*Este artigo foi produzido pelo bxblue com exclusividade para o Portal André Bona.

 

Você sabia que dinheiro parado pode ser entendido também como “dinheiro perdido”? Por outro lado, será que investir esse valor é a melhor alternativa?

Tomar uma decisão financeira errada, pode acarretar em diversas consequências que vão muito além do saldo bancário. Entenda por que você não deve deixar o seu dinheiro parado e como avaliar e definir o que fazer com sua grana.

3 motivos para não deixar o seu dinheiro parado

Guardar ou poupar dinheiro nem sempre é fácil, no entanto, é possível! Nem que seja economizando um pouco daqui e dali ou reservando uma pequena quantia mensalmente. Mas o que fazer com esse dinheiro?

Se você não tem nenhum objetivo claro, responder a essa pergunta pode ser mais difícil. Mas é preciso lembrar que dinheiro é sempre dinheiro e saber administrá-lo, pode fazer toda diferença. E uma das dicas é não deixar seu dinheiro parado – mesmo que não saiba exatamente quando e para o quê utilizá-lo. Veja porque:

1 – Seu dinheiro irá desvalorizar

O dinheiro parado pode desvalorizar com o tempo. Isso quer dizer que, diante de um cenário macroeconômico diferente, seu dinheiro valerá menos.

Outro ponto importante é que, em caso de inflação o poder de compra das pessoas tende a ser reduzido. Ou seja, os custos em geral são elevados e se a sua renda não acompanhar essa curva ou comprará menos, ou gastará muito mais para compras as mesmas coisas.

A questão principal aqui é que, se você não fazer o dinheiro render de alguma forma, ele pode perder valor.

2 – Você está deixando de ganhar

Dinheiro parado significa dinheiro não rentabilizado. Mesmo que a intenção não seja multiplicar o valor reservado, você estará deixando de ganhar mais, se ele ficar em uma conta-corrente sem movimentação, por exemplo.

Uma poupança também pode trazer rentabilidade menor, quando comparada aos demais tipos de aplicações disponíveis.

Vale lembrar que dependendo do tipo de investimento, os ganhos financeiros também podem ser tributados, mas no fim das contas podem compensar.

3 – Sua reserva financeira pode ser gasta, sem necessidade

Sem perceber, muitas vezes sua reserva financeira poderá ser utilizada em casos menos prioritários ou de forma desnecessária. Então, ainda que você não saiba como utilizar o dinheiro que conseguiu poupar, o ideal é separar esse valor para que isso não ocorra.

Como o próprio nome sugere, uma reserva é algo que deve ser guardado. Portanto, se não for diferenciado ou isolado de algum jeito, pode ser gasto facilmente. E juntar dinheiro novamente pode demorar bem mais do que o esperado.

Confira agora algumas sugestões que podem te ajudar quando o assunto é educação financeira e rendimento do seu dinheiro.

O que fazer com o dinheiro parado?

Ter uma reserva financeira é, sem dúvida alguma, uma escolha inteligente. E, segundo os especialistas financeiros, esse valor pode e deve ser incrementado, sem que você tenha que poupar mais. Mas a dúvida é: um investimento é a melhor opção?

Saiba o que e como avaliar, para tomar a melhor decisão.

1 – Investir

Existem diversas modalidades de investimento e níveis de riscos para cada tipo de operação. Você pode fazer investimentos de menor valor e mais conservadores ou optar por investimentos mais arrojados.

O recomendável é investir parte do dinheiro parado, especialmente para quem está iniciando e por se tratar de uma reserva financeira. Assim, caso os ganhos demorem para aparecer ou não possam ser resgatados no curto prazo, você terá uma margem de segurança.

Aproveite para acessar o guia definitivo da reserva de emergência: o que é, como montar e quais os melhores investimentos?

2 – Reinvestir

Com o saldo ganho, você pode decidir reinvestir esse valor automaticamente. Por isso, é sempre muito importante conferir quais são as possibilidades de ganhos ou a rentabilidade de cada modalidade. Além disso, vale a pena avaliar também a questão da tributação e prazos para os resgates.

Outra alternativa é manter a reserva financeira e retirar somente o saldo excedente. Assim, você mantém a reserva financeira original e ainda pode utilizar o dinheiro adicional para outra finalidade.

E por que um investimento?

“Mais vale ganhar pouco do que nada”. Embora pareça óbvio, aplicar o dinheiro pode trazer mais ganhos e, em alguns casos, multiplicar o valor investido inicialmente, em pouco tempo.

Então, se você não tem a intenção de utilizar o dinheiro no curto prazo, considere fazer um investimento. Saiba que não é necessário investir muito. Ou seja, você pode começar com um valor menor, até para ver como funciona.

Levando em consideração que o dinheiro vai desvalorizando com o tempo, que a inflação pode fazer com que ele renda menos e ainda que sua reserva pode ser gasta se você não tiver o devida atenção, consulte as opções de investimento disponíveis.

Fazer seu dinheiro parado render é mais simples do que você imagina! E para isso, você não precisa se sacrificar e poupar mais. Basta fazer mais uma escolha financeira inteligente.

 

Autor

Danielle Vieira

Apaixonada por marketing, descobriu os números e finanças ao longo do caminho e decidiu ajudar as pessoas através da educação financeira. Hoje faz isso atuando no marketing da bxblue, fintech acelerada pela Y Combinator e escrevendo em alguns portais.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *