Imagine se existisse um fundo de investimento de uísque, no qual os investidores adquirissem cotas de uma coleção rara de uísques de todo o mundo e ganhassem dinheiro com a valorização e negociação destas bebidas ao longo do tempo. Pois este fundo existe, é regulamentado e deverá começar a ser negociado na bolsa de valores ainda neste mês de abril.

O The Single Malt Fund deveria ter estreado na bolsa da Suécia (Nordic Growth Market), na cidade de Estocolmo, no mês passado, mas a data acabou sendo adiada por conta da intensa procura por investidores de todo o mundo. O fundo funciona, basicamente, como qualquer outro fundo: ao comprar cotas do The Single Malt Fund, o investidor passa a ter direito a uma pequena parte de uma coleção de garrafas raras e edições limitadas da bebida.

Regulado pelos órgãos de fiscalização financeiros e pelas autoridades suecas, o primeiro fundo de investimento de uísque do mundo é composto por uísques “single malt” de diversos países do mundo. As cotas serão negociadas como uma ETF na bolsa sueca e os lucros deverão ser reinvestidos no fundo até o seu encerramento, em seis anos – não havendo, portanto, o pagamento de dividendos neste período.

Segundo o site do The Single Malt Fund, o retorno esperado do investimento é de 10% ao ano. A taxa de administração anual obrigatória do fundo é de 2,5%.

Mercado em expansão

De acordo com o criador do fundo, o empreendedor Christian Svantesson, a ideia para criação de um fundo de investimento de uísque surgiu em 2015, a partir de uma conversa entre amigos. Segundo ele, os bons retornos históricos dos investimentos em uísque e a aceleração do mercado nos últimos anos pesaram a favor da novidade.

Os dados do índice RW Apex 1000 – composto por mil uísques “single malts” mais valiosos do mundo – confirmam o bom momento do mercado da bebida em todo o mundo. De acordo com o índice, o preço de uísques “single malt” avançou 28% em 2017 e mais de 370% desde 2010.

Além disso, não é raro ouvir notícias de garrafas raras de uísque sendo adquiridas por valores astronômicos, que costumam superar facilmente cinco dígitos – algumas edições limitadas chegam a custar centenas de milhares de dólares.

Investindo no fundo de investimento de uísque

Segundo o criador do fundo, qualquer investidor pode adquirir cotas do investimento. O prazo para adesão ao fundo se encerra no dia 20 de abril.

No site do The Single Malt Fund é possível ter acesso ao prospecto do fundo, informações sobre a gestão do investimento e números relativos ao mercado de uísque pelo mundo. Na sessão FAQ do site o investidor também pode tirar dúvidas sobre o primeiro fundo de investimento de uísque do mundo e sobre como adquirir algumas cotas.

E você, investiria em um fundo de investimento de uísques raros e valiosos? Deixe seu comentário!

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

 

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *