Confira os principais destaques do dia no mercado financeiro, segundo a casa de análises Eleven Financial:

PERDAS NAS BOLSAS MUNDIAIS EM 2018

As perdas acumuladas das bolsas mundiais em 2018 são um dos principais destaques da casa de análises Eleven Financial nesta sexta-feira (28) – dia do último pregão deste ano na bolsa brasileira. De acordo com a Eleven, um dos destaques negativos do ano no mercado financeiro mundial foi a bolsa de Xangai, na China, que perdeu 24,6% e 2018 – o pior resultado desde 2008.

RECUOS AO REDOR DO GLOBO

A bolsa de Xangai, no entanto, não foi a única a acumular perdas neste ano. A bolsa de Tóquio, no Japão, recuou 12,2% no período, enquanto o S&P 500, nos EUA, acumulou peras de quase 7% até a última quinta-feira (27). Na Europa, as perdas foram maiores na bolsa de Londres, que apresentou desvalorização de 13,01% em 2018.

INDICADORES ECONÔMICOS

No mercado doméstico, a Eleven Financial destaca a agenda de indicadores econômicos no último dia útil do ano para o mercado financeiro. Em dezembro, o indicador IGP-M ficou em -1,08%, em linha com as projeções, enquanto acumulou alta de 7,54% no ano.

QUADRO SOCIETÁRIO ENERGISA (ENGI11)

O Conselho de Administração da Energisa (ENGI11) aprovou, nesta sexta-feira (28), um acordo de investimento entre o Itaú Unibanco e a companhia, tornando o Itaú acionista minoritário no quadro acionário da nova sociedade – nomeada pela companhia como Energisa Participações minoritárias S.A. (“Energisa Participações”). Com a operação o Itaú passou a ser titular de todas as ações preferenciais de emissão desta empresa, enquanto a Energisa terá a totalidade das ações ordinárias.

MAIORES ALTAS E BAIXAS DO IBOVESPA

As empresas Eletrobras (ELET3/ELET6), B2W (BTOW3), Iguatemi (IGTA3) e Multiplan (MULT3) foram as companhias que apresentaram as maiores altas no Ibovespa na sessão da última quinta-feira (27), de acordo com a Eleven Financial. Já os papéis da Suzano Papel e Celulose (SUZB3), TIM Participações (TIMP3), Telefônica Brasil (VIVT4), Gerdau (GGBR4) e CVC Brasil (CVCB3) tiveram as maiores baixas do dia.

Como escolher as melhores ações e fundos imobiliários?

Investir em renda variável e compor parte da carteira de investimentos com ações e fundos imobiliários é fundamental para muitos investidores.

Quer estar preparado para fazer as melhores escolhas em relação aos seus investimentos em renda variável? Então clique aqui e conheça o serviço de análises que o educador financeiro André Bona utiliza para escolher ações e fundos imobiliários e montar sua carteira de investimentos.

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *