*Este artigo foi produzido pelo Simplic com exclusividade para o Portal André Bona.

 

Aprender a lidar com o dinheiro é uma parte importante da vida de qualquer pessoa. Isso é ainda mais essencial quando se trata de finanças empresariais, onde a rentabilidade do negócio depende de cada decisão tomada em relação a esse dinheiro Por isso, há tanta ênfase na importância de realizar o controle financeiro empresarial de forma eficiente e bem estruturada.

Manter o controle do dinheiro da empresa exige muito mais detalhamento e atenção do que nas finanças pessoais. Como os valores são mais elevados, qualquer erro de lançamento pode complicar bastante sua tomada de decisões e levar a prejuízos ao longo do tempo.

Porém, com um pouco de orientação, você não deve ter nenhum problema para administrar seu negócio e obter os melhores resultados possíveis. Quer entender melhor o tema e aprender a fazer um controle financeiro com excelência? Então, acompanhe algumas dicas para se aprimorar nessa questão.

O que é e qual a importância de um controle financeiro empresarial?

Antes de continuar, vale a pena esclarecer o que é o controle financeiro na prática e por que ele é vital.

De forma bem simples, esse controle envolve o acompanhamento detalhado de todas as despesas e rendimentos do negócio. Aqui cada item é classificado em relação à sua natureza e prioridade, como, por exemplo, o rendimento proporcionado por cada produto ou serviço ou as despesas de manutenção dos processos internos. Tudo deve estar registrado em detalhes, com valores, origem do dinheiro, destino, recibos, datas, entre outros.

Há vários motivos para todo esse controle, principalmente no que diz respeito à tomada de decisões dentro da empresa. Sem essas informações, é bem mais difícil avaliar se o negócio está preparado para uma nova oportunidade de mercado, se precisa de um corte de gastos urgente ou se algum produto não está com a performance desejada. Essas pequenas constatações fazem uma grande diferença quando a empresa precisa se destacar dos concorrentes.

5 pontos para fazer um controle financeiro empresarial

Agora que você já entendeu o que é o controle financeiro e por que ele é importante, é hora de ver algumas dicas para quando for colocar em prática no seu negócio. Para isso, veja aqui 5 pontos que deve prestar atenção quando for criar seus planos de controle.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é, em muitos aspectos, a pedra-guia de todo o trabalho de gestão financeira em qualquer empresa, independentemente do contexto. Ele é um relatório que inclui todos os dados possíveis sobre o dinheiro que circula dentro da empresa, como de onde ele veio, onde foi gasto, quais taxas foram incluídas, entre outros itens. A ideia aqui é criar um histórico aprofundado das suas finanças ao longo do tempo.

Orçamento anual

Outra ferramenta que pode beneficiar bastante o controle financeiro empresarial é a criação de um orçamento anual. Na vida cotidiana, o mais comum é seguir um orçamento mensal, já que esse é o tempo que leva para a maior parte das contas chegarem. Porém, negócios precisam lidar com tributos mais altos, 13º salário, entre outras contas que só fecham uma vez por ano. Para não perder o controle nessa época, o ideal é se planejar com antecedência.

Planejamento financeiro

O planejamento financeiro é outra parte necessária do controle financeiro em qualquer área. Ele consiste no estabelecimento de metas de curto, médio e longo prazo, além de prever despesas para evitar prejuízos repentinos. Se seguir um plano, ficará bem mais fácil manter as finanças da empresa sob controle.

Controle de contas

O controle de contas é outro componente final no controle financeiro empresarial. Com ele, você poderá manter suas contas sempre sob vigilância. Mesmo que as despesas estejam equilibradas em relação à renda, ainda há uma boa chance de que você possa cortar certos gastos que já não são mais relevantes para seu negócio e otimizar seus recursos. Além disso, você também precisa desse controle para evitar que o custo de manutenção da empresa fique acima da sua rentabilidade.

Controle de notas fiscais

Por fim, mas não menos importante, você deve tomar cuidado redobrado com as notas fiscais, tanto as emitidas quanto as recebidas. Elas são os principais documentos usados para confirmar transações financeiras e prestação de serviços. Elas também podem ser usadas para confirmar suas transações para a receita, em disputas jurídicas e no seu próprio controle de finanças.

Para manter tudo sob controle, o mais recomendado é ter um software de gestão para notas fiscais, especialmente em versão eletrônica. Isso poupará boa parte do trabalho em catalogar, registrar e armazenar cada documento em seu negócio.

Agora que você entende melhor a importância de fazer um bom controle financeiro empresarial e tem alguns pontos por onde começar, é hora de colocar esse conhecimento em prática. E se quiser tirar mais alguma dúvida primeiro, deixe seu comentário abaixo. Aproveite, ainda, para compartilhar essas informações com seus amigos.

 

*O Simplic é um correspondente bancário que surgiu em 2014, em busca de oferecer uma opção de crédito pessoal online para aqueles que não possuem acesso através das instituições financeiras tradicionais.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *