Ando meio literário…semana passada, motivado por uma thread do twitter falei de um livro que gosto muito o Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdam que se relaciona muito bem com o loucura diária do mercado. Não sei vocês mas eu sempre gostei de ler…literatura era uma das minhas matérias favoritas na escola…então eu não era daqueles que lia apenas o resumo antes da prova, rs. Acabei gostando e criando o hábito.

Um dos livros que gostei bastante foi o clássico “O Cortiço” de Aluísio de Azevedo. Ele mostra como nossas atitudes, posições, opiniões, vestimentas e tudo mais são deveras influenciadas pelo meio em que nos encontramos.

Trazendo para o mercado, gosto de começar o mês com um overview macro do que está se passando por aí…qual é o ambiente de negócios, porque tal qual o Cortiço de Aluísio de Azevedo, ele nos influencia diretamente.

 

NOVIDADES POSITIVAS DO ORIENTE ? 

Começamos com um dado muito bom da indústria da China. O PMI Chinês de 50,5 (oficial) e 50,8 (privado) voltou ao patamar acima de 50 o que mostra expansão da atividade por lá. É o maior avanço desde 2012, dado que o número anterior tinha sido de 49,2. E o dado privado (50,8) voltou a se expandir depois de 4 meses.

Isso mostra que aquilo que comentei lá na Tônica do dia 04/02 sobre o pacote de socorro a economia começa a surtir efeito e mais uma vez a economia responde aos estímulos de crédito fornecidos pelo governo, tal qual mostra o gráfico do Deutsche Bank abaixo – linha cinza é a variação do crédito e linha azul o PMI:

E o mais importante: reduz um dos maiores receios que se tem atualmente em relação ao cenário macro!

COMMODITIES

Nas Commodities (linha vermelha) já comentei aqui mês passado, mas segue chamando atenção a diferença entre as commodities metálicas e energéticas (entenda-se petróleo) e os grãos (Linha verde).

Não vou me arriscar aqui, pois cada grão tem a sua realidade, mas me chama atenção, pois essas discrepâncias tendem a não perdurar….

Sobre o petróleo seguiu firme ..melhor primeiro trimestre desde 2002! Não digam que não avisei…tem até vídeo no qual falei porque investi num ETF de petróleo.

Com o dado de China e o mundo não desacelerando tanto como muitos falam, tem espaço para o petróleo seguir bem, dado os cortes de produção da OPEP.

 

E OS RICOS COMO VÃO? 

Nos EUA a tônica segue sendo a da redução do crescimento. A grande maioria dos indicadores recentes apontam para desaceleração. Aproveitando o dado da semana passada (Conference Board – linha azul), o PIB (linha preta) estimado daqui para frente tende a ser bem mais fraco:

Ruim? Sim. Mas penso que isso pode ser rapidamente alterado com uma definição de acordo entre pondo fim a Trade War. Então, do mês passado para cá, a meu ver, nada mudou! 

 

Na Europa o sentimento econômico, assim como os dados seguem não muito animadores….

Sorte que a primavera começou…o sol talvez ajude a mudar isso.

Da Europa sigo falando que meu único anseio é que não estoure nenhum “pepino” grande como um hard Brexit, um banco italiano quebrando ou coisas do gênero. 

 

BRASIL – DIFÍCIL MANTER A CONFIANÇA? 

Lembro que no Cortiço tinha um personagem de um português certinho, pai de família e tudo mais o qual se transforma face aquele ambiente desregrado do Cortiço…ele acaba por matar um e abandonar a família, um verdadeiro desastre.

Começamos o mês com uma inflexão em TODOS os indicadores de confiança da nossa economia…nada positivo… o ambiente desregrado da nossa economia está afetando o humor da…[…]

Leia o texto na íntegra no blog BUGG – Análises Econômicas e de Investimentos, de William Castro Alves.

 

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

 

Autor

William Castro Alves

Economista pela UFRGS, iniciou sua carreira em 2004 na Solidus Corretora, tendo passado pelo Koliver Merchant Bank e Banco Alfa. Atuou como analista de Investimento na XP e responsável pelas gestão das Carteiras Recomendadas.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *