O investimento em bitcoins está gerando uma transformação no mercado. Embora diversos países ainda não tenham uma regulamentação específica a seu respeito, muitas pessoas se interessam em comprar os criptoativos.

No entanto, a negociação direta acontece nas exchanges — plataformas digitais que negociam criptoativos. Como elas são sediadas no exterior, você pode encontrar dificuldades em encontrar cotações em reais.

Afinal, é fácil encontrar cotações do bitcoin em dólar, mas como saber a sua cotação comparado com o real? Para responder essa questão, vale a pena se aprofundar sobre o assunto.

Neste artigo, você aprenderá como encontrar a cotação do bitcoin em real e descobrirá como investir de forma segura nessa moeda digital. Não perca!

O que é bitcoin?

O bitcoin é uma das primeiras moedas digitais lançadas no mundo. Seu nome partiu da junção da palavra inglesa “bit” — que se refere à menor unidade de dado armazenável ou transferível — com o termo “coin”, que significa “moeda”.

Assim como o dólar, euro ou real, o bitcoin é uma moeda que pode ser utilizada para a realização de pagamentos. No entanto, ela não existe fisicamente. Isso significa que ela está condicionada ao uso da tecnologia, sendo utilizada, principalmente, em transações digitais.

A segurança da operação se dá por conta da tecnologia envolvida — o blockchain. Cada transação é gravada em blocos, que integram um banco de dados compartilhado na internet — criando uma cadeia de dados.

Assim, nenhum dado pode ser apagado e os novos registros precisam ser validados pelos anteriores — impossibilitando que sejam editados, manipulados ou duplicados.

Vale destacar que a origem do bitcoin partiu de Satoshi Nakamoto, no ano de 2009. Um de seus objetivos era criar uma moeda que não sofresse com intervenções de Governos ou instituições bancárias.

Isso aconteceu, especialmente, por conta da crise do subprime de 2008, que impactou os mercados no mundo todo. Logo, uma de suas principais características é ser descentralizada. Ou seja, a moeda não está vinculada ou subordinada a nenhum país.

Desse modo, a variação de seu preço acontece exclusivamente por conta da lei da demanda e oferta. Com isso, quanto maior for o número de interessados na compra, maior tende a ser o seu preço. E o contrário também acontece — um aumento na pressão vendedora pode levar à queda da cotação.

Como saber o valor do bitcoin?

Quem acompanha notícias financeiras já deve ter ouvido falar da grande valorização do bitcoin. Apenas para exemplificar, seu valor unitário no ano de 2009 era de cerca US$ 0,23. Já em abril de 2021 a moeda atingiu sua máxima histórica, alcançando mais de US$ 63 mil.

Porém, o histórico de preços do bitcoin não contempla apenas períodos de alta. Diversas ocasiões foram marcadas por baixas expressivas. Isso aconteceu, por exemplo, entre o final de 2017 e o ano de 2018, quando a moeda teve seu preço reduzido de US$ 19 mil para US$ 3,5 mil.

Outra queda impactante foi registrada em maio de 2021, quando a cotação caiu de sua máxima histórica para cerca de US$ 30 mil. Ou seja, em menos de 1 mês o ativo perdeu metade de seu valor. Portanto, trata-se de uma criptomoeda bastante volátil.

Desse modo, para acompanhar todas essas movimentações, é necessário buscar uma fonte confiável e atualizada. Entre as principais, estão sites como Investing.com e BNN Bloomberg, onde você pode conferir o preço do bitcoin em dólar.

Qual o valor do bitcoin comparado com o real?

Após ver o que é o bitcoin e como consultar a sua cotação, é hora de aprender como identificar o seu preço em reais. Na prática, existem diversas formas de comparar o valor do bitcoin com o real.

Como em muitas plataformas o bitcoin é cotado em dólar, sabendo a cotação da moeda americana é possível fazer a conversão direta para reais com o auxílio de uma calculadora. Por exemplo, utilizando a calculadora disponibilizada pelo Banco Central, é possível fazer isso de maneira simples.

Em 13 de outubro de 2021, por exemplo, a cotação era próxima a US$ 55 mil. Nesse caso, a conversão direta alcança uma quantia superior a R$ 305 mil. Logo, o preço de apenas 1 bitcoin em reais superava o custo de veículos de luxo, apartamentos ou casas no Brasil.

Além dessa forma de cálculo, na internet também podem ser encontrados sites que já apresentam a cotação em reais. No entanto, como eles costumam ser vinculados às exchanges, podem apresentar diferenças nos preços indicados conforme a plataforma.

Quais cuidados devem ser observados ao comprar bitcoin?

Como você viu, o bitcoin é uma moeda digital descentralizada que não se submete a nenhum Governo ou instituição financeira. Por isso, é um investimento mais arriscado, já que não haverá proteção institucional ou órgão regulador para recorrer caso enfrente alguma intercorrência.

Ademais, por não haver regulamentação específica sobre a negociação de criptoativos em muitos países — a exemplo do Brasil — a fiscalização do funcionamento das exchanges pode ser limitada. Além disso, não é raro se deparar com notícias de golpes e fraudes envolvendo criptomoedas.

Portanto, uma forma interessante de aumentar a segurança em expor seu capital aos criptoativos é buscar por investimentos no mercado nacional que sejam referenciados nessas moedas. No Brasil, por exemplo, existem fundos de investimentos voltados para ativos digitais.

Por exemplo, os fundos de criptomoedas são veículos de investimento coletivo que reúnem diversos investidores que desejam se expor aos criptoativos. Nesse caso, o patrimônio do fundo é administrado por um gestor profissional e as cotas são negociadas em reais.

Também é possível adquirir cotas de ETFs — ou fundos de índice. Trata-se de fundos de investimento que buscam espelhar o desempenho de um benchmark. Atualmente, existem ETFs que estão atrelados a índices compostos exclusivamente de criptomoedas.

Ao investir nessas alternativas, o seu patrimônio estará exposto à volatilidade dos criptoativos e você poderá contar com proteção institucional. Isso porque esses fundos são regulamentados e fiscalizados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o que traz maior segurança ao investidor.

Conclusão

Depois de aprender como encontrar a cotação do bitcoin em real, não deixe de buscar por uma instituição confiável para investir nessa alternativa. Além disso, vale a pena revisitar o seu perfil e objetivos, considerando a alta volatilidade e os riscos envolvidos na compra dessa moeda digital.

Quer se expor às criptomoedas e outros investimentos com segurança? Abra sua conta no BTG Pactual digital!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *