Trabalhar de casa – o chamado home office – é o sonho de muitas pessoas. Felizmente, cada vez mais aumenta o número de empresas formatadas com equipes que trabalham de forma remota e que conseguem ser tanto ou até mais produtivas do que a maneira tida como tradicional.

A possibilidade de terceirizar várias funções dentro de uma organização também resultou no crescimento do home office, especialmente em áreas como marketing, comunicação. Mas, para que o home office realmente acabe sendo uma boa opção para você, existem algumas questões que precisa prestar atenção.

Elencamos, nas próximas linhas, 6 dicas de como trabalhar de casa. Confira!

1. Entenda que trabalhar de casa não é trabalhar menos

Há quem ache que fazer home office é poder dormir até tarde, ir para a academia no meio da manhã e visitar amigos depois do almoço. Isso porque, pelo menos em teoria, quem trabalha de casa faz seus horários como quer (salvo nos casos em que a pessoa tenha que seguir os horários de uma empresa).

Especialmente freelancers podem ter essa ideia de liberdade quando pensam no assunto. Apesar de que realmente no home office na maioria dos casos o profissional é dono do seu tempo, é importante criar uma rotina.

Se por um acaso a academia no meio da manhã entrar na sua rotina de trabalho, não tem problema.  O que você precisa cuidar é em saber estabelecer limites para a liberdade que o home office pode proporcionar.

2. Entenda que trabalhar de casa não é trabalhar mais

Se há quem ache que home office é sinônimo de trabalhar pouco, têm aqueles que já pensam o contrário. Aqui precisamos considerar dois pontos.

O primeiro é que, como acontece na maioria das empresas hoje em dia, vez ou outra um profissional pode acabar tendo que fazer algumas horas extras para concluir um projeto. O mesmo pode acontecer para quem trabalha de casa.

O segundo ponto – e aí é que precisamos cuidar – é, mais uma vez, sobre não estabelecer limites. É comum ouvirmos pessoas que fazem home office dizerem que não conseguem parar de trabalhar.

Isso acontece especialmente porque, como a pessoa está em casa, tem sempre a sensação de que deveria ocupar seu tempo trabalhando. Em casos extremos, acaba até sentindo-se com culpa quando encerra as atividades e vai assistir televisão.

Mais uma vez, é importante criar uma rotina. Estabeleça um horário para parar de trabalhar e, após ele, nada de checar e-mail ou WhatsApp.

3. Escolha bem o local para trabalhar

O mais indicado é ter um cômodo para ser exclusivamente o seu escritório. Assim, quando suas atividades do dia encerrarem e quando chegar o fim de semana, você não terá aquela sensação de que está sempre olhando para o trabalho (e evita o sentimento de culpa por não estar trabalhando).

Como isso nem sempre é possível para quem trabalha de casa, certifique-se de escolher um lugar tranquilo e limpo. Pense que você está montando o escritório da sua empresa. Então, na hora de definir o local para fazer o home office, leve em consideração que ele precisa garantir a sensação de organização e impulsionar a sua produtividade.

4. Tenha as ferramentas necessárias

Para que você tenha o conforto necessário para trabalhar de casa, invista nas ferramentas certas. Isso inclui todas aquelas das quais você precisa para exercer sua função, como softwares e um bom acesso à internet. Aqui é importante incluir também as ferramentas necessárias para montar o seu escritório.

Considere como você montará sua estação de trabalho e procure ter um suporte para laptop, um teclado e um mouse externo, uma boa iluminação, cadeira ergonômica, espaço para colocar materiais de escritório que você utiliza (como um bloco de notas), entre outros.

5. Crie um ambiente acolhedor

O seu escritório em casa tem que ser mais confortável do que em uma empresa. Além das ferramentas necessárias especialmente para sua estação de trabalho, considere também dar toques extras ao seu espaço.

Caso você utilize um cômodo separado para trabalhar, coloque umas plantas, cole post-its com frases de motivação na parede ou em um mural, acenda uma vela aromática de vez em quando, enfim, pense em itens que possam lhe ajudar a executar seu trabalho de forma tranquila (mesmo que ele seja estressante).

Caso você não tenha um quarto na casa para ser o seu escritório, não tem problema. Você pode, do mesmo jeito, decorar sua estação de trabalho com itens que sejam acolhedores e que transmitam uma boa sensação.

6. Saia da cadeira

Quando estamos em um escritório, a tendência é que nos levantamos mais e estamos mais em movimento. Além disso, existem as pausas do café ou as saídas para o almoço que nos permitem conversar com outras pessoas e fazer uma caminhada (por mais curta que seja).

Quando o trabalho é feito em casa não temos outros colegas nos chamando e, justamente por termos menos interrupções, é mais natural trabalharmos sem parar. Evite ficar sentado na cadeira o dia inteiro e se dê pausas durante o trabalho para fazer um alongamento.

Ainda, se você conseguir incluir uma atividade física na sua rotina, faça isso. É importante que você tenha também um tempo para conversar com outras pessoas e fazer algo diferente.

E então, pronto para trabalhar de casa?

Trabalhar de casa pode ser a coisa mais maravilhosa do mundo, como também o maior pesadelo da sua vida. Para pessoas que trabalham em grandes centros urbanos, o home office pode inclusive ser ótimo para a saúde mental.

Esperamos que com essas nossas dicas você consiga fazer seu home office com ainda mais qualidade e produtividade. E, além de trabalhar de casa, lembre-se que você pode também, de vez em quando, frequentar um espaço de coworking.

Mas, se você tem uma empresa e trabalhar em casa é uma experiência atípica para você, confira então como aumentar a produtividade da sua equipe!

 

 

*Este artigo foi produzido pela ABContent com exclusividade para o Portal André Bona.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *