A maior parte das pessoas passa a vida inteira buscando o equilíbrio entre sucesso financeiro, de um lado, e família e projetos pessoais do outro. Mas, e se você soubesse que é possível ter os dois? E mais: e se você descobrisse que isso só depende de você?

A maioria dos brasileiros utiliza os investimentos como uma forma de proteger o seu dinheiro da inflação e, ao mesmo tempo, obter renda extra, de modo a auxiliar nas despesas. Não há nada de errado com isso, mas as possibilidades de se tornar um investidor não param por aí.

Acredite, é possível viver de investimentos e ter uma rotina flexível, podendo trabalhar de qualquer lugar e montar seus próprios horários. Mas, para isso, você precisa se tornar um investidor de alta performance. E só existe um caminho para chegar lá: por meio da informação e do conhecimento.

Por isso, o artigo de hoje é dedicado a este tema. Conheça algumas dicas importantes, que podem lhe auxiliar na jornada em busca dos melhores resultados em seus investimentos. Dê o primeiro passo com o pé direito e aprenda a ser um investidor de alta performance!

O que é um investidor de alta performance?

Como o próprio nome já sugere, investidor de alta performance é aquele que utiliza bem o seu tempo e consegue obter bons resultados em troca da sua dedicação. Como resultado, pode trabalhar um menor número de horas e manter seus rendimentos estáveis ou, alternativamente, continuar a trabalhar as mesmas horas, aumentando seus rendimentos.

Mas não é só isso: o investidor de alta performance também tem o compromisso de manter o seu desempenho no longo prazo, por meio de boas práticas. Isso significa que não podemos apelar para estratégias que não se sustentem ao longo dos meses e dos anos.

Passar noites em claro trabalhando ou deixar de fazer exercícios físicos, por exemplo, podem até aumentar a performance do investidor no curto prazo, mas são práticas que certamente causarão prejuízos no futuro.

O preço que pagamos quando não somos investidores de alta performance inclui dois tipos diferentes de consequências, que podem inclusive se manifestar concomitantemente. A primeira consequência é uma carga de trabalho excessivamente pesada e a segunda é obter rendimentos muito aquém do esperado.

Faça da tecnologia uma aliada

Estamos cientes de que se tornar um investidor de alta performance, fazendo com que o seu dinheiro trabalhe por você, enquanto curte a vida com a família ou se dedica a projetos pessoais não é exatamente uma tarefa das mais fáceis. Caso contrário, todas as pessoas já teriam alcançado esse objetivo.

No entanto, a boa notícia é que você não precisa estar sozinho nessa missão. A tecnologia pode ser uma forte aliada. A internet, se soubermos utilizá-la, é um bom meio para buscarmos informações, notícias e conhecimento sobre o mundo dos investimentos.

Além disso, podemos contar, também, com gerenciadores online de tarefas, como é o caso do Trello, e ferramentas de armazenamento e edição de documentos na nuvem, como é o caso do Google Drive. Sem falar, é claro, dos diversos aplicativos disponibilizados por bancos e corretoras, que permitem ao cliente gerenciar faturas, pagamentos e investimentos sem sair de casa.

Algumas pessoas, além de não se beneficiarem com a tecnologia, acabam vendo nela um obstáculo. Declarar guerra à tecnologia em plena era da informação não é uma atitude recomendável, nesse contexto.

Administre bem o seu tempo

Adquira o hábito de sempre olhar o relógio enquanto está trabalhando. Isso permite com que você saiba exatamente quanto tempo demora para executar cada tarefa dentro do seu dia de trabalho. Esse autoconhecimento é importante na hora de estabelecer prazos, metas e montar a agenda e o calendário.

Todos os grandes investidores são também mestres na gestão do tempo. O segredo aqui é buscar trabalhar sempre com a maior eficiência possível e com 100% do foco no trabalho. Sempre que terminar uma tarefa, vá imediatamente para a próxima sem perder tempo. Não tem por que esperar até o vencimento de um prazo para encerrar o trabalho.

Invista em capacitação

Um dos maiores investimentos que qualquer um que tenha interesse em atuar no mercado de ações pode fazer é no seu desenvolvimento pessoal. Estamos falando de um investimento não somente financeiro, mas, sobretudo, de tempo.

Assim como praticamente qualquer outro ofício na vida, para ter um desempenho alto nos investimentos, também temos que estudar. Isso inclui fazer cursos na área, acompanhar blogs e sites, assinar revistas especializadas e, de modo geral, procurar se inserir dentro deste universo.

Saiba a hora de fazer uma reciclagem

No mercado financeiro, possuir conhecimento é importante, mas não é tudo o que você precisa para ter sucesso. Isso acontece porque não é toda forma de conhecimento que se mantém estática com o passar do tempo. Muitos processos são modernizados, novos produtos surgem, a tecnologia transforma o mundo em que vivemos de forma cada vez mais rápida.

Por isso, o conhecimento que adquirimos hoje pode já não ser mais válido amanhã. Assim, tão importante quanto apreender determinado conteúdo é tentar manter a mente aberta e desapegar de todas essas ideias ultrapassadas, caso seja necessário. Lembre-se: não existem verdades universais e eternas.

Cuide bem do seu corpo

Fazer cursos, se manter informado e reciclar o conhecimento são passos muito importantes para ser um investidor de alta performance. No entanto, não podemos nos esquecer de que o corpo não é um mero meio de transporte para a cabeça! A relação entre os dois possui uma simbiose muito mais profunda.

Dormir bem, manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos com frequência têm efeitos comprovados no desempenho para o trabalho. Alguns gestos simples podem melhorar o humor, a disposição e também facilitar o aprendizado e a memorização de informações.

Dedique atenção ao psicológico

Para ter um rendimento alto nos investimentos é preciso trabalhar com foco. Para trabalhar com foco, é preciso que você dedique 100% da sua atenção ao trabalho. O problema é que nem sempre isso é possível.

Imagine que você esteja trabalhando preocupado com outras obrigações, por exemplo. Nesse caso, a cada meia hora é provável que o pensamento acabe voando e indo parar longe.

Uma boa dica para esses casos é inverter a ordem das tarefas. Primeiro resolva aquilo que está te afligindo, como o pagamento de contas, do salário de empregados ou ajudar as crianças com o dever de casa, e só depois dedique-se a gerir os investimentos.

Nesse post, apresentamos algumas dicas para quem deseja se tornar um investidor de alta performance. E aí, gostou do nosso artigo? Então siga nossa página nas redes sociais e tenha acesso a muito mais!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. Rodrigo Tres    

    É o sonho de todos o sucesso em todos os campos da vida!!! Tarefa árdua.

  2. Jacy Junior    

    Acho que uma performance razoavel tambem e aceitavel. Tipo conseguir acompanhar o CDI e superar a inflacao, pois no longo prazo pequenos ganhos vao se somando e frutificam bem. E claro que alcancar os melhores resultados possiveis e muito bom, mas toda energia dispendida realmente vale a pena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *