 20%.

Já os fundos de longo prazo, que têm uma carteira de títulos com prazo médio acima de 365 dias, têm as seguintes alíquotas:

  • Até 180 dias de investimento, 22,5%;
  • De 181 a 360 dias, 20%;
  • De 361 a 720 dias, 17,5%;
  • Acima de 720 dias, 15%.

A tributação dos Fundos de Ações é mais simples ela ocorre apenas no resgate, com alíquota de 15% sobre os rendimentos, sem a cobrança de IOF em nenhum dos casos.

Comece a investir!

Antes de começar a investir crie o hábito de poupar uma parte do seu salário como estagiário. Conheça o seu perfil de investidor para identificar quais dos investimentos fazem sentido para você.

Tanto Fundo de Ações como Multimercado são mais arriscados se comparado à renda fixa, então tenha cuidado. Uma última dica: mantenha “constância”, ou seja, siga sempre com seus aportes mensais e, de preferência, invista logo após receber o seu salário de estagiário.

Se você seguir essas dicas, quem sabe ao final da faculdade já não tenha uma boa quantia? Com esse dinheiro você pode abrir um negócio, fazer um curso de aperfeiçoamento no exterior ou até mesmo uma pós-graduação, entre outras coisas.

Então não deixe para começar depois. Vá investindo aos poucos, de acordo com que for possível para você e lembre-se de estudar sempre para aprender cada vez mais!

 

*O App Renda Fixa é uma plataforma de comparação de investimentos, que permite ao investidor buscar e comparar produtos de renda fixa de maneira simples e intuitiva.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *