14
0

Tônica da Semana: a tônica é não ter tônica!

14
0
Assessor selecionando Carteira / portifólio de investimentos
3 minutes

Tônica da Semana: a tônica é não ter tônica!

Seguindo o raciocínio da semana passada, a greve terminou, a Treasury deu uma arrefecida, a lua mudou, o VIX segue controlado….falta só a bolsa voltar a subir!

“só isso”

Enquanto isso ese sou eu olhando minha carteira nesses dias:

Comentei semana passada de que minha cabeça agora para Brasil é de que as coisas ficaram bem complicadas…. semana passada postei os gráficos da confiança dos agentes e na maioria todos para baixo….os próximos tendem a pegar os efeitos da greve dos caminhoneiros …então não espero que a confiaça melhore….a menos que Jesus faça um milagre….digo Gabriel Jesus, na Copa! Rs

Crescimento decepcionando…tivemos o dado de PIB na semana passada, assim como o PMI…a leitura é simples e direta: Not Good! E destaque para dinâmica … circulei abaixo pra mostrar que são 2 trimestres decepcionando estimativas.

Abaixo o PMI de maio…ainda acima de 50 (50,7) o que mostra que a atividade ainda esta se expandindo..mas a arrefecida ficou clara olhando o gráfico (dado anterior tinha sido 52,3).

O crescimento do volume de novos pedidos atingiu em maio o ritmo mais fraco nos 15 meses atuais de expansão, com os entrevistados citando as condições contidas do mercado e a instabilidade gerada pelas incertezas políticas.

Focus foi novamente revisado para baixo em termos de crescimento nessa segunda de manhã. 2,18% de crescimento de PIB … Acho que se der 2% temos que nos dar por muito satisfeitos! Chama atenção também que as projeções para 2019 de PIB e Selic não foram ajustadas…ou o estagiário esqueceu de atualizar a planilha ou a galera ta com medo de lançar aquele “bet” voador …já já aparece um corajoso querendo provar por A+B que o PIB ser X% ou Y% … quem não lembra do Santander mega otimista com o 2017? #prontofalei

Oportunidade? Os juros penso eu que fizeram spike e devem se acalmar um pouco….devem… ou não…não sei….com eleição pela frente eu não apostaria em queda muito acentuada desses juros não…. por outro lado, não me parece ruim uma exposição a um pré-fixado que pague 11,4% ao ano….sei que pré-fixar no Brasil é um baita risco e tem que ter muito estômago…mas as taxas subiram bem com essa estressada que deu… ou ainda uma NTN-B pagando 5,68% de juro real … enfim é pra quem tem estômago e apetite pra risco porque ainda deve chacoalhar bem durante a eleição, mas é uma…[…]

 

Leia o texto na íntegra no blog BUGG – Análises Econômicas e de Investimentos, de William Castro Alves.

 

William Castro Alves
WRITEN BY

William Castro Alves

Economista pela UFRGS, iniciou sua carreira em 2004 na Solidus Corretora, tendo passado pelo Koliver Merchant Bank e Banco Alfa. Atuou como analista de Investimento na XP e responsável pelas gestão das Carteiras Recomendadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.