Confira os principais destaques da economia e do mercado financeiro na última semana e acompanhe os próximos eventos econômicos e políticos desta semana:

Política e Mercado Financeiro

INDEFINIÇÃO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármem Lúcia, suspendeu, na madrugada desta segunda-feira (22), a posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho. A posse aconteceria às 9h de hoje graças à decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de sábado, que permitiu a nomeação da filha de Roberto Jefferson como ministra da pasta.

AFASTADOS DA CAIXA

O presidente Michel Temer afastou, na semana passada, quatro vice-presidentes da Caixa Econômica Federal que estão sendo investigados pela Polícia Federal e Ministério Público Federal por irregularidades, como corrupção e favorecimentos a empresas e políticos. O afastamento ocorreu somente após uma série de pedidos enviados à Temer pelo MPF e Banco Central, nos quais o afastamento era solicitado.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse na última terça-feira (16) que, se o governo não conseguir os votos necessários para aprovação da Reforma da Previdência no mês que vem, a Câmara não irá mais votar a proposta já que, segundo ele, há outras pautas para discussão. A previsão é que a votação aconteça em 19 de fevereiro.

BOLSA EM ALTA

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou a semana passada em alta, alcançando novo recorde de fechamento. O índice subiu 0,32% e marcou 81.219 pontos, acumulando recordes e uma alta de 2,36% na semana.

DÓLAR EM QUEDA

O dólar fechou em queda de 0,26% na última sexta-feira (19) a R$ 3,201. O patamar da moeda norte-americana frente ao real é o mais baixo desde 20 de outubro.

OTIMISMO MUNDIAL

As ações europeias avançaram na semana passada e atingiram níveis não vistos desde 2008, com o otimismo dos investidores na economia global. Enquanto isso, nos EUA, o índice Dow Jones fechava, na semana passada, acima de 26 mil pontos pela primeira vez na história.

Seu bolso

GÁS MAIS BARATO

O botijão de gás de cozinha ficou 5% mais barato nas refinarias desde o último dia 19 graças às mudanças no reajuste do produto, que agora será trimestral e não mais mensal. O repasse do desconto ao consumidor, no entanto, dependerá das distribuidoras e dos revendedores.

GASOLINA MAIS CARA (DE NOVO)

O preço médio da gasolina voltou a subir na semana passada, pela 12ª semana seguida. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), ,o preço médio por litro avançou 0,26% no país, para 4,194, apesar da redução no preço do combustível nas refinarias.

Internacional

REPATRIAÇÃO MULTIBILIONÁRIA

A Apple informou, na semana passada que deve repatriar boa parte da sua reserva internacional, de US$ 252 bilhões, aos Estados Unidos, graças à Reforma Tributária aprovada pelo congresso norte-americano no final do ano passado. Caso se concretize, esta seria a maior repatriação já feita por uma empresa para os EUA.

CHINA AVANÇA

A economia da China cresceu 6,9% no ano passado, de acordo com dados divulgados pelo país na última semana. Esta foi a primeira vez desde 2010 que o avanço da economia chinesa é maior que o crescimento visto no ano anterior.

PARALISAÇÃO NOS EUA

O governo dos EUA permanece paralisado desde o final de semana, após o Senado rejeitar uma extensão provisória do orçamento norte-americano. Com a rejeição, a administração federal ficou sem fundos para continuar operando, levando o país ao conhecido “shutdown” e paralisando atividades de servidores públicos em todo o país.

O que vem por aí

JULGAMENTO DE LULA

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) julga, na próxima quarta-feira (24), em Porto Alegre, o ex-presidente Lula, condenado pelo juiz Sérgio Moro em primeira instância no caso Triplex. O julgamento deve ter início às 8h e previsão de término às 15h, com a decisão dos juízes sobre o caso.

HISTÓRICO DO TRF-4

Até aqui, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) absolveu apenas 5 dos 77 réus condenados por Moro em ações da Lava Jato em primeira instância. Mesmo se condenado pelo TRF-4, no entanto, caberá apenas a Moro decretar sua prisão.

PRESIDENTE NA SUÍÇA

O presidente Michel Temer embarca, na noite desta segunda-feira (22) para Davos, na Suíça, onde deve participar do Fórum Econômico Mundial. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também seguirá para Davos, mas deverá participar de reuniões em Londres, na Inglaterra, antes de seguir para o Fórum.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *