Cobrar uma dívida é sempre uma tarefa incômoda. Não importa se você é tímido ou mais aberto ao diálogo, muitas vezes nos vemos em situações que não sabemos como reagir por medo de sermos mal interpretados. E os momentos em que precisamos pedir para que paguem o que nos devem é um desses.

Essa situação, no entanto, pode acabar acontecendo com todo mundo. Se você é  alguém que simplesmente emprestou dinheiro para outra pessoa, saber como lidar com esse imprevisto sem criar mal estar entre as partes é essencial.

Quer saber como cobrar dívidas de maneira eficaz? Então acompanhe o texto e siga as dicas!.

O que NÃO fazer na hora de cobrar uma dívida

Antes de entrar propriamente nas dicas para se cobrar uma dívida, é importante saber o que não se deve fazer. Ás vezes, queremos tanto que a pessoa nos pague que podemos ter atitudes que podem deixar a pessoa mais desconfortável ainda.

Se isso ocorrer, no final, essa pessoa poderá não querer quitar o débito existente com você. Para evitar esta situação, confira a seguir algumas ações que devem ser evitadas nesses momentos.

1. Não ameace a pessoa

Ameaçar, fazer algum tipo de chantagem ou falar que vai processar (seja um cliente inadimplente ou um devedor pessoa física) pode piorar as coisas. Há pessoas que demoram para pagar o que precisam e, infelizmente, têm aqueles que tentam dar o famoso “calote”.

Por mais que seja estressante (e ficar com raiva seja normal), tenha cuidado com as palavras. Afinal, dependendo do que for dito, a pessoa poderá não querer saldar a dívida por ter criado essa desarmonia ou pode simplesmente “sumir”.

Ou seja, dificultará o contato entre vocês e os meios para encontrá-la, seja por raiva ou até por medo. Além disso, lembre-se que ameaçar alguém é um crime.

2. Não invente juros ou taxas que não existem

Há quem comece a defender que, se a dívida não for quitada até uma determinada data, passará a cobrar juros e taxas que antes não foram acordadas entre as partes. Isso é bastante comum em empresas, por exemplo.

Começar a insistir criando essas “desculpas” podem tornar a relação mais desarmônica. Lembre-se que ninguém gosta de ser pego de surpresa ouvindo que deve pagar um valor maior por não cumprir com a obrigação no prazo, se não ajustado dessa forma, não é?

O ideal é ser o mais honesto possível e entender que, com determinados devedores, essa tática poderá atrapalhar e atrasar ainda mais o pagamento. Se a pessoa já apresenta resistência na hora de pagar o que deve, imagina quando esse valor sofrer um aumento por causa de taxas que antes não existiam?

3. Não cobre a dívida em horários absurdos

Cuide para não parecer estar desesperado pelo dinheiro. Mesmo que você precise muito do pagamento, em hipótese alguma cobre-o em momentos inapropriados. Ou seja, evite ligar tarde da noite ou mandar mensagens nos finais de semana, principalmente entre sábado a tarde e no domingo.

A pessoa certamente se estressará e isso poderá desgastar a relação.  Além disso, você corre o risco de ser ignorado ou bloqueado e todo seu esforço terá sido em vão.

4. Cuide da linguagem

Redobre sua atenção neste item. Mantenha a postura e evite fazer movimentos que demonstrem nervosismo. Afinal, a linguagem corporal pode entregar o que a pessoa sente em várias situações.

Mostre que você é uma pessoa controlada e que tem total domínio da situação. Mostre-se amigável, principalmente dando sorrisos enquanto fala e dispondo-se a ouvir o que o outro tem a dizer. Seja interessado e calmo.

O que falamos pode definir se a dívida será paga tranquilamente ou apresentando resistência. Por isso, cuidar do tom de voz e saber bem as palavras que devem ser utilizadas é essencial para que não haja o risco de pôr tudo a perder.

5. Não difame o devedor

Um grande erro que muitos cometem é dizer aos outros que determinada pessoa não cumpre com sua palavra e não paga suas dívidas. Muitos podem acabar dizendo isso sem perceber, seja por causa da raiva do desgaste causado por causa do atraso.

Se uma informação dessas chegar aos ouvidos do devedor, ele poderá se sentir ofendido. Como consequência, poderá discutir com você ou até mesmo processá-lo, causando maiores transtornos.

O que você DEVE fazer na hora de cobrar uma dívida

Agora que você viu as cinco atitudes que você não pode ter quando quiser cobrar algum débito, veja o que você pode fazer para resolver essa situação de maneira eficaz.

1. Converse com o devedor de forma amigável

Seja sempre prestativo e amigável com o devedor, seja ele um amigo, familiar ou cliente. Converse com ele de forma harmoniosa e trate-o como um verdadeiro amigo.

Assim, quando for cobrar a dívida, poderá discutir sobre o tema sem medo, pois ele se mostrará à disposição.

Tente entender qual o motivo para a demora ou recusa em pagar os débitos. Assim vocês poderão entrar em um consenso e encontrar uma solução benéfica para ambos os lados.

Se você tem uma empresa, melhore seu relacionamento com seus clientes lendo esses artigos:

2. Negocie

Pessoas atrasam seus pagamentos por diversos motivos: falta de dinheiro, desorganização ou simplesmente porque pensam que tudo pode ser pago no momento que elas desejam.

Claro que há os que não querem pagar, mas esses geralmente demonstram sua falta de compromisso logo no início, seja se recusando a conversar, não atendendo ligações e respondendo mensagens.

Em ambos os casos o mais correto a fazer é se mostrar aberto a negociações. Deixe claro que pode haver sinceridade e que você é uma pessoa flexível.

3. Lembre-o do compromisso feito com você

Você pode lembrá-los do pagamento devido enviando mensagens educadas e curtas para somente deixá-los cientes que eles possuem débitos pendentes com você. E que devem ser quitados.

Por isso, não tenha medo de enviar e-mails, ligar ou mandar mensagens de texto no celular em momentos oportunos e em horários adequados, como nos dias de semana dentro do horário comercial.

4. Mostre-se à disposição para aceitar a dívida em outras formas de pagamento

Tenha flexibilidade e aceite pagamentos em outras formas, seja cheque, cartão, depósito, boleto ou transferências bancárias. Se conseguir parcelar o valor da dívida por algum desses meios, as chances de receber logo a pendência pode ser maior.

Não consegui cobrar a dívida, o que fazer?

Se mesmo seguindo as dicas dadas acima você ainda não conseguir receber o pagamento do que lhe é devido, você poderá recorrer a duas alternativas. Veja-as a seguir.

Empresa de Cobrança

Empresas de cobrança podem ser a solução para aqueles que não conseguiram ter seus pagamentos efetuados. Será cobrado uma taxa pelo serviço, mas a empresa ficará responsável de cobrar a dívida do devedor, seja no valor que você deseja ou fazendo um acordo para receber parte do valor da dívida.

O trabalho é feito inteiramente por essas empresas. E, normalmente, são outras empresas que acionam este serviço para receber valores atrasados.

Advogado

Outro caminho para cobrança de débitos é a via judicial. Contratar um advogado para entrar com uma ação para que você receba o que lhe é devido, no entanto, pode ser a última coisa que uma pessoa deseja fazer.

Isto porque, além de correr o risco de o processo demorar, há os custos com honorários e despesas com a Justiça. Porém, pode ser a melhor opção em muitos casos.

Conclusão

Cobrar dívida é um trabalho que ninguém gosta de realizar. Antes de entrar em contato com o devedor, deve-se estar atento para não tomar atitudes que prejudiquem mais ainda a situação. As dicas mencionadas neste post podem tornar essa tarefa mais eficaz e sem muitos obstáculos.

Em últimos casos, pode-se contar com a ajuda de advogados e empresas de cobrança. Se você precisa cobrar débitos que um cliente tem com você, por exemplo, não deixe de utilizar as dicas e consiga seu dinheiro da forma mais amigável e harmônica possível!

Se o seu problema é com pessoa física, no entanto, procure manter ainda mais a calma e busque por alternativas amigáveis para solucionar este problema. Quem sabe uma boa conversa não resolva a situação? Pense nisso!

Gostaria de aprender sobre finanças e investimentos em vídeos? Então curta o canal do Youtube e siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *