Quando se trata de investir seu dinheiro — seja em um negócio próprio ou em aplicações financeiras — é preciso ponderar as vantagens e desvantagens das opções. Uma, aliás, não exclui a outra!

É importante considerar que o país está passando por uma série de mudanças e o cenário econômico ainda está numa fase instável, mas, apesar de servir como um alerta, isso não afeta as possibilidades de obter sucesso com o seu investimento.

Não sabe onde e como investir seu dinheiro? Então, você precisa conferir este artigo. Dê uma pausa nos afazeres e continue a leitura até o final!

Será que é melhor investir em aplicações financeiras?

Quando surgem assuntos que tratam de finanças e investimentos, percebe-se que a falta de informação ainda predomina. Por isso, muitos ainda têm medo — infundado! — de investir em aplicações financeiras.

Uma grande vantagem advinda de tais aplicações é poder contar com rendimentos, mesmo que você não trabalhe com carteira assinada ou não exerça qualquer tipo de atividade. O que atrai muitos investidores, aliás, é a possibilidade de trabalhar menos ou parar de trabalhar!

Que vale a pena apostar nisso, não há dúvidas, mas é preciso saber o que fazer e diversificar os investimentos. Há muitas modalidades de aplicações financeiras dentro ou fora do mercado financeiro, como:

  • Bolsa de Valores;
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB);
  • Letras de Câmbio;
  • Tesouro Direto;
  • Imóveis para locação;
  • Letra de Crédito Imobiliário;
  • Fundo DI;
  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA).

Sugerimos que você estude cada uma delas a fim de descobrir qual oferece mais vantagens e se alinha ao seu perfil — a pesquisa aprofundada revela dicas valiosas e ajuda a evitar erros comuns de investidores iniciantes!

Será que é mais vantajoso investir em um negócio próprio?

A primeira (e mais importante) pergunta é: você tem o perfil de empreendedor?

Investir em um negócio próprio e ser o seu chefe traz muitos benefícios, mas é importante que isso esteja alinhado à sua realização pessoal. O motivo é simples: empreender pode ser um desafio prazeroso para alguns, mas um pesadelo interminável para outros, pois envolve muitos fatores:

  • recrutar e selecionar funcionários;
  • avaliar a viabilidade do negócio e estruturar um Plano de Negócios;
  • escolher o melhor sistema para gerenciar processos;
  • cuidar das áreas administrativa, operacional, financeira e comercial;
  • promover seu negócio por meio de estratégias de marketing;
  • abrir mão de feriados e se doar para uma empresa por tempo integral, até mais de 8 horas por dia.

Além disso, abrir a própria empresa não garante obtenção de lucros em pouco tempo. Portanto, avalie e considere os dois lados da moeda!

Então, qual é a melhor opção?

E então, qual é a melhor opção para você investir seu dinheiro e obter um bom retorno? Bem, a resposta só pode ser uma: depende.

Depende:

  • do quanto você tem para investir;
  • dos seus objetivos pessoais e profissionais;
  • de ter ou não um perfil de empreendedor e conseguir lidar com as obrigações que o meio empresarial apresenta, no caso de abrir o negócio próprio;
  • de ter disposição para pesquisar sobre as inúmeras opções de aplicações financeiras disponíveis no mercado e saber estipular um prazo para resgatar o dinheiro.

Ambas as opções têm riscos, mas deixar o dinheiro na poupança não é uma opção para quem deseja cuidar do que tem e multiplicar a quantia acumulada. Ademais, uma carteira de investimentos diversificada e um Plano de Negócios bem estruturado diminuem, consideravelmente, os riscos nos dois casos.

Vale lembrar que empreendedorismo e aplicações financeiras podem se complementar. Como dizem: o céu é o limite! Então, reserve um tempo para entender sobre as diferentes modalidades de aplicações e sobre o que é necessário para legalizar uma empresa e viabilizar uma ideia de negócio.

Enfim, apostar tudo o que você acumulou ao longo dos anos em uma das duas oportunidades exige reflexão. Independentemente da sua escolha, lembre-se de dedicar um tempo às pesquisas a fim de evitar erros na hora de empreender ou de investir.

Acha que acabou por aqui? Ainda tem mais! Para ajudar aqueles que se interessaram por aplicações financeiras, separamos um artigo que vale a pena ler: confira agora mesmo 5 dicas de ouro para você investir seu dinheiro!

*Este artigo foi produzido pelo GestãoClick com exclusividade para o Portal André Bona.

 

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *