*Este artigo foi produzido pelo App Renda Fixa com exclusividade para o Portal André Bona.

 

Sabemos o quanto não estamos isentos das eventualidades da vida, pois o imprevisto irá acontecer, inevitavelmente. Pode-se dizer que isso é a única certeza que nós temos. Exemplo: uma viagem de última hora, problema de saúde, desemprego, um pequeno acidente, perda de negócio, o carro que quebra e entre outros. Independente da natureza da imprevisibilidade é aconselhável se precaver.

Ter uma reserva de emergência é a melhor maneira de estar preparado para os imprevistos, além de garantir a tranquilidade da sua família, por causa dessa reserva financeira você não precisará recorrer a terceiros, a cartões de crédito, cheque especial ou empréstimos bancários, pois a maioria desses recursos vêm acompanhados de altas taxas de juros que podem te deixar endividado por bastante tempo.

Em contrapartida, a estratégia de reservar pode lhe trazer novas oportunidades de investimento tornando sua reserva de emergência em reserva de oportunidade. Nunca se sabe quando pode surgir uma oportunidade de investir em um novo negócio, uma franquia ou implementar mudanças na empresa já existente, não é mesmo?

Sob as duas perspectivas, se você é do tipo que sempre busca se prevenir, este post vai explicar sobre reserva de emergência. Continue acompanhando e confira um guia definitivo da reserva de emergência!

O que é uma reserva de emergência?

A reserva de emergência é um dinheiro guardado que vai continuar suprindo seus gastos e mantendo seu padrão de vida, por um tempo determinado, em casos de imprevistos. A reserva de emergência oferece essa segurança, sendo capaz de te ajudar a colocar os pagamentos em dia e resolver qualquer pendência sem maiores preocupações.

Por onde começo a montar minha reserva?

É ideal que a sua reserva de emergência cubra seu custo de vida por, no mínimo, 6 meses. Portanto, para calcular suas despesas mensais, faça um orçamento somando os gastos fixos, os variáveis e os extras.

Por exemplo, se você tem uma despesa mensal de R$ 4 mil por mês, a sua reserva de emergência deve ser de R$ 24 mil. Nos gastos fixos entra o aluguel, condomínio, alimentação, água, luz, telefone, internet e outros. E nos variáveis pode-se incluir o cartão de crédito, remédios, transporte e etc.

Este custo total é apenas um exemplo de como ficará tranquilo nos próximos 6 meses, e, por esse motivo, é imprescindível que você calcule de acordo com o seu gasto mensal e comece a construir a sua reserva o mais rápido possível.

Quais são os melhores investimentos?

Antes de começarmos a entender quais são os melhores investimentos. A poupança é a única alternativa simples de aplicar seu dinheiro. Certo? Errado! Muito errado! Entenda. Foi-se o tempo em que existia apenas uma forma de aplicar seu dinheiro. Hoje em dia, há opções simples de investir ou aplicar de forma mais rentável e vantajosa.

Mas, em se tratando de reserva de emergência, é essencial que o valor guardado esteja acessível para você em momentos de urgência.

Por essa razão, seu dinheiro deve ser aplicado em investimentos com baixo risco e liquidez diária que, geralmente, oferece retorno rápido. Isso significa que você pode solicitar o resgate do valor a qualquer momento.

Então, quais são os investimentos mais indicados nesses casos?

O Tesouro Selic é um título público emitido pelo governo federal que faz parte de títulos públicos do governo muito conhecido como Tesouro Direto.

Ao aplicar no Tesouro Selic, você empresta dinheiro para o governo brasileiro em troca de receber no futuro uma remuneração por este empréstimo, ou seja, você receberá o que emprestou mais os juros sobre este empréstimo. Com essa alternativa, você não só se beneficia como também ajuda o país a investir em saúde, educação e infraestrutura.

As vantagens do Tesouro Selic é que o mesmo possui liquidez diária, esse tipo de título é ideal para a sua reserva de emergência.

CDB com liquidez diária

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de renda fixa emitido por bancos privados. Na prática, este é um tipo de investimento onde você empresta dinheiro para o banco em troca de receber com juros por isso.

Dessa forma, invertemos a perspectiva sobre empréstimos, porque geralmente nós vemos as pessoas indo aos bancos pegar empréstimos, mas com o CDB, você quem estará emprestando dinheiro.

Normalmente, a rentabilidade do CDB está atrelada ao CDI (Certificado de Depósitos Interbancários). De forma simples, o CDI é uma taxa para nós, mas um empréstimos entre os bancos para manterem seus caixas com saldo positivo e utilizarem essa taxa para equilibrarem a quantidade de saques e depósitos realizados em cada um.

Observação: Os rendimentos adquiridos nos CDB’s são descontados no Imposto de Renda. Lembre-se disso!

Por outro lado, o CDB com liquidez diária proporciona a possibilidade de resgatar seu dinheiro investido a qualquer momento. É verdade! Depois da solicitação, o seu dinheiro pode cair na sua conta no mesmo dia.

LCI e LCA com liquidez diária

O LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e o LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), são títulos de renda fixa do setor privado, ou seja, setor bancário, mas, neste caso, o banco já fez o empréstimo para alguma iniciativa no setor imobiliário (LCI) ou no setor de agronegócio (LCA). Vale levar em consideração que tanto LCI’s quanto LCA’s são isentas de imposto de renda, o que significa que nesse tipo de título o que for gerado de rentabilidade vai direto para você sem cobrança de imposto de renda aplicado sobre o lucro do investimento.

Estas aplicações são bastante vantajosas por se tratarem de títulos de liquidez diária, o que pode ser uma garantia para o seu fundo de emergência.

Necessidade de Consumo X Desejo de Consumo

Muitos confundem desejos imediatos com situações de emergência, por isso a necessidade de discernir essas duas coisas para que você não comprometa sua reserva financeira e acabe perdendo dinheiro ao solicitar uma retirada antes do prazo.

Ao construir a sua reserva coloque no papel os gastos por categoria, isso lhe permitirá ver os gastos supérfluos que, obviamente, não pode ser alvo da sua reserva de emergência. Não se esqueça: quanto maior for a sua reserva maior será a sua tranquilidade. Se controla!

Se você gostou deste artigo sobre o guia definitivo da reserva de emergência e quer ver mais conteúdos como este, continue acompanhando as nossas publicações e confira também os nossos artigos anteriores no arquivo aqui no blog.

Tem alguma dúvida ou quer fazer uma sugestão? Deixe o seu comentário aqui abaixo!

 

*O App Renda Fixa é uma plataforma de comparação de investimentos, que permite ao investidor buscar e comparar produtos de renda fixa de maneira simples e intuitiva.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *