A crise pegou muitas pessoas desprevenidas, isto é um fato. A epidemia trouxe como consequência a quarentena de vários países e deixou muitos autônomos sem saber o que fazer diante desta situação atípica.

Microempreendedores estão com baixo faturamento e precisaram se ADAPTAR a esta nova realidade pra superar esse momento.

Alguns mercados estão mais desafiados do que outros. Por exemplo, as academias estão fechadas para evitar aglomerações. Em contrapartida, o setor de delivery teve um aumento significativo.

Saiba que para cada negócio existe uma solução.

Adaptação ao novo cenário

Na mesma linha, as academias precisaram reinventar a forma como disponibilizam seus serviços para  continuar com os alunos.

Muitos optaram por criar treinos e fazer um aulão por plataformas online. De que forma o seu produto ou serviço pode ser disponibilizado online? Como os autônomos podem usar as redes sociais para maximizar e escalar o negócio?

Para responder a essas perguntas é necessário fazer uma análise minuciosa do plano de negócios. Além disso, estar presente nas redes sociaIs é necessário e se tornou uma realidade.

Tanto para se comunicar com os clientes quanto para ser visto por mais pessoas.

Planeje sua rota

Reserve um momento para definir as expectativas de faturamento dos próximos 3 meses e quais ações serão necessárias para conseguir mais clientes. Pense também em alternativas de fazer com que seus clientes paguem de forma antecipada. Seja através de voucher ou promoções.

Para autônomos ter uma atitude rápida é essencial. As ações feitas até agora, não necessariamente são as melhores para lidar com a crise. O cenário mudou e está na hora de colocar em prática um plano diferente.

O que falta para os autônomos?

Cada caso requer uma estratégia. Entretanto, os negócios que possuem CAIXA disponível foram aqueles que estão se saindo melhor nesta crise independente do setor.

A maior lição para muitos autônomos é valorizar o dinheiro do caixa. É sobre ele que se assenta durante uma crise. Poder usar este dinheiro é manter o negócio vivo para arcar com a folha de pagamento dos funcionários e fornecedores.

Como não é possível prever até quando a epidemia trará reflexos para as pessoas, o ideal é ter uma postura mais conservadora com relação aos gastos. Além disso, vale a pensa esperar um pouco para expansões.

Em segundo lugar, vale lembrar que o caixa precisa estar em um ativo com liquidez diária, assim será possível resgata-lo a qualquer momento e ter um rentabilidade acima da inflação

Valorize o seu time

Uma empresa é feita de pessoas, e você precisará contar com a ajuda de cada um para fazer o seu negócio sair da crise.

Mantenha-os motivados fazendo reuniões online e não apenas delegando tarefas, isto acaba com a criatividade e produtividade de qualquer pessoa. Neste momento é necessário ser um líder e extrair o melhor de cada colaborador em prol dos objetivos.

Caso não tenha funcionários e trabalhe de forma independente, vale a pena estar próximo do seu cliente e ter uma comunicação honesta sobre como está enfrentando a crise. Tomar as rédeas do seu negócio passa credibilidade e conseguirá atrair novas pessoas interessadas nos seus serviços ou produtos.

Caso fique com alguma dúvida sobre as dicas, pode contar conosco deixando seu comentário abaixo.

Até a próxima !

 

*Este artigo foi produzido pelo App Renda Fixa com exclusividade para o Portal André Bona.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *