Crescer profissionalmente é um desejo natural de qualquer profissional, não é mesmo? Porém, apesar de ser um desejo tão comum, nem todas as pessoas conseguem atingir este objetivo.

A verdade é que muitos profissionais batem na trave do crescimento profissional apostando em atitudes e hábitos que o acabam afastando do sucesso e do avanço financeiro. São verdadeiras ciladas para quem busca crescer na profissão e alcançar suas metas pessoais e profissionais ao longo do tempo.

Estas práticas tóxicas para qualquer profissional, no entanto,  podem ser perfeitamente neutralizadas  ao se adotar atitudes muito mais saudáveis no seu ambiente de trabalho e também no seu dia a dia pessoal.

Quer saber como? Então continue a leitura do artigo de hoje para conhecer 4 atitudes que devem ser evitadas por quem está em busca do crescimento profissional e descubra como evitá-las diariamente e não cair em ciladas quando o assunto é a sua profissão.

Acompanhe!

1. Inferiorizar suas capacidades

Colocar a si mesmo numa posição inferior não ajudará você a crescer profissionalmente. Se você não souber se impor de maneira firme, mas educada, não souber se comunicar de forma assertiva e não conhecer suas capacidades a fundo e seus limites, pode acabar se tornando passivo no ambiente empresarial.

Um profissional passivo tende a ficar cada vez mais distante do crescimento profissional, não consegue expor suas ideias e dificilmente ganha o respeito de seus colegas de profissão ou seus superiores.

Além disso, um profissional que inferioriza suas capacidades e não busca extrair o melhor de si acaba tendo dificuldades para conseguir aquela promoção ou aquele aumento salarial. E isso tende a deixar qualquer profissional ainda mais para baixo – resultando em desmotivação e fazendo-o duvidar de suas próprias capacidades.

Portanto, para conquistar o crescimento profissional, não inferiorize suas capacidades e mantenha sua autoestima sempre em alta. Expresse-se, dedique-se e sinta-se capaz. Com empenho e crença em suas próprias habilidades profissionais você conseguirá alcançar o crescimento profissional desejado.

2. Supervalorizar a si mesmo

O extremo oposto da desvalorização, por outro lado, também existe. E acredite: esta prática é ainda mais desagradável para quem está por perto.  Por isso, lembre-se sempre que um profissional que deseja se destacar entre os demais e crescer profissionalmente não deve supervalorizar a si mesmo.

Os profissionais que se supervalorizam costumam ser os últimos a perceber suas próprias atitudes e acabam até mesmo perdendo excelentes oportunidades profissionais e pessoais pelo simples fato de não manterem a humildade no seu dia a dia.

É claro que é muito saudável ter uma autoestima boa, fazer um trabalho competente do qual se orgulhe. Mas você não precisa deixar isso transparecer de forma insistente, pois pode soar arrogante e desagradável.

Além disso, muitas pessoas com esta postura acabam caindo no engano de que sempre acertam ou de que já sabem tudo o que necessitam. E, na maioria das vezes, vida se encarrega de mostrar que isso nunca é verdade.

O melhor, portanto, é mostrar um pouco de humildade e generosidade com os demais e sempre estar disposto a aprender. Afinal, até mesmo os maiores profissionais do mundo não sabem tudo de todas as coisas, não é mesmo?

3. Fazer apenas o necessário

Fazer o que for necessário no seu ambiente de trabalho e desempenhar seu papel enquanto profissional é imprescindível para crescer profissionalmente. Apesar disso, fazer o “básico” apenas no seu dia a dia dificilmente irá levar você para mais longe.

A postura de um profissional a escolha entre fazer o que é apenas necessário ou ser proativo tende distinguir os profissionais comuns daqueles que podem crescer profissionalmente. Os profissionais de sucesso costumam vestir  a camisa da empresa e se esforçam a todo tempo, fazendo mais do que o necessário e buscando sempre entregar resultados e solucções.

isso significa que fazer somente as funções básicas que são delegadas a você dificilmente irá fazer você ser notado. Você pode fazer o que é necessário de forma extraordinária ou pode buscar exercer um pouco mais do que suas funções e mostrar-se necessário para sua equipe e para o negócio no qual você está inserido.

Envolva-se com a organização na qual você trabalha de maneira mais fluída e se ofereça para ajudar – independente de ganhos ou de salário. Quando você mostra disposição e vontade de trabalhar, é muito mais fácil ser valorizado e conquistar o crescimento profissional que você sempre quis.

4. Não ter boas relações profissionais

A maior parte das empresas depende de diversos funcionários e dos resultados que cada um deles geram para o negócio, não é verdade? Para que tudo gire perfeitamente, porém, é preciso mais do que cada um realizar sua tarefa corretamente: é preciso que todos trabalhem em consonância, em prol de um objetivo.

Esta realidade, no entanto, só é possível de ser conquistada quando as relações profissionais entre os colaboradores de uma empresa sejam eficientes. Afinal, o bom relacionamento é absolutamente necessário em praticamente todos os setores da nossa vida.

Por conta desta necessidade, o crescimento profissional quase sempre está intimamente ligado com a capacidade do profissional de se adaptar e nutrir boas relações profissionais com seus colegas de trabalho e com seus superiores. Isso significa ser cordial, usar de simpatia, buscar ajudar sempre que necessário e fazer, de fato, parte da equipe.

Se você não costuma manter boas relações profissionais no trabalho, é preciso ter atenção e buscar alternativas de transformar estas relações. Com calma e uma boa dose de empenho é perfeitamente possível manter estas relações positivas no trabalho e ganhar muito com isso.

Evitando estas 4 atitudes no seu dia a dia ficará muitos mais fácil alcançar o crescimento profissional em qualquer área de atuação e no menor tempo possível.

E você, conhece outros hábitos que devem ser evitados no dia a dia por quem deseja crescer profissionalmente? Então deixe seu comentário!

Autor

Equipe André Bona

Nosso site é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *