Cara lembro como se fosse hoje a primeira vez em Amsterdam (local da foto de capa)! Que cidade! Louca em vários aspectos, mas um local de liberdade….não bastasse o poder andar tranquilo na rua e não ter aquela insegurança que nos rodeia no Brasil, a liberdade de ir e vir e poder fazer o que quiser é algo muito bacana. Não estou só falando das drogas lícitas por lá não, ainda que essa é mais uma liberdade interessante….é mais sobre a atmosfera do local mesmo…enfim.

Traçando um paralelo, estou sentindo isso agora que estou começando a investir lá fora…fora das fronteiras e do risco associado ao Brasil. Um mundo de opções, diversidade, oportunidade…uma atmosfera boa sabe! Menos preocupações com discussões políticas inócuas e um pensamento positivista…pensar pra frente…quais as novidades dessa ou daquela empresa que farão suas ações subirem nos próximos anos…enfim.

Numa linha Tim Maia do tipo “me dê motivos…” listo 5 pelos quais optei começar a investir no exterior….mais especificamente nos EUA.

Mais abaixo os 5 motivos listados….

  • Diversificação de Mercados.

Principio básico da confecção de portfólios: diversificação! Não sou um fã dessa ideia pois me alinho mais a visão de Buffet de colocar os ovos na mesma cesta. Mesmo assim, senti na pele, ou no bolso, os malefícios de não se estar diversificado de fato. Dia 17/05/2017 quando da delação da JBS os mercados brasileiros foram duramente atingidos e eu perdi dinheiro nos Fundos Multimercados, nas Ações e até nos títulos do tesouro. O mesmo aconteceu agora em 2018 com a escalada do dólar e aversão a risco e ao Brasil. A questão é você não está bem diversificado se os seus recursos estão todos atrelados a ativos brasileiros! Sejam eles de renda fixa ou variável. Tem que estar exposto a outros mercados.

  • Melhor balanço de Ativos x Passivos.

Quanto do seu consumo é dolarizado? Diria que hoje em dia muito! Celular, TV, roupas, tênis ou ainda mais diretamente viagens ao exterior. Todos esses passivos (despesas) dolarizadas precisam ter uma equivalência de ativos dolarizados! Caso contrário você terá que trocar o computador Dell por um Positivo, ou o a viagem para Disney por um passeio no Beto Carreiro (no offense). Para melhorar nosso Balanço precisamos ter ativos em dólar!

  • Número maior de opções.

Você é um entusiasta de energia limpa? Você acredita na Biotecnologia? Você é defensor de alimentos orgânicos? A lista poderia seguir de lojas de vídeo games a grandes empresas de petróleo….há um caminhão enorme de opções de investimentos lá fora. São milhares de empresas e/ou ETF’s dos mais diversos e variados que te permitem investir até em coisas que você entende mais do que as tradicionais Petro e Vale. Ahh e isso vale para renda fixa também!

  • Brasil é muito arriscado.

Amo meu país, mas é um fato que comparativamente a outros mercados somos considerados “lixo” para muitos investidores. Que tal investir seus recursos no Vietnã? Ou na Macedônia?  Ou quem sabe no nosso vizinho Paraguai? Pois é, esses países tem o mesmo grau de investimento que o Brasil! E não precisa nem pensar muito, a instabilidade e incerteza política e econômica…[…]

 

Leia o texto na íntegra no blog BUGG – Análises Econômicas e de Investimentos, de William Castro Alves.

Autor

William Castro Alves

Economista pela UFRGS, iniciou sua carreira em 2004 na Solidus Corretora, tendo passado pelo Koliver Merchant Bank e Banco Alfa. Atuou como analista de Investimento na XP e responsável pelas gestão das Carteiras Recomendadas.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *