Quando é chegada a hora de efetuar mudanças em nossas vidas, isso pode envolver, muitas vezes, trocar de emprego. Seja qual for o motivo, ocorre que muitas pessoas não sabem como pedir demissão, principalmente por ter medo de criar um clima de incômodo e insatisfação na empresa.

A boa notícia é que há formas de fazer isso sem que nenhum lado saia prejudicado e ainda garantir que o relacionamento com o chefe ou com a empresa permaneça harmônico, independentemente do motivo que o levou a desligar-se do trabalho.

Já foi explicado aqui no blog sobre o momento ideal para pedir demissão, inclusive você pode conferir o artigo aqui. Mas, além disso, saber despedir-se de um emprego sem criar conflitos é fundamental para um profissional.

Por isso, confira o artigo e saiba como fazer isso da melhor maneira possível! Acompanhe!

1. Entenda os seus direitos

Caso queira formular o pedido de demissão, é importante ter em mente seus direitos trabalhistas. Você terá direito ao salário proporcional a quantidade de dias trabalhados no mês, décimo terceiro proporcional e férias, com mais ⅓ proporcional, conforme estabelecido na constituição federal.

Contudo, é preciso que entenda os motivos que fazem você não querer mais continuar no emprego. Se quer sair porque recebeu outra oferta interessante, deseja mudar de ramo, pretende se mudar para outra localidade ou por outro motivo diferente, você deverá formular o pedido de demissão.

Ocorre que muitos pedem demissão por uma conduta negativa relacionada à empresa como: falta de comprometimento do chefe, atrasos constantes no salário ou outro motivo que viole alguma cláusula presente no contrato de trabalho. Nesse caso, você deverá pedir rescisão indireta.

Isso porque a empresa deu causas para o seu descontentamento. Na prática, é como se fosse uma justa causa do empregador.

Se for esse o caso, você ainda terá direitos como o saque do FGTS e da multa de 40% sobre o respectivo saldo. Por isso, entender o que levou a querer pedir demissão é essencial para ter claro o que será devido, a título de indenização, na hora da saída.

2. Converse com o chefe antes de avisar o resto da equipe

Não diga aos colegas de trabalho que você pretende pedir demissão antes de falar com o responsável pelo setor. Você pode comentar com o restante dos colegas somente depois de avisar o chefe ou gestor e de preferência sem criar alarde.

Avise seu chefe que tem algo importante para conversar e peça o desligamento da empresa pessoalmente. Fazê-lo por mensagem ou por e-mail não é muito profissional e seu chefe irá querer conversar com você de qualquer forma.

Quando for conversar com ele, mantenha a calma, mostre-se amigável e explique os motivos do porque você quer sair da empresa. Seja honesto e, caso não haja o que fazer, ele irá entender.

Contudo, se ele considerar que os motivos que você deu são fáceis de resolver, pode ser que você receba uma contra-proposta. Caso isso ocorra, escute-o até o final e diga que pensará na proposta.

Não se preocupe em respondê-la na hora. Pense a respeito, pondere os fatos e converse com mais calma em outro momento.

3. Formalize o pedido de demissão

No momento em que for conversar com seu chefe, escreva uma carta de demissão contento seu nome, data, os motivos da demissão e as condições que serão impostas, como o cumprimento do aviso prévio.

Peça para ele assinar e não deixe de fazer uma cópia. Guarde uma com você até o momento da rescisão e a outra entregue ao próprio gestor ou ao setor de gestão de pessoas . A carta pode ser escrita a mão ou no computador, mas deve ser legível e de fácil compreensão.

4. Negocie sua saída da empresa

Essa talvez possa ser a parte mais difícil. Por um lado, o seu chefe pode pedir que você trabalhe mais algum tempo antes de pedir a demissão. Por outro, você pode estar com tudo pronto para começar no novo emprego ou colocar seus planos em ação.

Nesses momentos, converse e tente chegar a um acordo que seja benéfico para os dois lados. Veja quanto tempo mais a empresa precisa de você e se esse tempo pode ser reduzido. Se você já pediu a demissão, analise quanto tempo é suficiente para manter-se no cargo, pois o tempo pode variar de função para função.

Caso tenha conseguido um novo emprego, converse com o novo empregador para decidirem uma data para início de trabalho.

5. Cumpra o aviso prévio com seriedade

Depois de pedir demissão, certamente vocês terão negociado o tempo do aviso prévio. Não é só porque você o pediu que pode ir para a empresa e ficar sem fazer nada! Nesse caso, continue comprometido com o trabalho, dê o seu melhor e faça tudo o que precisa para deixar as atividades em ordem.

Isso demonstrará aos colegas e ao seu superior hierárquico que você é um bom funcionário, comprometido com seus afazeres. Caso outra pessoa da equipe fique no seu lugar ou contratem rapidamente outro funcionário para a sua vaga, mostre-se disposto a ajudar, ensinar as tarefas do cargo e tirar as possíveis dúvidas.

Esses momentos são importantes e, caso termine o trabalho com excelência, poderá até receber indicações ou elogios.

6. Mantenha um bom relacionamento com a empresa

Mesmo cumprindo o aviso prévio, tente manter a harmonia com a sua equipe e evite desentendimentos. Os últimos dias poderão definir se você era uma pessoa bem quista ou não pela equipe, e uma “bola fora” poderá fazer você sair com uma imagem negativa.

Depois que sair da empresa, não fale mal dos colegas, chefes e do local onde trabalhava, pois isso pode lhe prejudicar e o novo empregador poderá achar que você não é confiável.

Por pior que tenha sido a experiência na empresa anterior, sair espalhando aos demais que os detalhes não é correto, pois a empresa também poderá apresentar aspectos negativos seus, caso seja consultada.

7. Prepare-se para diferentes reações

Infelizmente, nem todos os chefes poderão receber sua notícia com paciência e bom humor. Por mais nobre que seja o motivo ou mesmo que seja por algo externo a vontade das partes, há gestores que podem sentir-se “traídos”.

Preparar-se emocionalmente para receber diferentes tipos de reações é importante para evitar desentendimentos. Caso o chefe não goste do que ouviu, mantenha a calma e seja consistente em seus argumentos.

8. Deixe a empresa a par da situação de seu cargo

Deixe listadas, em algum documento, as tarefas do seu cargo e esclareça tudo o que você fazia, bem como os projetos em andamento que estavam sob sua responsabilidade. Isso ajudará a empresa a se organizar e compreender o que deve ser delegado para o profissional que assumirá suas funções.

Independente dos motivos, quem deseja desligar-se de uma empresa precisa compreender como efetuar o pedido de demissão. Realmente, o medo de prejudicar a relação com o chefe e com outros funcionários da empresa existe, mas isso pode ser visto de forma tranquila, sem que ninguém saia aborrecido ou prejudicado.

Por isso, se você quer pedir demissão, siga as dicas e tenha uma saída harmônica e sem desavenças com o antigo empregador!!

Conhece alguém que deseja pedir demissão mas não sabe como? Compartilhe o artigo com ele(a) e siga a página no Facebook para ficar por dentro de mais conteúdos como este!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Comentários

  1. Bruno    

    Excelente artigo, muito esclarecedor.
    Mas gostaria de saber mais sobre prazos. Por exemplo, caso haja urgência para o início no outro emprego, há a possibilidade de desligamento imediato mediante pagamento de multa ou algo assim?

  2. Eliana    

    Na empresa que trabalho não tem como sair em harmonia com minhas encarregada e lideres vou vou pedir as contas por causa delas são pessoas que não dão valor a funcionaria são ruins na divisão de tarefas sobre carrega de mais uns do que outros humilha as funcionarias ,Quando sair vou falar tudo o que esta engasgado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *