O banco de investimentos BTG Pactual manteve, nesta semana, a classificação de venda para as ações das Lojas Marisa (AMAR3). A manutenção do rating de venda ocorreu após encontro da equipe da instituição com CEO e diretor financeiro (CFO) da varejista.

Em relatório enviado a clientes institucionais, os analistas Luiz Guanais e Gabriel Savi destacaram o encontro com o novo CEO da Marisa, Marcelo Pimentel, e com o CFO da companhia, Adalberto Pereira, além da equipe de Relações com Investidores da empresa.

Novo foco

Segundo eles, após manter o foco em melhorar a eficiência das operações e otimizar a estrutura de custos – no que resultou no fechamento de lojas, as Lojas Marisa agora visa abordar novas oportunidades “em uma perspectiva macro mais positiva”. Esta nova estratégia inclui, inclusive, a atração de um novo público para as lojas.

“Com novas coleções e melhores e mais produtos de moda, a Marisa tem o objetivo de atrair clientes mais jovens e de renda mais alta (renda mensal de R$ 3,9 mil, contra R$ 2,9 mil do cliente médio da Marisa) sem abdicar do baixo custo/valor abordagem”, disseram os analistas.

Agora, de acordo com o BTG, a varejista segue também focada no “rejuvenescimento de sua estratégia de marketing para atrair mais tráfego para suas lojas”.

A companhia também segue investindo em um modelo piloto de loja, na qual são oferecidos um mix diferente de produtos – como smartphones e cosméticos. Segundo o BTG, este modelo poderia “aumentar a rentabilidade das lojas e o desempenho dos serviços financeiros graças ao possível aumento do ticket médio.

Números resilientes

O relatório também ressaltou os “números resilientes” das Lojas Marisa no segmento de serviços financeiros. Os números, portanto, são positivos “apesar de um ambiente difícil para a divisão de varejo nos últimos anos”, na visão do BTG Pactual.

Soma-se a este cenário o fato de a companhia estar estudando alternativas para “se diferenciar da concorrência e aumentar a fidelidade do cliente”.

Cautela, apesar de tudo

Mesmo diante deste contexto – e da projeção de melhores números à frente, o BTG manteve a cautela quanto às ações das Lojas Marisa (AMAR3). Especialmente por conta da “perspectiva operacional ainda desafiadora”.

“A administração apresentou iniciativas bem-vindas (e em andamento) para reverter os resultados das Lojas Marisa que […] poderão beneficias os resultados da companhia. Vamos acompanhar de perto o progresso em expansão de vendas e dinâmica de margem, que deverá ser a chave para uma reclassificação nos próximos trimestres”, disseram os analistas.

Por enquanto, contudo, o BTG Pactual segue mantendo a classificação de venda para os papéis das Lojas Marisa (AMAR3).

No fechamento desta sexta-feira (23), as ações das Lojas Marisa recuaram 4,24%, cotadas a R$ 8,14 na bolsa de valores brasileira B3.

Sobre o BTG Pactual digital

BTG Pactual digital é a plataforma digital do BTG Pactual – o maior banco de investimentos da América Latina e quinto maior banco brasileiro, com mais de 35 anos de expertise em investimentos e gestão de recursos atuando no Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Argentina, Estados Unidos e Inglaterra.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *