A desvalorização de carros é um fato que pode dar muita dor de cabeça para os consumidores. Se você pensa em comprar um carro novo ou trocar o seu, saiba que pensar na marca e no modelo com maior ou menor desvalorização é algo essencial. Até porque, caso queira vendê-lo em pouco tempo, poderá perder muito dinheiro.

Pesquisar sobre os diferentes tipos de automóveis, portanto, é importante para fazer a escolha certa. Por isso, fizemos uma lista com os modelos de veículos que mais e menos se desvalorizaram no país.

Se pretende fazer uma negociação como esta em breve, não deixe de olhar a lista antes de tomar qualquer decisão! Confira!

Os 5 carros que mais desvalorizaram no Brasil

Existem inúmeros fatores que determinam a formação do custo do automóvel para o consumidor. Por exemplo, o preço das peças, o custo do seguro e serviços de manutenção, entre outros. E  a desvalorização de um carro pode também estar diretamente ligada a estes fatores, entre tantos outros, que vão desde o pós-venda até a aceitação do veículo no mercado.

Entendido isso, veja agora os 5 modelos que mais depreciaram em 2019, de acordo com um levantamento da agência Autoinforme:

5. Citroën C3 Picasso

Esse modelo, por mais que não seja encontrado com frequência nas ruas, chega a desvalorizar cerca de 22,2% em apenas um ano de uso. A linha de carros C3 da marca francesa foi descontinuada pela Citroën.

De acordo com a Tabela Fipe, um modelo desse carro, do ano de 2015, pode ser encontrado no mercado de usados na faixa dos R$40 mil. O mesmo modelo, entretanto, chegou a ser vendido em outros anos por aproximadamente R$60 mil.

4. Chery Tiggo

Esse carro é produzido pela fabricante chinesa Chery. O modelo chegou a depreciar 21,9% em um ano. Isso significa que, caso for comprá-lo, conseguirá revendê-lo por um valor bem inferior se comparado com outros modelos.

3. Jac G3 Turin

Outro carro chinês, só que dessa vez produzido pela JAC Motors. O modelo G3 Turin perde cerca de 21,1% do seu valor em um ano.

Impressionante, não é mesmo?

2. Hyundai Elantra

O carro da Hyundai que mais desvaloriza é o Elantra. O sedã da montadora asiática tem um percentual de redução de 20,3% ao ano.

1. Citroën C4 Lounge

A Citroën aparece de novo na lista com um modelo mais atual que o C3 Picasso. O sedã C4 Lounge se apresenta com uma depreciação de 20,1% ao ano.

O valor médio encontrado no mercado está em torno de R$85 mil na versão zero KM e intermediária. Depois de um ano de uso, pode ser vendido por um preço em torno dos R$67 mil.

Os 5 carros que menos desvalorizaram no Brasil

A desvalorização baixa atrai muitos compradores na hora de adquirir um carro zero km. Para alguns, esse fator é tão importante que pesa mais na escolha do que a consideração de fatores,como um motor potente, equipamentos modernos ou a presença de itens de série.

A boa notícia é que é possível unir os dois e escolher um carro completo e bem equipado que desvalorize muito pouco. Veja os 5 carros que tem menor depreciação anual, segundo a Autoinforme:

5. Up, da Volkswagen

O Up é um dos veículos mais acessíveis da Volkswagen e é o quinto que menos desvaloriza no país. Esse modelo tem desvalorização apenas 9,4% em um período de um ano.

Se for revendê-lo depois desse tempo perceberá, portanto, pequena mudança no seu preço.

4. Discovery Sport, da Land Rover

Um modelo esportivo de valor alto para o mercado brasileiro. A Land Rover Discovery Sport pode ser encontrada no mercado por um preço que fica em torno de R$217 mil.

Depois de um ano, é possível encontrá-lo no mercado de usados por cerca de R$197 mil. A queda não tão intensa no valor se dá pela sua baixa desvalorização, que é de 9,3%.

3. Onix, Chevrolet

O carro da Chevrolet que menos perde valor é o Onix. Esse automóvel, que é um dos mais vendidos no Brasil no último ano, tem apenas 8,3% de depreciação anual.

O carro, no seu modelo completo, pode ser adquirido por pouco menos de R$60 mil e ser revendido por cerca de R$55 mil um ano depois.

2. Jeep Renegade

Considerado o modelo mais seguro do mundo segundo testes especializados, o Renegade, da Jeep, é o segundo carro que menos sofre com a desvalorização. Sua perda de valor é em torno de 6,4% após um ano de uso.

O modelo Sport mais básico tem seu preço médio de R$79 mil e pode ser revendido por cerca de R$74 mil.

1. Honda HR-V

A Honda traz o modelo HR-V como um crossover bem vendido no mercado brasileiro. O carro que tem a menor porcentagem de depreciação pode ser adquirido por pouco mais de R$101 mil na sua versão mais completa e ser revendido por R$96 mil um ano depois.

A desvalorização apresentada por esse veículo chega a ser de apenas 4,5%.

Por que alguns carros desvalorizam mais e outros menos?

Listamos acima os 5 carros que mais e menos desvalorizaram no último ano. Certamente, essas não são as únicas opções a serem avaliadas, pois nosso mercado de automóveis é bastante amplo e competitivo.

Mas você sabe o que mais influencia na maior ou menor depreciação de um automóvel? O que faz com que alguns modelos desvalorizem mais ou menos que outros têm a ver, principalmente, com a procura e a oferta no mercado.

Se um seminovo é muito procurado, a tendência é que sua taxa de desvalorização seja menor. Carros que são poucos procurados e que podem levar semanas ou até meses para deixar as lojas perdem mais valor.

Além disso, a cada ano que passa, o consumidor tende a procurar por modelos mais modernos e com tecnologias mais avançadas. E isso influencia diretamente no valor de revenda. Os carros mais antigos acabam sendo pouco requisitados e ficam parados no estoque.

Conclusão

A desvalorização de carros é um fator que deve ser muito bem analisado por aqueles que desejam adquirir um carro zero quilômetro e tendem a trocá-lo em pouco tempo. Essa depreciação no preço de revenda dos veículos, contudo, não determina que modelos que sofram maior redução no seu valor sejam ruins e não possam ou não devam ser adquiridos.

O ideal é selecionar o automóvel que melhor se encaixe no seu perfil e no seu estilo de vida, considerando também a questão da desvalorização. Mas lembre-se que essa escolha deve ser fruto  de muitas pesquisas e análise!

Por isso, avalie a melhor opção e escolha o carro que mais atenderá às suas necessidades!

Você ainda tem dúvidas em relação a compra de veículos? Então descubra qual a melhor opção para você, se é o novo, seminovo ou o usado!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *