Vai apostar nas estratégias de marketing de conteúdo e desenvolver artigo para blog? Está no caminho certo! No entanto, é válido saber que para o artigo obter sucesso entre sua audiência, ele deve ser relevante.

Demonstrar autoridade em um assunto e agregar conhecimento de valor aos leitores é somente um dos segredos da criação de artigos para blog. O conteúdo precisa ser observado com bons olhos.

Para atingir este resultado, é necessário dominar algumas técnicas de como fazer um artigo relevante, bem como entender e possuir total conhecimento sobre o que se escreve.

Logo, quanto mais qualidade você entrega em seus conteúdos, melhor será o retorno. O leitor sana suas dúvidas, conquista novos conhecimentos e se interessa ainda mais pelo seu produto ou serviço.

Acompanhe nosso artigo de hoje e descubra 7 coisas que não podem faltar em um artigo para blog matador! Boa leitura!

7.  Palavra-chave relativa ao negócio

Todo assunto que será tema de um artigo possui uma palavra-chave específica, que se relacione diretamente com o produto ou serviço ofertado. Definir essa palavra como direcionadora do conteúdo é de extrema importância, principalmente para os mecanismos de busca.

Então, se o artigo não é trabalhado a partir de uma palavra-chave, dificilmente ele será entregue aos usuários certos.

Existem boas ferramentas gratuitas que possibilitam a análise de palavras-chave de forma simples. O próprio planejador de palavras-chave do Google; o Ubersuggest; Moz ou SEMrush, por exemplo, podem auxiliar nesta tarefa.

Mas, lembre-se: o intuito não é repetir por infinitas vezes a palavra-chave em seu conteúdo. A palavra-chave primária (a principal relacionada ao conteúdo) e as secundárias (outras palavras que são buscadas e também relacionadas ao seu artigo) devem ser inseridas naturalmente, apenas como forma de direcionar a produção do conteúdo.

6.  Título atrativo e instigante

O título é o primeiro contato que o leitor tem com o seu artigo para blog. É, também, o responsável pela decisão, por parte do usuário, de ler ou não aquele material.

Um título mal elaborado pode, inclusive, determinar a saída do visitante de seu site. Vale dedicar um tempo maior nesta parte da criação do artigo para blog.

Aposte em títulos atrativos, que gerem curiosidade e sejam capazes de estimular o clique. E, principalmente, a leitura completa do conteúdo.

Aqui vai uma dica: evite títulos sensacionalistas e tendenciosos. O Google e demais mecanismos de busca tendem a penalizar sites com títulos com tais características.

5.  Extensão ideal

Muito se discute sobre a extensão dos conteúdos dentro de uma estrutura de um artigo para blog. Mas não há uma receita de bolo: o tamanho do artigo depende muito do volume de informações que deseja compartilhar.

É possível criar um artigo para blog com 400, 700, 1 mil ou até acima de 2 mil palavras. No entanto, o seu fator de decisão sobre o tamanho do conteúdo deve considerar a profundidade do tema.

O ideal é que o autor consiga sanar as dúvidas do leitor e transmitir a mensagem desejada. É incoerente e não recomendado, por exemplo, “enrolar e dar muitas voltas” sobre um mesmo assunto, apenas para obter um artigo para blog maior.

O leitor certamente se cansa e abandona a leitura do artigo – além de correr o risco de não retornar.

4.  Correta estrutura de um artigo para blog

Há controvérsias sobre o tipo de estrutura de um artigo para blog perfeito. As experiências são únicas e não há uma receita pré-definida. No entanto, as principais agências e produtores apostam na seguinte linha para organizar seus conteúdos:

  • Introdução;
  • Títulos e subtítulos (H1, H2, H3 e daí por diante);
  • Conclusão;
  • CTA (chamada para ação: convite para assinar newsletter, ler outro artigo, etc)

A conclusão e a chamada para ação se complementam. Enquanto a conclusão encerra a leitura, “amarrando” o que foi discutido ao longo do artigo, a CTA direciona o leitor para ações que darão sequência a este engajamento, fortalecendo a relação entre a empresa e o cliente.

3.  Introdução clara e convidativa

A introdução do artigo para blog é importante e traça o restante das ações sobre o texto. É neste momento, logo no início do artigo, que ele decide se prosseguirá a leitura ou terminará ali mesmo, na introdução.

Para tanto, as primeiras palavras e frases devem ser cativantes e atrair a atenção de quem  está lendo. Nem sempre é fácil iniciar um texto, porém, há alguns macetes que podem ser úteis.

Uma boa dica para criar introduções relevantes é iniciar com perguntas, em tom de conversa entre amigos – seja formal ou mais informal. Aqui, o principal é causar boas expectativas!

2.  Links internos

Além de um artigo para blog com conteúdo de valor, peças otimizadas recebem destaque quando o assunto é ranqueamento e tráfego. Neste cenário, apostar nas linkagens internas e externas é de grande valia.

Os links internos de um artigo para blog possuem duas funções especiais: educar o leitor, oferecendo outras opções de pesquisa dentro daquele assunto, e elevar o tráfego de outras páginas dentro do blog. Apesar de serem úteis, devem ser inseridos de forma comedida, apenas quando houver relação real com o que se apresenta.

1.  Escaneabilidade

Você já se deparou com um artigo para blog desorganizado, com parágrafos apresentados em enormes blocos de texto, sem divisão de assuntos? Artigos criados desta forma não seguem os chamados padrões de escaneabilidade.

Na criação de artigos para blogs, um conteúdo escaneável é aquele que pode ser lido rapidamente, “com uma passada de olhos”. Trata-se da apresentação das informações seguindo uma estrutura que facilita a leitura.

Existem alguns parâmetros que propiciam um artigo para blog escaneável:

  • uso de títulos e subtítulos;
  • parágrafos curtos;
  • uso de imagens;
  • listas com bullet points (marcadores);
  • uso de negrito e itálico;
  • classificação correta das informações, em ordem crescente de importância.

Ao aprender como fazer um artigo relevante, é possível utilizar o seu conteúdo como uma grande ferramenta estratégica no marketing de conteúdo. O resultado? Clientes apaixonados, fãs da marca e, consequentemente, novas vendas.

Além de seguir estas 7 dicas, é fundamental que o seu conteúdo ofereça informações relevantes e de qualidade. De nada adiantará ter um artigo otimizado em seu blog que não agregue ao leitor e traga informações equivocadas. Pense nisso!

E então, gostou do conteúdo? Que tal aprender um pouco mais sobre marketing digital, para além da produção de artigos para blog? Leia este artigo sobre estratégias de marketing e aprofunde sua reflexão!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *