Confira os principais destaques da economia e do mercado financeiro na última semana e acompanhe os próximos eventos econômicos e políticos desta semana:

Política e Mercado Financeiro

LULA CONDENADO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado, na última quarta-feira (24), a 12 anos e 1 mês de prisão no caso do “triplex”. A decisão do TRF-4 em segunda instância foi unânime e pode ser decisiva nas eleições deste ano.

AINDA EM LIBERDADE

Apesar da condenação, Lula ainda não foi preso e não está impedido – ao menos por enquanto – de concorrer às eleições de 2018, embora o impedimento possa ocorrer nos próximos meses por conta da Lei da Ficha Limpa.

PASSAPORTE RETIDO

Enquanto a defesa do ex-presidente recorre da decisão e busca apoio no STJ e STF para evitar a prisão, a justiça determinou, no dia seguinte ao julgamento, a entrega do passaporte do petista, que ficou impedido de sair do país provisoriamente.

RECORDES NO IBOV

Com investidores otimistas após a condenação do ex-presidente Lula em segunda instância, o Ibovespa bateu recordes e fechou a semana acima dos 85 mil pontos. Na sexta-feira, o principal índice da bolsa brasileira subiu 2,21%, aos 85.530, acumulando alta de 10% em 2018.

DÓLAR MERGULHA

Já o dólar caiu forte na semana – também por conta do otimismo do mercado após a condenação de Lula, e chegou ao final de sexta-feira cotado a R $ 3,14, na menor cotação desde outubro de 2017.

Seu bolso

ALÍVIO TEMPORÁRIO

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, na última sexta-feira (26), que a bandeira tarifária continuará verde em fevereiro no país. Isso significa que, para o próximo mês, não haverá cobrança extra nas contas de luz.

MERCADO DE TRABALHO

O Brasil fechou mais de 20,8 mil postos formais de trabalho em 2017, de acordo com dados do Ministério do Trabalho. O ano de 2017 foi o terceiro consecutivo com perdas de vaga formais, mas o resultado menos negativo desde 2015 já que, entre 2015 e 2017, mais de 2,8 milhões de vagas foram fechadas no país.

DIFERENÇA TÍMIDA

O valor das aplicações no programa Tesouro Direto superou em R$ 2,88 bilhões os resgates de investimento em 2017 – resultado 74,8% mais baixo que em 2016, quando a diferença alcançou R$ 11,4 bilhões, de acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional. Segundo o Tesouro, o número de investidores no programa no ano passado subiu 62,7%.

O que vem por aí

REFORMA EM PAUTA

De volta ao Brasil após participar do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, o presidente Michel Temer deverá se concentrar agora em angariar votos necessários para a aprovação da Reforma da Previdência. A proposta deverá ser votada na Câmara em meados de fevereiro.

NO BANCO DOS RÉUS

Após ser condenado em segunda instância no caso “triplex”, o ex-presidente Lula deve voltar em breve aos tribunais. De acordo com informações do jornal O Globo, o juiz Sérgio Moro deverá julgar o petista no final de março, no processo no qual Lula é acusado de receber vantagens ilícitas da Odebrecht.

SIMPLES NACIONAL

O prazo para empresas aderirem ao regime tributário do Simples Nacional em 2018 termina na próxima quarta-feira (31). Neste ano, empresas com faturamento de até R$ 4,8 milhões anuais podem optar por esse regime de tributação.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *