É comum encontrar pessoas com pouco conhecimento sobre o mercado financeiro que acreditam que Investir na bolsa de valores é como um jogo de azar, no qual o investidor pode perder muito dinheiro. Também não é difícil encontrar investidores e especuladores que acreditam que essa é uma oportunidade de enriquecer utilizando apenas uma estratégia e um computador.

Se você faz parte de um destes grupos ou conhece alguém que pense desta forma sobre bolsa de valores, é melhor manter a atenção. O mercado financeiro é sim um excelente ambiente para impulsionar seus ganhos com seus investimentos, mas não é um jogo: é preciso saber o que se faz e o momento certo para aplicar o seu dinheiro.

Quer descobrir qual é a melhor hora de investir na bolsa de valores e montar sua carteira de investimentos? Então confira o artigo de hoje e veja dicas que vão ajudar você a identificar o timing certo para tomar as decisões corretas de investimento e fazer o seu dinheiro trabalhar para você no mercado de ações.

Boa leitura!

Esteja no azul

Um fator que faz qualquer momento a melhor hora para investir na bolsa de valores é estar com as contas no azul. Parece bastante óbvia essa afirmação, certo? No entanto, muitas vezes ela não é respeitada por investidores afobados — que esperam que a bolsa seja a solução para suas dívidas e finanças desorganizadas.

Se você possui dívidas, não insista em comprar ações todos os meses em vez de arcar com os seus compromissos. Afinal, dessa maneira não é possível fazer os juros trabalharem a seu favor.

O ideal para começar a planejar seus investimentos na bolsa é estar com uma boa situação financeira, sem dívidas. Por isso, se você deseja investir na bolsa de valores, procure quitar suas dívidas em primeiro lugar e focar na formação da reserva de emergência.

Com uma vida financeira organizada e minimamente planejada ficará muito mais fácil realizar seus aportes na bolsa de valores e multiplicar seu patrimônio.

Possua metas já estabelecidas

Qual é sua intenção ao investir na bolsa? Você quer dinheiro para uma viagem na Europa em alguns anos? Juntar capital para comprar uma casa maior? Um carro novo? Saiba onde você deseja chegar enquanto investidor antes de fazer seus aportes.

Ter metas estabelecidas para seus investimentos irá lhe ajudar não somente a estar mais motivado para a conquista do seu objetivo, mas também vai auxiliar na escolha da melhor estratégia para alcançar cada uma das suas metas.

Mas atenção: ao definir seus objetivos para investimentos em renda variável, tenha em mente que o mais indicado é investir na bolsa de valores visando objetivos de longo prazo. Assim você não precisará se preocupar tanto com as oscilações de preços e poderá formar uma boa carteira de ações visando o futuro.

Tenha um valor definido

Se você não tem a menor ideia do montante que pretende disponibilizar para a compra de ações, talvez este não seja o melhor momento para investir neste mercado. Um investidor preparado deve sempre saber a quantia disponível para investimentos em ações e considerar, em qualquer situação, todos os custos que envolvem estes aportes.

Identifique, em primeiro lugar, se o seu perfil de investidor está alinhado ao investimento em renda variável. Se este for o seu caso, separe um montante para aportar no mercado de ações sempre considerando taxas e corretagens relacionadas a estes aportes. Tenha um valor definido mas, acima de tudo, esteja preparado para cada um dos seus aportes.

Tenha sempre uma reserva

É sempre importante ter uma reserva financeira para emergências, e não é indicado investir na bolsa de valores sem ter esta reserva formada. Procure formar uma reserva de emergência com o valor equivalente a, pelo menos, seis meses de salário para estar sempre preparado para os imprevistos do dia a dia.

Com a reserva de emergência formada ficará muito mais fácil planejar seus investimentos e realizar seus aportes na bolsa de valores.

Confira neste artigo mais informações sobre a importância de ter uma reserva de emergência e minha experiência pessoal quanto à formação de uma reserva financeira para situações de emergência.

Conheça os custos e a tributação

Existem custos relacionados à bolsa de valores com os quais, infelizmente, você vai ter que arcar. O primeiro deles é o custo de corretagem – pois, para comprar e vender ações você precisa estar vinculado a uma instituição financeira.

Além disso, ao investir em ações, você deverá arcar com o pagamento de algumas taxas, como os emolumentos – cobrados pela bolsa de valores. Não deixe de considerar estes custos antes de fazer seus aportes.

Por fim, você deve saber que existe uma tributação específica sobre o lucro proveniente de ações na bolsa de valores, que varia de 15% a 20% –  este último, para operações de day trade. Conhecendo esses valores, você estará preparado e não será pego de surpresa.

Se, no entanto, você não tinha conhecimento sobre este assunto até agora, pode ser que este não seja o melhor momento para você investir na bolsa de valores. Prepare-se e estude mais sobre o tema para fazer sempre as melhores escolhas em relação aos seus investimentos.

Esteja preparado tecnicamente e psicologicamente

Essa é a etapa mais importante para quem quer começar a investir na bolsa de valores. O primeiro conselho é não confiar naquele seu amigo de mesa de bar que diz que investir na “empresa X” é furada.

Estude o mercado, as estratégias e como prever a variação das ações. Existem diversas ferramentas com as quais você pode fazer isso.

Tenha uma carteira de ações bem diversificada para evitar riscos e não sair perdendo. Não se assuste de maneira alguma com a oscilação do mercado de ações – isso é normal e é assim que se faz dinheiro.

Para evitar alguns riscos, a recomendação é a mais óbvia: estude muito sobre a bolsa e sobre o mercado financeiro. Veja vídeos, leia livros específicos, artigos de economistas e especialistas e escolha uma instituição financeira confiável para realizar seus aportes.

Se você não tem muito tempo para escolher as ações, você pode recorrer aos ETFs, que lhe darão uma boa exposição ao mercado de renda variável. Em resumo, não deixe que flutuações abalem seu psicológico: entre sem medo, esteja sempre atento e com os estudos financeiros em dia.

Caso você não se sinta preparado tecnicamente e psicologicamente para investir na bolsa de valores, pode valer a pena ficar de fora do mercado até que você se sinta preparado para esta tarefa. Convém também verificar, neste caso, e mais uma vez, se o seu perfil de investidor está alinhado aos investimentos em renda variável.

A hora de investir na bolsa de valores é agora

Se a sua dúvida está relacionada à melhor hora de investir na bolsa de valores no que tange às cotações e ao avanço da bolsa, saiba que sempre é o momento de realizar seus investimentos quando você tem convicção dos seus aportes. Lembre-se sempre que, se os seus objetivos são para longo prazo, pouco importará a oscilação cotação dos papéis no presente.

Certamente, em um cenário de taxas de juros mais baixas, investir na bolsa de valores pode ser uma excelente opção para investidores com algum apetite a risco buscarem melhores rentabilidades dos seus investimentos. Porém, seja em momentos de alta ou em períodos de queda, sempre haverá bons negócios que poderão ser aproveitados pelo investidor no âmbito do mercado e ações.

Portanto, se você tem o perfil para investir na bolsa de valores e sente-se confortável e preparado para investir na bolsa de valores, a hora de fazer seus aportes é agora! Prepare-se, estude, conheça seu perfil e planeje-se. Assim você terá chances muito maiores de fazer boas escolhas de investimentos na bolsa e impulsionar seus investimentos.

Quer saber mais dicas sobre o mercado de ações e investimentos na bolsa de valores? Então assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos sobre finanças e investimentos.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

 

 

Artigo publicado em 02/06/2017. Atualizado em 21/02/2019

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. Ricardo Pereira    

    Muito TOP o artigo de vcs, vou passar a seguir, estao de parabéns pessoal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *