Quando o assunto é serviço de filmes e séries pela Internet via streaming, a empresa que vem à mente é a Netflix, certo? Referência mundial nesse setor, é natural que as ações da companhia atraiam o interesse dos investidores, inclusive no Brasil — que tem o BDR NFLX34.

Para investir nas ações da companhia diretamente, é preciso abrir conta internacional. Mas na bolsa brasileira é possível comprar BDRs. Será esse um investimento que vale a pena para sua carteira? Se você também tem essa dúvida, continue a leitura.

Neste post, você acompanhará a trajetória dessa gigante do entretenimento mundial, além das vantagens e riscos de investir no BDR NFLX34!

Qual o histórico da Netflix?

A trajetória da Netflix começou em 1997, na Califórnia (EUA), quando a empresa fazia locação de filmes. O modelo era tradicional, de modo que o cliente levava o DVD para casa e depois devolvia.

A empresa foi fundada por Reed Hastings e Marc Randolph que, no ano seguinte, elaboraram um jeito mais tecnológico de oferecer o serviço. A locadora passaria a contar com um site, em que o cliente pedia os títulos pela Internet e recebia diretamente em casa, via empresas semelhantes aos Correios.

Logo em seguida, em 1999, mais um passo foi dado. A Netflix lançou o serviço de assinaturas, em que os clientes pagavam uma quantia fixa e alugavam quantos DVDs quisessem. A ideia foi muito bem aceita e levou a empresa a inovar.

O modelo de assinatura mensal a um valor acessível passou, em 2007, a ser aplicado nas transmissões de filmes e séries via streaming, sem comerciais.  Assim, não havia a necessidade de fazer download e as pessoas tinham acesso a um amplo catálogo de títulos 24 horas por dia.

Nesse formato, tornou-se possível assistir títulos diversos pela TV, notebook, tablet ou smartphone. Até hoje existe, inclusive, a possibilidade do teste grátis por 30 dias — um chamariz para a conquistar um público cada vez maior. Com um preço baixo e facilidade para contratar o serviço, a Netflix passou a expandir sua atuação.

Em 2010, estreou no Canadá, depois América Latina e Europa. No Brasil, os serviços da empresa chegaram em 2011. É importante destacar que a Netflix marca presença em praticamente o mundo todo, excluindo o mercado chinês. Seus serviços são utilizados em cerca de 190 países.

Em 2013, a companhia diversificou mais sua atuação: além de transmitir filmes e séries de grandes produtoras, passou a produzir seus próprios títulos.

Quando foi a entrada da Netflix na bolsa?

Depois de conhecer um pouco sobre o histórico da Netflix, é interessante saber como foi sua entrada na bolsa de valores. A companhia estreou na americana Nasdaq em 2002, quando contava com 600 mil assinantes e, na oferta pública inicial de ações (IPO), captou perto de US$ 82 milhões.

Nos anos de 2018, 2019 e 2020, ela foi considerada a empresa com maior valor de mercado no setor de entretenimento. Superou, inclusive, a Disney.

É importante destacar ainda que, em meio à pandemia do novo coronavírus, quando muitas companhias tiveram prejuízos, a Netflix conseguiu crescer. Afinal, a companhia oferece um serviço, justamente, para as pessoas que estão em casa. Com isso, aumentou sua base de assinantes.

Como investir em ações da Netflix?

Agora que você já viu como se deu a expansão da Netflix, pode considerar diversificar sua carteira investindo na empresa. Mas, como investir em ações da companhia norte-americana? Uma possibilidade é abrir conta no exterior, mas essa é uma opção burocrática e custosa.

Por outro lado, você pode investir na Netflix indiretamente, via bolsa de valores brasileira, por meio do BDR NFLX34.

BDR é a sigla para brazilian depositary receipt ou certificado de depósito de valores mobiliários. Ele é uma alternativa para os investidores brasileiros investirem em companhias do exterior.

Isso acontece porque os BDRs, como o da Netflix, são certificados que representam as ações emitidas por empresas estrangeiras. Então, ao investir no em NFLX34, você não está adquirindo a ação em si, mas um certificado lastreado em ações da Netflix.

O título representativo é emitido por uma instituição depositária. Ela adquire os ativos internacionais e os mantém sob custódia no Brasil. Depois, pode emitir os BDRs lastreados nas ações — a serem negociados na bolsa brasileira.

Então, se você deseja comprar um BDR da Netflix, estará participando de maneira indireta da empresa. Afinal, os resultados dos certificados estão atrelados às ações internacionais. Dessa forma, você pode lucrar com a valorização dos papéis ou com a distribuição de dividendos, se houver.

Para adquirir os BDRs, é preciso abrir uma conta em um banco de investimento do Brasil. Com isso, você tem acesso ao home broker e pode negociar não apenas o BDR NFLX34, mas também certificados que representam outros ativos estrangeiros.

Vale a pena comprar NFLX34?

Agora você sabe que pode ter exposição internacional ao comprar os BDRs no Brasil, com negociações feitas em reais. Diante disso, uma dúvida que pode surgir é: vale a pena investir no BDR NFLX34, atrelado às ações da Netflix?

O crescimento da empresa, mesmo na pandemia, é um fator que pode ser considerado nessa decisão. Porém, é necessário avaliar outros aspectos. Entre eles, é preciso saber se esse é um investimento que se encaixa em seu perfil de investidor e em seus objetivos financeiros.

Você deve ter em mente que os BDRs são investimentos da renda variável. Assim, os riscos são maiores, especialmente os riscos de mercado. A volatilidade pode levar a perdas — em contrapartida, os rendimentos também podem ser mais significativos.

Por conta disso, os BDRs de ações são mais adequados para perfis moderados e arrojados. Também é válido avaliar se é seu objetivo diversificar a carteira investindo em companhias de outros países. Em resumo, essa é uma decisão pessoal.

Gostou de acompanhar o histórico da Netflix e saber que é possível investir na companhia norte-americana, mesmo do Brasil? Agora avalie o BDR NFLX34 e verifique se esse é um investimento que atende à sua tolerância ao risco e às suas metas financeiras.

Quem tem interesse em investir no exterior, pode ficar em dúvida sobre as possibilidades. Veja qual é a melhor opção entre BDR e ETF!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *