Cuidar da vida financeira de modo responsável é uma prática que deveria ser habitual no dia-a-dia de todos. Infelizmente, a educação financeira não faz parte do cotidiano da maioria dos brasileiros, o que acaba resultando em descontrole no setor das finanças e, muitas vezes, em inadimplência.

De acordo com o Serasa Experian, mais de 61 milhões de brasileiros possuem dívidas – é o maior patamar desde 2012, quando as medições tiveram início. Se você deseja manter sua vida financeira sempre saudável e as contas sempre em dia, confira nossas dicas infalíveis e aprenda agora a evitar a inadimplência.

Mantenha um controle dos seus gastos

A principal dica para quem deseja ter uma vida financeira estável e sem dívidas é manter um controle rigoroso dos ganhos e dos gastos mensais. Crie o hábito de anotar seus gastos diários e faça um controle do caminho do seu dinheiro – um balanço desde o recebimento dos seus rendimentos até o fechamento do mês.

Tenha controle do quanto ganha e do quanto gasta mensalmente. Cada pequena despesa deve constar no seu controle diário, semanal e mensal de custos. Assim ficará mais fácil controlar seu dinheiro e evitar a inadimplência.

Não gaste mais do que ganha

Pode parecer uma dica óbvia, mas esta questão costuma ser o grande problema da maior parte das pessoas que estão inadimplentes. A falta de controle das finanças faz com que muita gente comprometa a maior parte dos seus ganhos mensais – principalmente por conta do uso descontrolado do cartão de crédito, resultando, muitas vezes, em uma imensa bola de neve de dívidas.

Fuja dos juros

O Brasil tem algumas das maiores taxas de juros do mundo. Por isso, procure ficar longe dos juros que incidem sobre estes serviços. Dê preferência pelas compras à vista e procure evitar a inadimplência do cartão de crédito ou do cheque especial.

Pagar o valor mínimo do cartão também não é recomendado, já que este hábito pode levar o consumidor a perder o controle das finanças e se afundar em uma dívida que aumenta a cada mês.

Corte despesas supérfluas

Em tempos de crise, é comum não darmos conta de quitar todas as despesas mensais. Por isso, é fundamental cortar despesas supérfluas, que acabam impactando negativamente no orçamento mensal.

Busque eliminar serviços e consumos não essenciais, como serviços de TV a cabo, idas a restaurantes, compras desnecessárias, entre outros. Ao invés de manter estes gastos, elimine-os e comece a guardar dinheiro e poupar.

Tenha uma reserva financeira

Economizar dinheiro não é uma tarefa fácil para a maioria das pessoas. Apesar disso, para evitar a inadimplência, é imprescindível começar a poupar e construir uma reserva financeira para imprevistos ou para emergências.

Procure manter uma reserva financeira equivalente a, pelo menos, seis meses dos seus rendimentos. Esta “poupança” lhe dará tranqüilidade caso ocorra alguma situação inesperada e evitará o atraso de compromissos financeiros.

Se você tem um negócio próprio ou trabalha como freelancer, é ainda mais importante focar-se em formar uma reserva financeira. Isso porque profissionais autônomos costumam ter mais dificuldades em organizar-se financeiramente em relação a quem possui emprego estável, uma vez que estes trabalhadores acabam sofrendo com a variação de ganhos mensais.

Planeje-se para evitar a inadimplência

Planejamento é fundamental para manter uma vida financeira saudável e sem dívidas. Tenha planos para o destino do dinheiro que você economizará mês a mês, sejam  eles para curto, médio ou longo prazo.

Faça uma lista de planos e organize-os de acordo com as prioridades de cada um. Deseja quitar uma dívida? Então comece já a poupar dinheiro e junte suas economias para pagá-la assim que possível.

Seu sonho é comprar um carro, uma casa, ou fazer uma viagem? Então estabeleça metas, seja persistente e economize todos os meses até atingir seu tão sonhado objetivo.

Com planos pré-estabelecidos ficará muito mais fácil criar novos hábitos e manter-se no caminho certo para evitar a inadimplência e atingir suas metas.

Crie novos hábitos

Invista em novos hábitos financeiros, cuide do seu dinheiro e organize-se. Esta é a melhor receita para evitar dívidas. Com persistência, determinação e organização você conseguirá ter uma vida mais tranqüila.

Gostou das nossas dicas sobre como evitar a inadimplência? Então assine já nossa newsletter e não perca nossos próximos conteúdos!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *