Algum tempo atrás me fizeram a seguinte pergunta: “Bona, qual foi a situação em que você foi mais bem-sucedido ao utilizar seus conhecimentos sobre finanças e investimentos?”. Minha resposta a este questionamento foi enfática: o dia em que fui mais bem-sucedido ao usar meus conhecimentos sobre finanças e investimentos foi aquele em que consegui compor a minha reserva de emergência.

Pode parecer uma resposta óbvia mas, de fato, a realização que gerou uma grande transformação financeira na minha vida foi a composição da reserva de emergência. E, no artigo de hoje, vou explicar melhor por que tenho batido tanto nesta tecla de compor a reserva emergencial nos conteúdos aqui do Blog de Valor e no canal no YouTube.

O índice de cobertura

O conceito de índice de cobertura – que eu explico bem detalhadamente aos meus alunos no módulo de finanças do curso “O Investimento Perfeito” – é um dos principais conceitos que devem ser compreendidos por qualquer pessoa que deseja alcançar o sucesso financeiro por meio da aplicação do conhecimento e que tenha o real interesse de atingir a sua liberdade financeira.

Este índice é, em linhas gerais, a divisão que se faz do total que se acumula em patrimônio financeiro pelo custo de vida mensal. O resultado desta conta é justamente a quantidade de meses de cobertura que se tem em caso de eventualidades.

E, quando você consegue melhorar esse índice por meio do seu trabalho, você começa a parar de olhar as finanças com aquela preocupação diária, sobre se conseguirá ou não pagar as contas deste mês, do próximo mês ou dos seis meses seguintes. É neste momento que você começa a vislumbrar um horizonte maior – de 1 ano, 2 anos ou até mais tempo.

Foi exatamente neste contexto e pensando nas premissas básicas do índice de cobertura que consegui construir minha reserva de emergência e melhorar o índice de cobertura – o que me permitiu ir atrás de outros sonhos e metas.

Aplicando o conceito na prática

Formar a reserva de emergência e alavancar o índice de cobertura não é uma tarefa que se consegue realizar de um dia para o outro. É preciso determinação, empenho e foco naquilo que se deseja.

No meu caso, especificamente, eu já vinha trabalhando na formação da reserva de emergência há algum tempo – acumulando certa quantia financeira – quando vendi minha parte de uma empresa da qual era sócio para um amigo. E foi esta decisão que me permitiu usar este conceito de índice de cobertura na prática e fazer meu planejamento de vida de uma forma muito mais tranquila.

A decisão de vender minha parte do negócio – que era lucrativo, inclusive – também me permitiu liberar tempo para que eu pudesse me dedicar ao que eu desejasse. A partir daquele momento, portanto, pude obter a liberdade financeira que eu tanto desejava para escolher ao que eu gostaria de me dedicar pessoalmente e profissionalmente sem me preocupar com o emprego do meu tempo para pagar as contas a serem quitadas no final do mês.

Um sonho de liberdade

Foi a partir desta conquista – que considero o momento no qual fui mais bem-sucedido ao utilizar meus conhecimentos sobre finanças e investimentos para atingir um objetivo na prática – que parei de ter preocupações de curto prazo, passando a me preocupar apenas com projetos de médio e longo prazo. Foi o momento em que conquistei, de fato, o que chamo de liberdade financeira – que nada mais é que ser capaz de escolher novos caminhos e poder decidir no que trabalhar, empregando seu tempo da forma como desejar, naquilo em que você mais se identificar.

Ali me tornei livre para fazer novas escolhas. E foi quando decidi encarar uma nova jornada no mercado financeiro. Pude me envolver de maneira muito mais acentuada no mercado financeiro, aceitando ter uma remuneração mais baixa enquanto eu aprendia e dava os primeiros passos neste novo ambiente.

Isento de preocupações financeiras de curto prazo, tive tempo para me aprimorar me estabelecer em uma outra atividade e em uma outra área sem grandes dificuldades. A reserva de emergência e um alto índice de cobertura, portanto, permitiram que meu sonho de liberdade financeira se tornasse real, viabilizando a conquista de outros objetivos e metas ainda maiores.

Reserva de Emergência: o xis da questão

A construção inicial da reserva de emergência e o processo de trabalhar para ampliar o índice de cobertura cada vez mais, portanto, tendem a nos abrir caminhos, acima de tudo, para a conquista da nossa realização pessoal. E, quando a autorrealização acontece, o resultado financeiro aparece como conseqüência.

Quantas vezes não deixamos passar boas oportunidades de trabalho porque, naquele momento, precisamos do dinheiro para quitar compromissos mensais, e não podemos aguardar algum tempo para colher os frutos de uma nova empreitada? Quando você tem uma reserva de emergência, por outro lado, você tem margem para escolhas e pode se dar ao luxo de esperar o retorno financeiro aparecer – assim como sua satisfação pessoal – e pode se dedicar a isso.

E é exatamente por conta da importância que a reserva financeira teve e tem no meu dia a dia que considero este o exemplo de situação na qual fui mais bem-sucedido no uso dos meus conhecimentos sobre conceitos básicos de finanças pessoais – os quais eu já possuía na época. Afinal, foram estes conceitos aplicados na prática que me proporcionaram a liberdade financeira há mais de 12 anos – permitindo que eu trabalhasse exclusivamente naquilo que tenho vontade.

Esta conquista também me trouxe um maior desenvolvimento pessoal enquanto investidor – uma vez que, sem a ansiedade e a necessidade de ter outros recursos disponíveis para cobrir eventuais necessidades financeiras que surgissem, consegui destinar com maior tranquilidade parte do meu dinheiro para aplicações mais agressivas. Afinal, as oscilações já não me afetavam mais, pois eu sabia que estas variações não atrapalhariam meus planos de curto prazo e nem me colocavam em risco.

Uma grande mudança financeira

Por isso, se você ainda não formou sua reserva de emergência ou se ainda não tem planos de acumular patrimônio para ter um dinheiro reserva à disposição, este pode ser o momento de fazer uma grande mudança financeira na sua vida.

Visualize as oportunidades que podem surgir na sua vida por conta desta reserva e comece a compor sua reserva de emergência o quanto antes. Busque aumentar seu índice de cobertura ao longo de tempo e caminhe a passos cada vez mais largos rumo sua à liberdade, à independência financeira e à sua realização pessoal.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *