Você já teve a curiosidade de saber onde os ricos investem no mercado financeiro? Esta é uma dúvida que muita gente possui e foi justamente por conta disso que decidi escrever o artigo de hoje.

Antes de falar sobre onde os ricos investem, é preciso falar sobre educação financeira. Atualmente – principalmente por conta de uma educação financeira incompleta e por diversas informações tendenciosas que são divulgadas na internet, muitos pequenos investidores acreditam que as corretoras são as melhores opções para realizar investimentos.

Porém, como já expliquei em outras oportunidades, as corretoras de valores são intermediários que se concentram no mercado de varejo. Se comparadas aos bancos, as corretoras têm um tamanho imensamente menor. Ter noção desta realidade é fundamental para entender melhor as escolhas de investimento dos investidores mais ricos e para não perder o senso de proporção e tamanho das instituições e corretoras no mercado financeiro.

Onde os ricos investem, afinal?

Para responder a esta pergunta, contei com o auxílio de um ranking das maiores gestoras do país – produzido  pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) em 2017. Este levantamento mostrou as maiores gestoras por segmento, como o private e o varejo alta renda, por exemplo.

Baseado nestas informações, criei um relatório do segmento private – ou seja, aqueles que possuem maior quantidade de dinheiro investido. Neste segmento, se destacaram Itaú Unibanco, Credit Suisse, BTG Pactual, entre outros.

Confira, a seguir, as principais gestoras do segmento private no país em ordem de destaque, com base no ranking da Anbima das maiores gestoras em 2017:

1. Itaú Unibanco – R$ 77 bilhões investidos no segmento private;

2. Credit Suisse – R$ 66 bilhões investidos no segmento private;

3. Banco do Brasil – R$ 40 bilhões investidos no segmento private;

4. BW Gestão De investimentos (que administra um fundo familiar) – R$ 38,5 bilhões;

5. BTG Pactual – R$ 32 bilhões investidos no segmento private;

6. Bradesco – R$ 32 bilhões investidos no segmento private.

Além destas instituições, destacaram-se o Banco Votorantim, o Verde Asset Management, Banco Safra e o Banco Santander. No segmento private, estes nomes são os top 10 – e onde os ricos investem, de fato.

Clique aqui e confira as 40 principais gestoras do segmento private desta lista.

São estas as gestoras mais utilizadas pelos milionários brasileiros – e não as corretoras de valores. Nos top 40 gestoras do ranking da Anbima – inclusive – não aparece sequer o nome da maior corretora do país, corroborando com a informação de que as corretoras têm tamanho mínimo se comparadas aos grandes bancos e com o fato de que elas se concentraram no atendimento aos clientes do varejo – diferente das grandes instituições financeiras listadas acima.

Expertise e assessoria gratuita

É importante ter em mente, no entanto, que não são apenas os ricos que podem contar com a expertise de algumas destas instituições. O BTG Pactual, por exemplo, disponibiliza diversas opções de investimentos de diversas instituições por meio de uma única conta – assim como fazem as corretoras – em sua plataforma digital (BTG Pactual digital).

O banco também oferece uma assessoria de investimentos gratuita aos pequenos e médios investidores. Para ter acesso à assessoria e ao know-how da equipe BTG Pactual, basta que o investidor utilize a plataforma do BTG Pactual digital diretamente no seu computador ou smartphone, sem taxas ou tarifas mensais. Para fazer seu cadastro gratuito no BTG Pactual digital, clique aqui!

E você, costuma realizar suas aplicações em instituições onde os ricos investem? Deixe seu comentário!

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *