A plataforma de investimentos URBE.ME – que permite o acesso de pequenos investidores a projetos imobiliários sem taxas e com rentabilidade superior às principais opções disponíveis no mercado – abriu uma nova oportunidade para investidores interessados em realizar aportes no mercado imobiliário.

O atual empreendimento disponível para investimentos por meio da fintech é o Villa Gaudí, localizado na cidade de Fortaleza, no Ceará. O investimento mínimo necessário para participar desta oitava rodada de captação do URBE.ME no mercado nacional é de apenas R$ 1 mil.

Mercado imobiliário ao alcance dos pequenos investidores

Prático e inovador, o URBE.ME é a melhor opção para investidores que dispõem de capital limitado para aplicação no mercado imobiliário e que buscam boas oportunidades de rendimento. Em 2017, os projetos disponibilizados na plataforma da empresa possuíam rentabilidade estimada entre 110% do CDI e 20% ao ano – rendimento bastante superior às principais oportunidades de aportes no setor imobiliário disponíveis no mercado.

Com um capital inicial de apenas R$ 1 mil é possível investir em empreendimentos de incorporadoras renomadas e consolidadas no mercado brasileiro. Tudo é feito online, sem complicações, sem taxas e sem burocracia.

O investimento é concretizado por meio de contratos de dívida – chamados de contratos de mútuo, firmados entre mutuante e mutuário. Clique aqui e saiba mais sobre esta nova modalidade de investimento imobiliário.

A incorporadora garante aos investidores, além da rentabilidade projetada, um pagamento mínimo sobre o dinheiro aplicado – que varia normalmente entre 100% e 120% do CDI – caso a projeção de rentabilidade não se concretize.

A modalidade de investimento é segura, transparente e regulada pelo mercado de capitais por meio da Instrução 588 da Comissão de Valores Imobiliários (CVM), que regulamenta o crowdfunding de investimentos no Brasil.

Projeto aberto para captação

O atual empreendimento aberto para captação na plataforma do URBE.ME  é o Villa Gaudí – o mais novo projeto da incorporadora Porto Freire, que gera permanentemente, há mais de 30 anos, 600 empregos diretos e 3 mil postos de trabalho indiretos. Neste período, a incorporadora já beneficiou cerca de 20 mil pessoas com a construção de mais de 7 mil imóveis.

Integrado ao Parque Del Sol – uma das principais áreas verdes urbanizadas de Fortaleza, o Villa Gaudí oferece seis opções de plantas, com apartamentos de 2 e 3 quartos e localização privilegiada da cidade, próximo a bancos, escolas e universidades, shopping centers, hospitais e centros esportivos.

Quem tiver interesse em investir no empreendimento de Fortaleza, no entanto, deve se apressar: a captação para este empreendimento no URBE.ME será realizada em três séries – cada uma delas com duração de 20 dias.  Findado este período – que pode ser abreviado, dependendo da demanda, o investidor perde a chance de realizar seu aporte.

De acordo com o sócio-fundador da empresa, Paulo Deitos, a captação para o projeto Villa Gaudí, em Fortaleza, está em ritmo acelerado. “Em apenas cinco dias de captação conseguimos atingir quase 40% do percentual disponível para toda a primeira série deste empreendimento”, disse.

É possível ter acesso a todas as informações do projeto, como o estudo de viabilidade econômica e financeira do empreendimento e o alvará da obra diretamente na plataforma do URBE.ME.  Cadastre-se gratuitamente e conheça mais sobre o Villa Gaudí, da incorporadora Porto Freire.

Invista com segurança e agilidade

Mais de 1.500 investidores já participaram das captações anteriores do URBE.ME no mercado nacional. Os aportes são realizados de maneira rápida, segura e sem burocracia.

Para investir em um projeto imobiliário por meio do URBE.ME basta criar um cadastro na plataforma da fintech, escolher o valor desejado para aporte no projeto e enviar o dinheiro para uma conta de pagamentos terceirizada. Confirmada as etapas, a plataforma efetiva a participação do investidor no empreendimento.

Quem realizar aportes no mercado imobiliário via URBE.ME pode acompanhar cada etapa da obra na qual investiu e recebe, periodicamente,  relatórios com informações sobre o andamento das obras e comunicados sobre a venda das unidades do empreendimento. Os rendimentos são pagos ao final do projeto.

Quer saber mais sobre a história da fintech URBE.ME? Então clique aqui e conheça um breve raio-x da empresa.

Faça agora mesmo seu cadastro gratuito na plataforma e tenha acesso aos projetos disponíveis para captação no URBE.ME.

Autor

Redação Blog de Valor

O Blog de Valor é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. MARCELO    

    Bom dia, com relação a este investimento do URBE.ME, há incidência de IR sobre as aplicações ?

    1. Luana Neves    

      Marcelo, obrigada pelo comentário!
      Sim, neste caso são aplicadas as mesmas regras tributárias de outros investimentos em renda fixa. Você pode entender melhor esta questão e tirar outras dúvidas sobre o URBE.ME clicando aqui e acessando a página “Conheça o URBE.ME”, onde há uma sessão com as respostas para as principais dúvidas dos investidores. Espero ter ajudado!

      Abraço!

  2. MARC    

    Bom dia, qual a diferença neste investimento que nos faça crer que não é mais um esquema de pirâmide como já vimos em tantos outros casos?

    1. Luana Neves    

      Marc, agradecemos pelo comentário!
      O crowdfunding de investimentos é regulamentado pela CVM desde o ano passado. A decisão de investir ou não cabe sempre a cada um, particularmente, enquanto nosso papel por aqui é sempre informar e apresentar o que existe no mercado.
      Abraço!

  3. renata    

    bom dia
    como pode ser pago ate 120% do CDI em caso de nao rendimento?
    isso nao se assemelha à piramide?
    de onde vem esse cretido entao, se nao houver rendimento conforme afirmação o texto?

    “que varia normalmente entre 100% e 120% do CDI – caso a projeção de rentabilidade não se concretize.”

    muito obrigada
    abraços
    Renata

    1. Luana Neves    

      Renata, agradecemos seu comentário.
      A projeção mencionada no texto se refere à participação do investidor no projeto no qual realizou aportes. Em caso de dúvidas você pode acessar a sessão “dúvidas mais comuns”, disponível no site da URBE.ME, ou entrar diretamente em contato com eles.

      Abraço!

  4. Rogério    

    Vou entrar no site para tirar minhas dúvidas sobre URBE.ME e entender melhor sobre esse tipo de investimento.

    Eu investia em fundos imobiliários, que é diferente do crowdfunding, mas vendi minhas cotas e apliquei o valor na compra de terrenos em minha cidade. Então vou esperar e vendê-los, assim que tiverem uma boa valorização.

    Quando eu conseguir mais capital, este produto (crowdfunding imobiliário) pode ser mais uma opção para diversificar ainda mais a minha carteira de investimentos e obter melhores rentabilidades.

    Obrigado por me informarem via e-mail sobre a publicação deste assunto no Blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *