A sustentabilidade empresarial é um tema bastante relevante no mundo. Diante disso, o mercado financeiro também tem incorporado o assunto entre as oportunidades, estratégias e tendências de investimento. Nesse sentido, uma das possibilidades disponíveis na bolsa brasileira é o ISUS11.

Trata-se de um ETF voltado para a sustentabilidade, então pode apresentar aspectos positivos para os investidores. Contudo, antes da tomada de decisão, é preciso entender como ele funciona e avaliar possíveis riscos e desvantagens.

Para facilitar a sua escolha, este artigo apresenta os principais pontos sobre o ETF ISUS11. Continue a leitura e confira!

O que é um ETF?

O ETF (exchange traded fund) também é conhecido como fundo de índice. Esse é um fundo de investimento cujas cotas de participação são negociadas na bolsa de valores. Além disso, assim como em outros fundos, o gestor profissional é o responsável por escolher ativos e realizar as operações.

A diferença está no fato de que, nos ETFs, a composição de carteira é orientada por um indicador de referência. Logo, o fundo replica a carteira teórica de um índice selecionado, buscando um desempenho semelhante ao do indicador.

O que é o ISUS11?

Entre os ETFs listados na B3, a bolsa de valores brasileira, uma das oportunidades é o ISUS11. Esse é o ticker de um fundo nomeado It Now ISE Fundo de Índice. Ele foi lançado em outubro de 2011 e permite que os investidores se exponham aos critérios de sustentabilidade empresarial.

Como funciona esse ETF?

Para conhecer o ISUS11, também é importante entender características relevantes sobre o seu funcionamento. A seguir, você compreenderá como esse ETF funciona. Confira!

Índice replicado

O indicador utilizado para orientar a composição de carteira do ISUS11 é o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), desenvolvido pela B3. Ele serve como um dos principais índices voltados para a sustentabilidade no mercado brasileiro.

Assim, o ISE é composto por ações de empresas que atendem critérios relacionados à atuação em relação ao meio ambiente, abordagem social e ao nível de governança corporativa. É, portanto, uma alternativa ligada à estratégia ESG (environmental, social and governance).

Desse modo, entre as questões avaliadas nas companhias que compõe o índice, estão:

  • consumo de recursos ambientais;
  • passivos ambientais;
  • transparência de gestão;
  • diversidade e equidade;
  • relação com a comunidade;
  • obtenção de certificações e outros pontos.

Em outubro de 2021, o portfólio era composto por 47 empresas. Porém, a cada 120 dias há um rebalanceamento de carteira teórica. Diante das mudanças, o ETF faz ajustes para acompanhar as variações, então a composição pode ter alterações ao longo do tempo.

Gestão e taxas

A gestão do ISUS11 é de responsabilidade do Itaú Asset Management. Então a empresa é a responsável pelas etapas referentes à composição e manutenção de carteira.

Para remunerar esse serviço, há o pagamento de uma taxa de administração pelo investidor. Contudo, como a gestão é passiva, os custos tendem a ser menores que de outros fundos.

Quais as vantagens e desvantagens dos ETFs?

Até aqui, você conheceu o ISUS11 e suas características mais relevantes. Agora, você deve ponderar os pontos positivos e negativos de realizar o investimento.

No geral, o investimento em ETF pode oferecer mais praticidade, já que você tem a gestão profissional para cuidar de todas as operações. Também pode ser uma forma de economizar, já que a taxa de administração tende a ser menor em comparação a outros veículos de investimento.

Outra questão relevante é a acessibilidade. Com o ETF, você poderá se expor aos resultados de diversos ativos ao comprar cotas. Isso tende a ser mais barato do que comprar todos os ativos individualmente. Como consequência, é um ponto que favorece a diversificação de carteira.

Sobre o ISUS11, especificamente, existe a vantagem de investir de forma sustentável. Com o avanço das discussões sobre o tema, empresas que adotam boas práticas desde já podem se fortalecer e se valorizar com o tempo.

Por outro lado, investir em ETF faz parte da renda variável. Logo, há mais riscos financeiros, como o de mercado. Também é preciso considerar que o rendimento é limitado pelo desempenho do fundo.

Quando investir no ISUS11?

Você já conferiu diversas informações sobre o ISUS11, então é comum ter dúvidas sobre quando investir. Nesse sentido, é preciso destacar que este conteúdo não é uma recomendação de investimento.

Tenha em mente que a escolha é individual, exigindo a avaliação das suas necessidades. Comece avaliando seu perfil de investidor, que indica o nível de tolerância ao risco. Como o ETF é um investimento de renda variável, ele costuma estar mais alinhado com investidores moderados e arrojados.

Também é necessário pensar em seus objetivos financeiros. Um ETF como o ISUS11 costuma fazer mais sentido para o longo prazo. Isso porque o tempo ajuda a diluir os riscos e pode favorecer a valorização das empresas. Portanto, vale a pena alinhar o prazo aos seus interesses.

Ainda, investir no ISUS11, especificamente, pode ser adequado para quem deseja se expor a companhias com práticas sustentáveis. Também pode ser uma opção para quem quer investir com propósito e apoiar iniciativas desse tipo.

Para auxiliar na decisão, avalie o equilíbrio da sua carteira e como o ETF pode favorecer o alcance dos seus resultados esperados. Desse modo, é possível fazer uma escolha mais alinhada com a sua estratégia de investimentos.

Como investir em ETF?

Caso opte pelo investimento em ETF, você precisará acessar o ambiente de negociação da bolsa de valores. Isso é feito ao abrir conta em um banco de investimentos. Assim, você poderá acessar o home broker e verificar as oportunidades da bolsa.

Na plataforma, pesquise o ticker do fundo de interesse, como o ISUS11. Em seguida, confira as informações, informe quantas cotas deseja adquirir e emita a ordem de compra. Após a liquidação, o investimento fará parte da sua carteira.

Como você acompanhou, o ISUS11 é um fundo de índice da B3 voltado para a sustentabilidade. Se o investimento fizer sentido para a sua estratégia, é possível aproveitá-lo e se expor a empresas com práticas sustentáveis.

Para investir nas oportunidades do mercado, conte com uma instituição financeira sólida e confiável. Então abra sua conta no BTG Pactual digital e aproveite a expertise do maior banco de investimentos da América Latina!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *