4 minutes

Controlar as contas da empresa é sempre desafiador e deve ser feito com muita atenção. Até porque um setor financeiro desorganizado pode resultar em perdas de dinheiro e até levar seu empreendimento à falência.

Mesmo sendo um dever importante, esse controle não precisa ser chato ou difícil. Felizmente, empresários podem contar com diversas ferramentas para deixar todas as finanças em ordem.

Precisa deixar as contas empresariais organizadas, mas não sabe como? Então acompanhe a leitura e veja como fazer isso sem complicações com essas 10 dicas!

1.Elabore um planejamento financeiro

O primeiro passo para controlar as contas da sua companhia é adotar um planejamento financeiro. É possível utilizar, por exemplo, planilhas que demonstrem todas as despesas fixas e variáveis da empresa, bem como as entradas.

Dessa forma, você consegue programar os gastos e as entradas de capital de um determinado período e se planejar melhor para os próximos meses. O planejamento lhe possibilita entender o que seu negócio pode oferecer e a identificar o que é preciso para ter bons resultados.

2.Aposte na tecnologia

Por mais que haja companhias que fazem todo o processo de anotar gastos e entradas em planilhas de forma manual, um software de gestão financeira pode tornar esse trabalho mais rápido. Essa solução pode diminuir a ocorrência de erros e perda de dados, evitando o retrabalho.

Existem diversos programas que permitem manter o fluxo de caixa sempre organizado, oferecendo também uma maior segurança dos dados e facilitando o acesso a informações essenciais.

A adoção de tecnologia pode facilitar e simplificar diversos setores de uma organização, pois falhas humanas acontecem.

3.Seja disciplinado

Todo dono de negócio precisa ser disciplinado. Não há como ter sucesso na organização financeira de uma empresa se você não se empenha nessa tarefa. Se não existe um acompanhamento diário das contas e do fluxo de caixa, as chances de ter tudo controlado diminuem.

Companhias de sucesso acompanham de perto seus indicadores de desempenho, os quais podem ser: faturamento, custo total, margem de lucro, nível de endividamento, dentre outros. Por isso, defina os seus e comece a avaliá-los com frequência, pois a disciplina é a chave para o sucesso.

4. Não misture as contas pessoas com as empresariais

Por mais óbvio que possa ser para alguns, há ainda quem misture as contas pessoas com as empresariais. Principalmente pequenos empreendedores, iniciantes ou empresários desorganizados.

A verdade é que misturar as contas pode causar sérios prejuízos. E pior: conforme a companhia cresce, a confusão entre elas pode se tornar ainda maior.

Quem mistura corre risco de pagar contas pessoais com o dinheiro da organização e as contas empresariais com seu dinheiro pessoal. Isso pode prejudicar não apenas a vida particular de um indivíduo, mas impedir que um empreendimento cresça de forma saudável.

Por isso, é essencial adotar uma separação total das contas desde o início. Ainda, o empreendedor precisa estabelecer uma renda mensal e adequar suas contas a ela.

Veja: Como separar as finanças pessoais das finanças empresariais?

5. Pague as contas em dia

Pagar as contas em dia evita o pagamento de juros e multas. Para isso, deve-se ter o fluxo de caixa sempre atualizado.

Se a sua empresa não está em boas condições financeiras e possui despesas a pagar, verifique quais delas podem ser quitadas no prazo e quais você pode negociar com os credores, de modo a diminuir o valor dos juros e das multas.

Conforme for se organizando, mantenha os pagamentos em dia. Isso porque gastos com atrasos nos pagamentos só prejudicam um empreendimento. Além disso, pode fazer sua empresa ter fama de relaxada por pagar tudo com atraso.

6. Antecipe pagamentos para conseguir descontos

Pagar em dia é um dos segredos para controlar as contas empresariais com eficiência. Contudo, outra maneira de poupar recursos é antecipar pagamentos para conseguir descontos.

Para isso, verifique se há despesas que oferecem abatimentos para pagamentos feitos antes do vencimento. Essa quitação antecipada, além de gerar uma economia, pode ajudar sua companhia a ter uma boa imagem no mercado, facilitando, por exemplo, o acesso ao crédito.

7. Saiba negociar

Uma habilidade muito importante, mas que pode ser negligenciada, é a capacidade de negociar. Um bom negociador pode conseguir diversas vantagens, tanto nos negócios quanto no âmbito financeiro.

A maneira como você se porta, como vende a imagem da sua empresa e como aborda os credores faz diferença na hora de negociar valores e conseguir vantagens, por exemplo.

Por isso, dentre as diversas habilidades que empreendedores precisam estudar, aprenda a de negociar para conseguir, principalmente, reduzir juros e multas em relação a despesas, empréstimos, etc.

8. Corte gastos

Após elaborar um bom planejamento financeiro, analise todos os gastos para verificar o que pode ser diminuído e eliminado. Essa análise deve ocorrer periodicamente para cortar despesas sempre que possível.

Contudo, saiba o que deve ser retirado e o que deve permanecer! De nada adianta cortar custos essenciais ou que ajudam sua companhia a lucrar mais e ficar sem um serviço importante.

9. Planeje investimentos com sabedoria

Antes de fazer qualquer investimento ou pensar em empréstimos bancários, é essencial conhecer bem o seu negócio para entender o que ele precisa. Investimentos devem ser feitos com planejamento e análise dos custos.

Por isso, antes de qualquer decisão, avalie as condições financeiras e veja se a empresa conseguirá pagar o que deseja sem ficar no prejuízo.

10. Saiba utilizar o dinheiro no que realmente importa

Além de planejar os investimentos com sabedoria e muito planejamento, saiba dizer “não” a várias coisas e utilize seus recursos somente no que importa. Nesse momento, aprender a ser essencialista faz toda a diferença.

Diante de diversas alternativas, você deve priorizar o que realmente traz resultados. Assim, se tiver ideias, pense “isso realmente é necessário e pode trazer resultados para a minha companhia?”

Saber priorizar melhora tudo. Por exemplo, investir na criação de um blog pode ser mais interessante do que na pintura do estabelecimento, pois ele pode lhe ajudar a trazer mais clientes.

Logo, o serviço de produção de conteúdo pode ser mais urgente do que uma reforma. Portanto, avalie criteriosamente o que gera lucro e o que é apenas supérfluo!

Sobre isso, vale reforçar que diversas empresas precisam se destacar na internet para atrair clientes. O segredo está na entrega de conteúdo de valor.

A ABContent é a melhor empresa de produção de conteúdo escrito para os segmentos de finanças e investimentos, negócios e empreendedorismo. Estamos prontos para ajudar seu negócio a ter uma forte presença sólida e construir autoridade no ambiente online.

Quer saber como? Veja aqui!

 

Share.

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Leave A Reply