Estamos em época de eleições e, para o mercado financeiro, isso significa um cenário de incerteza em que os ativos ficam mais voláteis. Também estamos vivendo um movimento jamais visto na história do país – no qual boa parte dos cidadãos está ativamente discutindo política, pesquisando sobre as propostas dos candidatos, seus planos de governo e o que pensam sobre o futuro do Brasil.

Apesar de não estar aparente, essas duas situações têm algo em comum. O cenário eleitoral desenvolve algumas preocupações na vida das pessoas. Muitas começam a se perguntar como será o futuro, algumas ficam ansiosas, outras começam a pesquisar e adquirir conhecimento para tentar antecipar o que acontecerá em seguida.

A realidade é que ninguém sabe o que acontecerá. Fuja de quem diz o oposto, pois o máximo que temos são expectativas das pessoas, sem qualquer compromisso com a realidade ou o futuro, de fato. E estes diversos cenários e indecisão no campo eleitoral são traduzidos em forma de alta volatilidade que vemos no mercado.

Devemos então nos preocupar com o que acontecerá no país? Qual movimento devemos fazer para manter nossos investimentos seguros e nos proteger dessa volatilidade? É sobre isso que falarei no artigo de hoje.

Cenário Político x preocupações

A resposta para a pergunta sobre eventuais preocupações em relação ao futuro do país é sim. Devemos sim nos preocupar com o que acontece com o país. Porém, nestas horas, devemos nos focar no que realmente importa.

O mercado de trabalho

Um dos pontos que devem ser considerados neste momento é o mercado de trabalho. Afinal, ninguém sabe o que vai acontecer amanhã, e você deve buscar manter uma estabilidade – não apenas nos períodos eleitorais – em relação à sua fonte principal de renda, seja um trabalho ou sua própria empresa.

Portanto, preocupe-se em produzir e trabalhar mais e melhor. Seja útil e esforce-se para sempre ser bom no que faz. Isso lhe diferenciará de muitas pessoas – independente de qualquer cenário, seja você empreendedor, empresário, investidor, funcionário.

Lembre-se que já ocorreram diversos problemas maiores dos que os existentes atualmente – guerras, desastres, doenças, entre outros. E, por mais que os impactos ocorram – sejam nos investimentos, na economia, no mercado de trabalho, a vida seguirá seu curso, independente de quem venças as eleições.

Os outros candidatos

As preocupações em relação a outros candidatos e ao cenário eleitoral como um todo também devem ser atenuadas. Afinal, a  única coisa que você conseguirá com preocupações em excesso relacionadas ao candidato A ou B, ou se vai acontecer X ou Y com o país, será uma tremenda de uma crise de ansiedade e problemas de saúde.

Escolha seus candidatos sabiamente, não confie em apenas uma informação, confronte fatos, pesquise no Facebook, no Youtube, no Twitter, entrevistas dos candidatos, utilize mídias alternativas, sites para conferir projetos e artigos.

Particularmente, tenho uma inclinação a ignorar os debates. Nestes confrontos de ideias, todos os candidatos se vendem de forma fantástica, se veem como o próximo messias que irá salvar o país. Vemos inconsistências nas falas, propostas e, pior, nos seus valores.

Portanto, caro leitor, pesquise muito bem. Se você acredita em algum candidato em particular e confia que ele ou ela será o melhor para o país, pesquise sobre isso, veja argumentos a favor e contra. Só não vale perder a calma ou preocupar-se excessivamente.

O cenário eleitoral e os investimentos

A resposta para a segunda pergunta  do início deste artigo, em relação a eventuais movimentos que poderiam ser feitos para manter seu investimentos mais seguros em períodos eleitorais, você talvez já saiba. Não é necessário fazer absolutamente nenhum movimento para “proteger” seus aportes.

As informações e ensinamentos promovidos pelo André Bona, tanto no Blog de Valor, quanto no canal do Youtube, incluem, logo no ínicio da trajetória do investidor, o foco em traçar seus próprios objetivos e investir de acordo com eles. Se você seguiu essas sugestões, você deverá ter em mente prazos e valores para realizar todos os seus objetivos.

Renda Fixa

Por exemplo, se sua reserva de emergência está atrelada a um investimento com liquidez diária e com taxas pós fixadas atreladas ao CDI. Não há com o que se preocupar. Independente da taxa estar 10% ou 2000% ao ano, seu investimento irá acompanhar esse movimento.

Investimentos de médio prazo também podem estar atrelados ao CDI ou IPCA e, portanto, não fará diferença, conforme exemplo anterior. Mas também pode acontecer de você estar prefixado em algum ativo. Nesse caso, se a taxa disparar, o problema não será esse – o erro terá ocorrido ao investir no ativo sem controle de risco.

Explicarei com detalhes: ninguém sabe o que vai acontecer no futuro, então você tem que alocar um percentual da sua carteira para este tipo de ativo que te deixe confortável caso ele venha a oscilar. Se você alocou 100% dos investimentos em médio prazo e pré fixou, então o erro foi seu ao investir e não controlar risco.

Independente do caso, leve o ativo até o vencimento que você receberá a taxa pactuada.

Renda Variável

O mais apavorante, no entanto, está relacionado aos investimentos de renda variável, como Ações e Fundo imobiliários. A primeira coisa a entender, nesse caso, é se o seu perfil é adequado para investir em ativos que oscila, se você está acompanhando essa oscilação e está se sentindo muito mal, preocupado, ansioso.

Se este for o seu caso, talvez, seja melhor reavaliar se faz sentido investir neste tipo de ativo.

Buy&Hold

Se o seu modo de investir na renda variável é praticando o Buy&Hold, então seu objetivo é comprar ativos para o longo prazo – isso significa comprar um ativo e, enquanto atender seus critérios, segurá-lo pelo maior tempo possível – de preferência por décadas, se for o caso.

Um investidor que utiliza o Buy&Hold busca fundamentos e os fundamentos não mudam por cotação. Na verdade, esse tipo de investidor não deve acompanhar a variação da bolsa com freqüência – quem dirá diariamente.

Os fundamentos são avaliados por fatos relevantes – que podem ocorrer a qualquer momento – e balanços patrimoniais, que são publicados trimestralmente. Então, acompanhar oscilação de curto prazo por causa de cenário político é a mesma coisa que se molhar porque saiu na chuva.

Lembre-se que a renda variável tem como principal característica ser um ativo volátil, ou seja, que varia.

Podemos até questionar o fato de um candidato ser mais pró mercado ou seu inverso mas, ainda assim, nada disso deve influenciar sua vida, porque não sabemos o que o futuro nos reserva. O candidato pró mercado, pode não conseguir emplacar reformas conforme planejado e o candidato menos favorável ao mercado pode se ver obrigado a realizar reformas que não estavam previstas no seu plano de governo.

Conclusão

Foque no que importa: na poupança ao longo dos meses  e nos seus aportes mensais. Consequentemente, foque na sua fonte de renda e não permita que períodos de instabilidade lhe tragam dissabores que poderão causar um grande impacto negativo na sua vida financeira.

Não se esqueça ainda que se preocupar com oscilação de mercado e ficar vidrado no pisca-pisca do home broker só trarão prejuízos à saúde do investidor. Se os seus objetivos foram traçados de maneira planejada, se atenha a executá-los – afinal, isso nós conseguimos controlar.

O restante das preocupações só lhe proporcionará histerismo e crises de ansiedade – então evite-as a todo custo. Lembre-se que nossos investimentos devem nos trazer tranquilidade e qualidade de vida – e, quando realizados de forma correta, não serão afetados por volatilidades e oscilações oriundas do cenário eleitoral ou em qualquer outra situação.

Autor

Yuri Bertoncini

Aluno do curso O Investimento Perfeito, possui experiência como analista de crédito PJ no mercado financeiro. Acredita que a educação financeira é um conhecimento primordial na vida das pessoas e busca espalhar essa filosofia para aumentar a qualidade de vida de todos ao seu redor.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *