Dinheiro e felicidade caminham juntos? Essa é uma questão que gera muitas dúvidas e polêmicas. Mas, segundo uma pesquisa divulgada no jornal El País algum tempo atrás, o dinheiro traz felicidade sim. O estudo concluiu que o bem-estar aumenta com a riqueza.

Sem dinheiro, é impossível conquistar bens materiais e aumentar o seu patrimônio, os quais são essenciais para se ter um bom padrão de vida. Por outro lado, existem momentos que o dinheiro não paga, como poder ter uma família feliz e unida.

Mas você sabia que dá para desfrutar de maneira saudável dessa relação entre dinheiro e felicidade? Separamos algumas dicas para ensiná-lo a aproveitar bem o seu dinheiro e ser feliz. Leia nosso artigo até o final e confira!

Faça bons investimentos

Fazer bons investimentos é uma excelente maneira de cuidar e também de aproveitar o seu dinheiro. Afinal, fazer o dinheiro trabalhar para você ao longo dos anos tende a resultar em uma vida financeira muito mais tranquila no futuro, permitindo que você desfrute da melhor maneira possível destes valores economizados e investidos durante a vida.

Os investimentos, no entanto, são fundamentais em qualquer fase da vida. Seja para objetivos de curto, médio e longo prazo, é imprescindível realizar bons aportes, sempre checando com cuidado seu perfil de investidor, suas estratégias de investimento e suas metas financeiras.

Se você possui um capital disponível para investimentos, analise as opções existentes no mercado financeiro e escolha as melhores alternativas de investimentos. Com cuidado, empenho e atenção você conseguirá aproveitar bem o seu dinheiro e a felicidade que ele poderá lhe oferecer.

Adquira experiências

Tente deixar os itens materiais um pouco de lado e experimente comprar experiências. Mas, o que isso significa? Isso significa que você deve investir mais em momentos com a sua família e com outros entes queridos.

Programe uma viagem, vá ao cinema e crie o costume de tirar pelo menos um dia da semana para se dedicar àqueles que você ama. Se aventure, faça caminhas e conheça novos lugares.

Boas experiências proporcionam grandes prazeres, fazendo com que você se sinta extremamente feliz (não só enquanto vivencia o momento, mas também ao relembrá-lo). Essa satisfação se estenderá aos seus filhos, que guardarão tais recordações para sempre — e o melhor: as usarão de exemplo quando crescerem.

Em contextos como esse, o dinheiro e a felicidade se relacionam muito bem. Primeiro, porque você precisará de uma determinada quantia para realizar a aventura. Segundo, porque o tempo em que você estiver com a família trará uma felicidade enorme para todos.

Ouça a opinião do seu cônjuge

Os maiores problemas entre os casais não são só as brigas em relação às finanças, mas também a falta de diálogo. Muitas vezes, ambos pensam de maneira diferente — o que é normal, mas não conseguem entrar em um consenso porque ninguém quer “dar o braço a torcer”.

Para que o dinheiro e a felicidade possam ter uma boa relação, é preciso entrar em um comum acordo sobre o direcionamento das finanças familiares. Estabeleçam suas prioridades e analisem, juntos, os gastos que podem ser cortados (ou ao menos diminuídos). Uma boa conversa evita conflitos que podem magoar ambas as partes.

Portanto, não tome nenhuma decisão sozinho. Lembre-se de que vocês formam uma equipe e, para que ela possa ter sucesso, é preciso que permaneça unida, em um único propósito. A opinião do outro sempre deve ser levada em consideração.

Aproveite o agora, mas sem deixar de pensar no futuro

Apesar de ser necessário sempre priorizar a felicidade de sua família, é importante cuidar do planejamento e do controle financeiro para não passar por dificuldades futuras. Aproveite cada momento com as pessoas que você ama, mas não deixe de pensar no dia de amanhã.

Uma boa ideia para se livrar de imprevistos é criar uma reserva de emergência. Ao passar por uma situação financeira difícil, como perda de emprego ou redução do número de clientes, é possível recorrer ao valor economizado sem precisar apelar para outras linhas de crédito, que farão com que você fique endividado.

A reserva de emergência é negligenciada pela maioria das pessoas, mas é ela que vai ajudá-lo a superar o imprevisto. Suas economias também proporcionarão tempo suficiente para que você consiga se reerguer sem prejudicar o seu padrão de vida.

Ajude o próximo

É sempre bom fazer algo por alguém. Ao ajudar o próximo, você ativará regiões do seu cérebro que estão relacionados à recompensa, proporcionando uma sensação de bem-estar.

Além disso, para que o dinheiro e a felicidade possam andar juntos, é preciso explorar as possibilidades que ele oferece. Apenas acumular riquezas não proporcionará tanta alegria: é preciso aproveitar as oportunidades que a vida traz para fazer bem ao próximo. Você pode, por exemplo, fazer doações ou simplesmente comprar algum agrado para quem você ama, por exemplo.

Mas isso não significa que você deve esbanjar. Tudo o que será feito precisa estar dentro do seu orçamento, sem colocar em risco sua saúde financeira. Lembre-se sempre que ajudar o próximo não envolve, necessariamente, sacrifício. Apenas faça aquilo que está ao seu alcance.

Conclusão

Para garantir um futuro tranquilo para sua família, é preciso saber planejar as finanças e controlar os gastos. Poder aproveitar as férias para fazer uma viagem só é possível se você dispuser de uma determinada quantia em dinheiro — caso contrário, a saída será ficar em casa.

O dinheiro e a felicidade precisam andar juntos. Você não pode — e nem deve — escolher apenas um, pois ambos se complementam.

O dinheiro proporciona mais conforto e segurança, que trazem tranquilidade e alegria. Poder comprar algo que o seu filho tanto deseja também é sinônimo de felicidade, mas isso só será possível se você tiver dinheiro.Entendeu a relação?

Ter dinheiro é muito bom, mas sem felicidade ele perde a sua essência. Portanto, além de buscar sempre aumentar a sua renda e investir corretamente, procure sempre manter uma organização financeira familiar e o equilíbrio nesta relação entre o dinheiro e felicidade.

Não deixe também de cuidar do seu futuro financeiro, sem deixar de oferecer à sua família, no presente, experiências que ficarão na memória de todos. Isso faz tudo valer a pena!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

 

Artigo publicado em 28/08/2017. Atualizado em 21/03/2019.

Autor

Redação Blog de Valor

O Blog de Valor é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *