*Este artigo foi produzido pelo GestãoClick com exclusividade para o Portal André Bona.

 

Responder e-mails, atender clientes, cuidar da parte operacional e estratégica, fazer a gestão do negócio, embalar e enviar produtos, gerenciar o estoque: é você o responsável por todas essas tarefas, entre outras? Independentemente se você é MEI (Microempreendedor Individual) ou se abriu recentemente uma microempresa, uma hora será necessário contratar seu primeiro funcionário.

Mas, quando e como contratar? Bom, há alguns fatores que mostram a necessidade de auxílio, especialmente se o número de clientes está aumentando e o seu empreendimento está crescendo.

Se precisa de ajuda com essa questão de contratação, confira a seguir o conteúdo que preparamos para você!

Quando contratar

Afinal, quando contratar o primeiro funcionário? Um dos primeiros indícios dessa necessidade, claro, é quando você não consegue mais dar conta de todos os processos.

Mas há inúmeros outros sinais que mostram se o negócio está precisando de ajuda:

  • o volume de trabalho aumentou consideravelmente;
  • a qualidade dos produtos ou da prestação de serviços está diminuindo;
  • você está recusando novos clientes e projetos/encomendas;
  • você encontrou uma nova maneira de gerar receita;
  • os clientes estão reclamando (em razão do atendimento precário, demora na entrega etc.);
  • não sobra tempo para fazer a gestão do negócio, seja por meio de planilhas ou de um software de gestão;
  • você quer que o seu site fique bem posicionado no Google, mas não sabe como fazer isso e precisa de um especialista;
  • não há tempo para descansar adequadamente e, muito menos, tirar férias;
  • pela sobrecarga advinda do volume de trabalho, sua saúde está ficando comprometida;
  • você sente que o negócio está estagnado e não vê progresso.

Se consegue identificar alguns desses sinais em sua realidade, é porque chegou a hora de contratar alguém. Isso gera custos, mas considere a contratação como um investimento: agora, com o auxílio de um ajudante, você conseguirá concentrar seus esforços no que realmente importa.

Como contratar o primeiro funcionário

A maioria dos empresários deseja ver o negócio crescer rapidamente, concorda? A contratação do primeiro funcionário, certamente, é um passo nessa direção.

Mas, afinal, como contratar?

Se você ainda não formalizou a sua empresa, ou seja, se ainda não opera dentro da lei, o primeiro passo é legalizar o negócio. O segundo é consultar um contador, já que esse profissional tem conhecimento sobre a legislação trabalhista e sobre as demais leis a serem aplicadas na contratação e manutenção de colaboradores em sua empresa.

Depois, é preciso definir:

  • todos os pormenores da função a ser exercida;
  • as qualidades que a pessoa contratada deve ter;
  • qual é a formação acadêmica ou a especialização ideal para cumprir as obrigações;
  • se a pessoa precisa ou não comprovar experiências anteriores;
  • como será o processo seletivo;
  • o valor inicial a ser pago para o funcionário;
  • se a jornada diária será integral ou meio período;
  • os dias de trabalho e as folgas semanais.

Vale ressaltar que é preciso planejamento para estruturar o processo seletivo. A seguir, veremos mais sobre isso.

Pontos para considerar antes e durante o processo seletivo

O processo seletivo para contratar o primeiro funcionário exige planejamento e atenção em cada detalhe para que o profissional mais alinhado com o perfil da empresa seja, de fato, escolhido.

Portanto, veja os principais pontos a serem considerados antes e durante esse processo:

  • a forma como o profissional se apresenta e interage;
  • as perguntas a serem feitas durante a entrevista;
  • possíveis gastos com transporte, alimentação e direitos trabalhistas, como férias e décimo terceiro;
  • os conhecimentos técnicos e as experiências prévias do candidato;
  • os trabalhos já desenvolvidos pelo profissional;
  • a maneira de atrair e conhecer os candidatos: anúncios em jornais ou sites de emprego, redes sociais, indicações de amigos e conhecidos etc.;
  • sua capacidade de liderar e cumprir seu papel como gestor, de forma que o novo colaborador saiba o que deve ser feito, quando e como deve ser feito;
  • o volume de trabalho suficiente para manter o novo funcionário ocupado sem sobrecarregá-lo;
  • no geral, o perfil da vaga, o perfil da empresa e o perfil do futuro colaborador.

Enfim, neste artigo mostramos quando e como contratar o primeiro funcionário da sua empresa. Quando a hora certa chegar, é preciso contar com a ajuda de profissionais qualificados, como contadores, e estruturar um bom processo seletivo para evitar erros na hora da contratação.

E se você ainda está no início da sua jornada como empreendedor, provavelmente ainda vai encontrar alguns obstáculos no caminho. Mas, não se preocupe, estamos aqui para ajudá-lo: veja 6 erros comuns que você não pode cometer na hora de empreender!

 

 

*O GestãoClick é um software de gestão empresarial online, que oferece aos empreendedores e administradores diversos recursos para gerenciamento do negócio, como o controle financeiro e de estoque, emissão de notas e boletos, entre outras ferramentas. O sistema de gestão é direcionado a pequenas e médias empresa.

 

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *