Se você pretende alcançar a sua independência financeira, já deve ter reparado na necessidade de pesquisar melhores opções de investimento. Afinal, para atingir esse objetivo, é preciso encontrar aplicações que lhe garantam um bom retorno financeiro, aliado à segurança que lhe permita aumentar o seu patrimônio com tranquilidade.

Neste post, falaremos sobre as vantagens de você investir em LCI e LCA. Acompanhe:

Entenda o que é LCI e LCA

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são modalidades de investimento em renda fixa que consistem em títulos de crédito emitidos por instituições financeiras para financiar o setor imobiliário — no caso da LCI — e o agronegócio — no caso da LCA.

Em linhas gerais, os bancos emitem as LCIs e as LCAs para captar recursos de investidores e poder financiar, via alienação fiduciária, a aquisição de imóveis (LCI) ou de insumos necessários à expansão do agronegócio (LCA).

Os títulos funcionam de maneira muito semelhante ao Certificado de Depósito Bancário (CDB), bastante conhecido pela maioria dos investidores. Eles são emitidos por instituições financeiras com um prazo de vencimento determinado, ao final do qual o investidor recebe de volta o valor investido acrescido dos juros pactuados.

Além disso, os títulos podem ser emitidos na modalidade pré-fixada — quando o investidor sabe exatamente o quanto receberá de juros no vencimento do papel — ou pós-fixada — caso em que a rentabilidade do título estará vinculada a um determinado percentual do CDI ou atrelada à variação de algum indexador da economia, como o IPCA ou o IGPM.

Para o investidor, em termos práticos, tanto faz investir em LCI ou LCA, sendo recomendado adquirir o título que lhe ofereça a melhor rentabilidade.

Conheça as principais vantagens de investir em LCI e LCA

Agora que você já sabe o que são LCI e LCA, explicaremos a você as principais vantagens de aplicar o seu dinheiro nessas modalidades de investimento. Confira:

Isenção de imposto de renda

Geralmente, a alíquota mínima de imposto de renda que incide sobre investimentos é da ordem de 15%, quando o investidor permanece com a aplicação por mais de 720 dias, e vai crescendo quanto menor for o prazo da aplicação.

  • Se o investimento tiver prazo que varie entre 361 e 720 dias, a alíquota será de 17,5%;
  • se o prazo for de 181 a 360 dias, a alíquota será de 20%;
  • e, por fim, se o prazo do investimento for inferior a 180 dias, a alíquota a ser paga será a máxima, de 22,5%.

Portanto, os custos dos impostos é questão que não pode ser ignorada no seu planejamento financeiro e tem grande impacto na rentabilidade dos seus investimentos.

Sem dúvidas, uma das maiores vantagens de investir em LCI e LCA é o fato de sobre elas não incidir imposto renda. Por se tratar de investimentos que têm como objetivo financiar a expansão do setor imobiliário e do agronegócio, áreas de grande importância para país, o governo decidiu isentá-las do imposto a fim de fomentar o crescimento dessas atividades.

Garantia do FGC

As Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e as Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) são garantidas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que é uma entidade privada criada para proteger os investidores e garantir maior segurança aos investimentos, funcionando como uma espécie de seguro.

O FGC garante ao investidor o reembolso das aplicações feitas até o limite R$ 250 mil, por CPF, em cada instituição financeira. Perceba que o limite é por instituição financeira. Dessa maneira, você pode ter mais de R$ 250 mil investidos — porém, é importante que eles estejam distribuídos em mais de uma instituição, para que você não ultrapasse o limite do “seguro”.

Imaginemos, por exemplo, que você tem R$ 450 mil disponíveis para investir em LCIs e LCAs. Nesse caso, para contar com a proteção do FGC, você deveria investir R$ 225 mil na instituição A e R$ 225 mil na instituição B, ficando abaixo do limite de R$ 250 mil em cada uma das instituições.

Portanto, se você investir em LCI e LCA, terá uma segurança adicional para que, caso a instituição financeira venha a quebrar, você não tenha prejuízos, o que faz essas modalidades de investimentos serem muito seguras.

Baixo custo de investimento

Conforme já dissemos, as LCIs e as LCAs são isentas de imposto de renda, o que já barateia os custos do investimento. Mas, além disso, é preciso destacar que maior parte das corretoras de valores não cobra taxa de custódia para os investimentos nesses papéis, o que faz o custo do investimento ser quase nulo.

Compreenda os riscos do investimento

Apesar de serem investimentos extremamente seguros e apresentarem boa rentabilidade, as aplicações em LCIs e LCAs estão sujeitas a 2 tipos de risco:

  • o risco de crédito;
  • e o risco de liquidez.

Risco de crédito

O risco de crédito é a possibilidade de a instituição financeira emissora do título vir a tornar-se insolvente. Nesse caso, porém, o investidor estará protegido pela cobertura do FGC, desde que tenha se precavido de manter os seus investimentos no limite de R$ 250 mil, conforme falamos.

Assim, o risco real é de que a instituição quebre e o investidor tenha que aguardar os trâmites burocráticos para ser reembolsado pelo FGC — o que pode demorar bastante, pois esse reembolso não é automático.

Risco de liquidez

De forma simplificada, chamamos de liquidez a velocidade em que um ativo financeiro pode ser transformado em “dinheiro vivo”, disponível para a utilização imediata.

É ao risco de liquidez que o investidor deve estar mais atento ao investir em LCI e LCA. O investimento nesses papéis não é indicado para quem não possa aguardar o vencimento do título, pois nem sempre será possível vendê-los antecipadamente.

E, mesmo quando isso for possível, no caso da LCI, o investidor poderá apurar prejuízos ao vender o título no mercado secundário.

Dito isso, não é recomendável que você, por exemplo, aplique a sua reserva de emergência em LCIs e LCAs, que são investimentos voltados para o médio prazo. Por isso, os investimentos voltados para o curto prazo devem ser feitos em ativos com alta liquidez, que permitam o resgate em menor prazo.

E aí, descobriu como pode ser vantajoso investir em LCI e LCA? Se você gostou deste post e tem interesse em receber outras dicas de investimento como essa, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *