O fundo cambial é um termo bem conhecido dentro do mercado de investimentos. Trata-se de uma modalidade de investimento, que pode ser uma alternativa para quem possui um perfil de investimento mais moderado ou arrojado e busca uma maior diversificação nos investimentos.

Utilizado, muitas vezes, visando a proteção dos recursos dos investidores, principalmente para evitar perdas em momentos de grandes flutuações do fluxo cambial de moedas como o dólar e o euro, o fundo cambial pode fazer parte também da carteira daqueles que visam obter rendimentos a partir das variações do mercado de câmbio.

Para saber mais detalhes sobre essa modalidade, continue acompanhando este artigo!

O que é fundo cambial?

O fundo cambial é um fundo de investimento aberto. que aplica em produtos vinculados às moedas estrangeiras. Em um fundo cambial, ao menos 80% da carteira deve ser composta por ativos relacionados a moedas estrangeiras.

Vale destacar, no entanto, que fundos cambiais não investem diretamente em moeda estrangeira, mas sim em títulos referenciados nestas moedas. Estes fundos também realizam operações com derivativos ligados ao câmbio.

Embora seja quase sempre utilizado como forma de proteção dos recursos do investidor em outra moeda, eventualmente o fundo cambial também podem ser usado por quem deseja lucrar com uma variação positiva da moeda escolhida.

Quando utilizado como proteção dos recursos diante das oscilações de câmbio, o fundo cambial pode ser considerado de baixo risco. Se, no entanto, o objetivo é ganhar dinheiro com a evolução dos ativos que compõem o fundo, o investidor acaba se expondo a riscos oriundos da volatilidade do câmbio.

Como funciona esse tipo de investimento?

Como você já sabe, um fundo cambial exige que 80% da carteira seja aplicada em investimentos ligados à moeda estrangeira e variação cambial. É o câmbio, portanto, o fator determinante de risco nestes investimentos.

Os 20% restantes da carteira do fundo devem ser aplicados em títulos e operações de renda fixa mais conservadoras, com riscos praticamente nulos, garantindo uma rentabilidade estável.

Assim como em outros fundos, os fundos cambiais são compostos por diversos investidores, conhecidos como cotistas. Os recursos destes cotistas são aplicados e geridos por meio de um gestor profissional. Vale destacar também que os fundos cambiais não são operados na Bolsas de Valores, diferente do que muitas pessoas acreditam.

Para investir nessa modalidade, o cliente pode optar por diversos valores iniciais, com o mercado financeiro oferecendo opções para investidores de todos os portes.

Outro ponto de destaque é que, apesar de ser um investimento que trabalha com moedas estrangeiras, o resgate é sempre feito na nossa moeda local (reais).

Vale a pena investir em um fundo cambial?

Os fundos cambiais podem ser uma boa alternativa para a diversificação de uma carteira moderada ou arrojada. No entanto, é entre investidores que buscam proteção em relação à variação cambial que os fundos cambiais são mais famosos.

Os fundos cambiais podem ser opções, por exemplo, para investidores que planejam despesas no exterior, como viagens e intercâmbios, já que essa modalidade ajuda a preservar o poder de compra com moedas estrangeiras. Aqueles que possuem obrigações em moeda estrangeira, como empresas que atuam no exterior, por exemplo, também costumam fazer uso dos fundos cambiais para proteger seu capital.

Esta modalidade de investimento também pode fazer sentido para aqueles que desejam obter ganhos a partir da variação cambial.

É importante apenas que o investidor tenha em mente que os fundos cambiais possuem riscos de flutuação da moeda estrangeira. Quanto à liquidez, de maneira geral, os fundos cambiais costumam ter liquidez bastante alta e, por isso, permitem ao investidor retirar seus recursos investidos pouco tempo após o pedido de resgate.

Antes de optar por investir ou não em um fundo cambial, considere os seus objetivos pessoais enquanto investidor e sua tolerância a riscos. Lembre-se que qualquer decisão de investimento deve ser pautada em suas metas, prazos e no seu perfil de investidor.

Conclusão

Os fundos cambiais são uma modalidade de investimento direcionada a investidores mais moderado e arrojados, que buscam obter rendimentos com a variação cambial ou fazer proteção de seu capital. Podem ser boas opções de investimento, desde que o aporte seja feito com consciência, alinhado ao perfil e metas do investidor, seja ele pessoa física ou pessoa jurídica.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o que é e como funciona o fundo cambial ficará mais fácil tomar uma boa decisão de investimento!

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para se inscrever em nossa newsletter para receber com exclusividade outros materiais sobre finanças e investimentos em seu e-mail.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *