O banco de investimento BTG Pactual recomendou aos seus clientes, em relatório divulgado ontem (26), a compra de ações da Vale (VALE3) nos níveis atuais. De acordo com o BTG, os fundamentos da empresa se mantêm fortes, justificando uma recomendação de compra dos papéis da mineradora brasileira.

Para os analistas Leonardo Correa e Gerard Roure, responsáveis pelo documento, os papéis da Vale permanecem atrativos para compra. “Recomendamos que os investidores comprem ações da Vale”, enfatizam os analistas do BTG Pactual.

Segundo eles, os investidores devem se concentrar “nas forças dos fundamentos da empresa” e não na tentativa de prever determinados movimentos – como uma possível venda excessiva de ações da Vale por fundos de pensão, que vem sido discutida pelo mercado há algum tempo.

Compra de ações da Vale

O relatório do banco de investimento recomenda a compra de papéis da mineradora brasileira nos níveis atuais, que precificam o minério de ferro a US$ 60 a tonelada – precificação considerada bastante “atraente” pelos analistas do BTG.

De acordo com os analistas, a desavalancagem e os potenciais pagamentos de dividendos ainda não foram precificados e, por isso, há uma menor preocupação com “os riscos de venda de ações no curto prazo”.

Na tarde desta terça-feira (27), as ações da Vale (VALE3) na B3 (antiga BM&FBovespa) eram negociadas a R$ 46,77 – em ligeira queda de 1,33%. No mesmo horário, o índice Ibovespa recuava 0,97% na sessão, aos 86.801 pontos.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *