O Banco Central (BC) decretou, nesta sexta-feira (5), a liquidação extrajudicial da corretora Walpires nesta sexta-feira (5). Em decisão assinada pelo presidente da autarquia, Ilan Goldfajn, o BC destacou a “grave situação patrimonial e de liquidez” da Walpires, que tem sede em São Paulo.

De acordo com o BC, a liquidação extrajudicial da corretora Walpires foi decretada devido não somente à “grave situação patrimonial e de liquidez” da instituição, mas também por conta das “graves violações às normas legais que disciplinam a atividade da instituição, bem como a existência de prejuízos que sujeitam a risco anormal os seus credores”.

Em casos de liquidação, a CVM orienta que os clientes que possuem valores mobiliários custodiados na corretora solicitem a transferência dos ativos para outro custodiante, mediante pedido dirigido ao liquidante indicado pelo Banco Central. No caso da corretora Walpires, o liquidante indicado pelo BC é Dawilson Sacramento.

Comunicado no site

Na manhã desta sexta-feira, a Walpires informava, em seu site oficial, a decisão do Banco Central aos seus clientes. A orientação é para que os clientes aguardem “orientações quanto aos procedimentos a serem adotados relativamente a seus interesses”.Segundo a corretora Walpires, as informações serão divulgadas no próprio site da instituição – onde também são informados endereço para correspondência, telefone e e-mail para comunicação.

Confira a nota da Walpires sobre a liquidação extrajudicial:

“Informamos que, devido ao encerramento das atividades da empresa, os clientes da Walpires S.A. Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários, por transações de câmbio, custódia de valores, fundos administrados e outros serviços prestados pela mesma, deverão aguardar orientações quanto aos procedimentos a serem adotados relativamente a seus interesses, o que será notificado por intermédio do site https://www.walpires.com.br/.

Dessa forma, comunicamos que, a partir de 05 de outubro de 2.018, quaisquer propostas de venda de ações, operações de câmbio (compra e venda de moeda estrangeira, importação, exportação, ordem de pagamento, etc.), compram e vendam de ativos, aquisição ou resgate de cotas de Fundo em nome da Walpires S.A. Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários – Em Liquidação Extrajudicial, se caracterizam fraudulentas, sem responsabilidade desta liquidanda”.

Sobre a Corretora Walpires

Fundada em 1963 pelo preposto de corretor oficial de fundos públicos Waldemar Pires, a Walpires começou a atuar no mercado da bolsa de valores dois anos depois, após uma resolução do Banco Central que permitira que corretores oficiais e prepostos transformassem seus escritórios em Sociedades Corretoras.

Com a liquidação extrajudicial decretada, o controlador da corretora Walpires, Sérgio Ferreira Pires, e os ex-administradores André Luiz Silva e Rafael Barbosa Moreira, tiveram seus bens bloqueados pelo Banco Central.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”. Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

 

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *